As moedas e o mapa: a fiscalidade no processo de criação de províncias no Brasil Império, primeira metade do século XIX

Vitor Marcos Gregório

Resumo


Foram vários os temas de ordem política e econômica apresentados como base argumentativa dos discursos proferidos ao longo dos processos decisórios que culminaram com a criação das províncias do Amazonas e do Paraná, em meados do século XIX. Dentre estes a fiscalidade surgiu com acentuada importância, tendo sido abordado tanto por aqueles que defendiam uma nova organização territorial do Império mediante a criação destas novas províncias, quanto dos que se opuseram a estas propostas. O objetivo deste artigo é, por um lado, apresentar este elemento como indicador da importância da problemática da organização territorial do império como objeto histórico e, por outro lado, como um instrumento privilegiado para alcançar a compreensão do processo de construção e consolidação do Estado nacional monárquico.

Palavras-chave


Províncias; Parlamento; Fiscalidade; Paraná; Amazonas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2016v9n18p378

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS