O cristianismo primitivo como objeto da história cultural: delimitações, conceitos de análise e roteiros de pesquisa.

Paulo Augusto de Souza Nogueira

Resumo


Este artigo levanta questões referentes às possibilidades e limites de se proceder a uma história cultural do cristianismo primitivo. São apresentadas algumas obras-chave que oferecem análises que tangenciam e antecipam questões da história cultural, como a história de doutrinas e ideias religiosas, psicologia histórica, história de práticas religiosas populares, entre outros. Em seguida são discutidas a terminologia do campo de estudos, a abrangência cronológica e o corpo de documentos. Por fim, propõe-se o estudo das categorias mentais do Cristianismo Primitivo e a consideração do mesmo como um sistema de linguagem, por meio do estudo de seus textos narrativos e ficcionais.

Palavras-chave


História cultural, cristianismo primitivo, cultura como sistema de linguagem, narrativa cristã-primitiva

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2015v8n16p31



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS