A Marinha Brasileira no inicio do século XX: tecnologia e política

José Miguel Arias Neto

Resumo


Este artigo  analisa a literatura que aborda a questão da Marinha Brasileira ao final do século XIX e no início do XX. Tal literatura possui duas vertentes a monarquista e a republicana, ambas advogando medidas de reestruturação da Marinha. Por outro lado, o trabalho analisa ainda as medidas efetivamente tomadas ou não pelos sucessivos governos republicanos, até o ano de 1910, com o objetivo de promover as reformas necessárias à adequação da Marinha aos novos tempos, novas tecnologias e novas sociabilidades. O fim da escravidão, a Revolta da Armada, a corrida armamentista internacional e a que terminou por se estabelecer entre o Chile, a Argentina e o Brasil, na América do Sul, permitem compreender tanto as propostas aventadas como os limites das reformas encetadas.

Palavras-chave


Marinha. Representações. Tecnologia e Política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2014v7n13p84



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br