Combates pela historiografia: a história política das ideias de Franco Venturi

Breno Ferraz Leal Ferreira

Resumo


Neste artigo situaremos a obra de Franco Venturi na historiografia do século XX sobre o Iluminismo. Iniciaremos com uma apresentação da trajetória do historiador italiano, mostrando a sua experiência de vida em relação às ideologias totalitárias do século. Na sequência, exporemos os debates historiográficos que tece no livro Utopia e reforma no Iluminismo (1969), enfatizando suas críticas ao que denomina “tradição filosófica da Aufklärung alemã” e à “interpretação social do Iluminismo”. Deverá ficar claro que rejeita o marxismo como ferramenta para a compreensão das Luzes, manifestando preferência por abordagens que partam do indivíduo e de suas relações concretas. Por último, analisaremos suas ideias sobre as origens do socialismo/comunismo no século XVIII, discutindo as posições do autor sobre as ideias de Marx e o marxismo.

Palavras-chave


Franco Venturi; Historiografia; Iluminismo; Marxismo; Comunismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2015v8n15p468



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS