Usos de Foucault na Argentina (1958-1989)

Mariana Canavese

Resumo


Os textos e elaborações de Michel Foucault tem encontrado uma grande recepção entre os intelectuais argentinos das ciências sociais e humanas. A exposição dos resultados da pesquisa sobre os usos das formulações do pensador francês na Argentina entre 1958 e 1989 pode dar conta das maneiras pelas quais eles se articulam com modos específicos de interpretar a cultura política locais. Além disso, explorar a recepção heterogênea das propostas foucaultianas demonstra várias práticas de leitura, deslizamentos de sentido e lutas pela significação e importancia em um amplo arco que atravessa disciplinas acadêmicas tanto como posições ideológicas, tocando profundamente a cultura local.

Palavras-chave


História intelectual. História cultural. Foucault. Recepção. Argentina.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2014v7n13p392



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS