Os "Demetrios": trotskistas, peronistas, nazistas?

Juan Pedro Denaday

Resumo


O “Encuadramiento” da Juventude Peronista foi um dos grupos políticos mais importantes dos jovens ativistas em fervimento durante a segunda metade da década de 1960 e a primeira de 1970. Uma experiência política e intelectual ausente na maior parte da historiografia do período, a partir de meados de 2012 surgiram os primeiros estudos. Os "Demetrios" definiam suas ações no que eles chamaram de "lealdade objetiva e doutrinária" ao General Perón, fato que nos permite localizá-los dentro do peronismo "ortodoxo" num caminho semelhante ao da Guarda de Ferro. No entanto, os seus origens e formulações teórico-políticas fizeram com que receberam apelidos tão diferentes, que no jargão militante, escutávam-se alguns tais como "trotskistas" até "hitlerianos". Neste trabalho analizamos essa trajetória política enfocando nos aspectos ideológicos. Para isso, estudamos suas origens nessa transição do trotskismo ao peronismo, suas considerações próprias sobre o fenômeno nazista e sua localização política e ideológica em 1973. Esse ano foi um momento chave de definições dentro da Juventude Peronista, que incluiu uma discussão e uma disputa com a Tendência Revolucionária sobre o significado do "socialismo nacional" avalizado publicamente por Perón anos antes.

Palavras-chave


Demetrios; Trotskismo; Nazismo; Peronismo; Socialismo nacional

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2013v6n11p169



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS