O estudante de Ensino Médio nas comunidades virtuais “eu amo história” e “eu odeio história” e uma questão antiga: para quê serve a história?

Márcia Elisa Teté Ramos

Resumo


Problematiza o que os alunos de Ensino Médio (14-19 anos) pensam sobre a história e o ensino de história em um espaço virtual. A partir do Orkut, rede de relacionamentos virtuais, investiga as comunidades virtuais vinculadas à discussão sobre a história e seu ensino, destacando os comentários postados em fóruns (instância de debates de determinado tema). Discute a natureza das fontes virtuais e justifica a sua utilização como material de pesquisa histórica. Considera as novas formas de se pensar a realidade no construto identitário/comunitário do sujeito que vivencia a cibercultura e logo após, destaca o significado que os internautas imprimem à história e ao seu ensino, em especial, o “sentido prático” deste campo de conhecimentos e/ou disciplina escolar.


Palavras-chave


Ensino de História. Comunidades Virtuais. Ensino Médio. Juventude. Cultura Midiática.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2012v5n10p665



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS