A História dos Cristãos-Novos no Brasil Colonial e a Escrita nos Livros Didáticos: um Estudo Comparativo

Helena Ragusa

Resumo


As referências acerca dos cristãos-novos no Brasil são vastas na historiografia brasileira. Fugidos das perseguições ibéricas, milhares de judeus convertidos vieram se estabelecer na colônia com o intuito de aqui construírem uma nova vida. Cada vez mais surgem estudos que dedicados ao tema, apontam para as múltiplas possibilidades de se trabalhar com esses personagens, tendo em vista, as redes que aqui formaram envolvidos em uma série de atividades em diversos espaços e tempos diferentes. Nosso interesse consiste em analisar a presença de tais indivíduos em alguns livros didáticos, tanto àqueles voltados para o Ensino Fundamental quanto para o Ensino Médio, e que possuem em sua temática a História do Brasil, remontando à época do Descobrimento. O objetivo é perceber a forma como esses agentes vem sendo representados pela escrita da história apresentada por esses manuais, considerando, sobre esses últimos, o complexo universo que os constituem. Os cristãos-novos estiveram presentes durante todo o período de nossa colonização, podendo ser encontrados na sociedade que passaram a integrar, uma série de elementos de sua cultura que ainda se fazem presentes nos dias de hoje. Através de fontes variadas, tais como os próprios livros didáticos, este estudo visa compreender como se constrói o conhecimento histórico acerca de nossa formação frente a uma sociedade predominantemente cristã, o que acreditamos influenciar significativamente no tipo de ensino e aprendizagem pretendido pelas escolas e pelos agentes que as constituem como é o caso dos livros didáticos, parte da cultura material escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2012v5n9p489



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br