Etnogénesis en las fronteras entre Brasil, Surinam y Gua-yana Francesa, siglos XVII-XX: más aproximaciones

Flávio Gomes

Resumo


Neste artigo voltamos a analizar os procesos históricos de transformações étnicas e de etnogenesis nas fronteiras amazónicas, especialmente entre Brasil, Suriname e Guiana Francesa. Com registros da documentação colonial e pós-colonial, do século XVII ao XX é possível abordar os movimentos migratórios de diferentes grupos étnicos – em parte  indígenas, africanos, seus descendentes e outros setores coloniais – nas áreas de fronteiras, considerando as conexões culturais. Surgem diferentes narrativas e imagens sobre a formação destes grupos e suas funções nas áreas de fronteiras e disputas territoriais transnacionais.


Palavras-chave


Fronteiras transnacionais; Guiana Francesa; Suriname.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2011v4n8p631



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS