Comemorações num (in)certo Eldorado: etnicidade e festas no Sul do Brasil (1980-2002)

Emerson César Campos

Resumo


Existem muitas festas, nacionalmente conhecidas, desde o Sul do Brasil, que celebram motivações primeiras, como etnicidade e lugares de memória. Neste contexto, a paisagem catarinense é certamente um grande campo de análise. No presente artigo são apresentadas reflexões sobre as construções dos sentidos étnicos que se estendem sobre as celebrações coletivas postas em Santa Catarina, desde a análise dos festejos do Centenário da Colonização e da criação da Festa das Etnias em Criciúma, sul do estado, cidade e região, que até a década de 1990 celebrou as conquistas e derrotas engendradas por ação extrativista mineral, e que a fez ser reconhecida no Brasil como a capital brasileira do carvão. Esta narrativa foi possível graças ao cruzamento de fontes de diferentes tipologias: orais e documentos oficiais e escritos sugeridos pela historiografia correlata ao tema. Desta forma, foi possível perceber que as celebrações festivas fundam e transformam a paisagem sociocultural catarinense.


Palavras-chave


Cidade; Comemorações; Festas; Etnicidade; Cultura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2013v6n11p149



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS