Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Advances in Nursing and Health?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

POLÍTICA EDITORIAL

A Advances in Nursing and Health (ANH) tem como missão publicar resultados de pesquisas científicas e de inovação tecnológica em enfermagem e demais áreas da saúde, que contribuam para o avanço científico e construção de evidências para a prática profissional.

Possui formato eletrônico e publica artigos inéditos, nas categorias: Artigo Original, Revisão Sistemática/Integrativa, Relato de Experiência, Editorial e Cartas ao Editor, disponibilizados nos idiomas inglês, português e espanhol. Números especiais são publicados a critério do Conselho de Editores.

O periódico adota a revisão por partes (peer review) de forma a garantir o sigilo dos dados de autores e avaliadores. A ANH segue as normas dos Requisitos Uniformes para manuscritos apresentados a periódicos biomédicos (Estilo Vancouver), para maiores informações acesse: http://www.icmje.org/recommendations/.

Todos os artigos submetidos à revista devem seguir os preceitos éticos, sendo obrigatório o envio da cópia de aprovação do Comitê de Ética para pesquisas envolvendo seres humanos e da aprovação do Comitê de Ética no uso de Animais, quando se tratar de pesquisas que envolvam animais. Pesquisas experimentais ou teóricas, realizadas com patrimônio genético brasileiro, devem estar cadastradas no Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado (SisGen).

A revista adota o código de conduta ética descrito pelo Commitee on Publication Ethics (COPE) (http://publicationethics.org) e de Boas Práticas de Editoração do Code of Conduct and Best Practice Guidelines for Journal Editors (http://publicationethics.org/resources/code-conduct). Ensaios Clínicos deverão apresentar o número do registro de aprovação de ensaios clínicos (http:// http://www.ensaiosclinicos.gov.br/).

Os artigos deverão ser submetidos exclusivamente à ANH, não sendo permitida a submissão concomitante a outros periódicos. A revista utiliza ferramentas para verificação de similaridade e plágio nos textos.


CATEGORIA DOS MANUSCRITOS

  • Editorial: texto que aborde um tópico de interesse para a comunidade científica de enfermagem e saúde. A extensão máxima deve ser de duas (2) páginas e poderão incluir até duas (2) referências, quando necessário. 
  • Cartas ao editor: incluem cartas que visam discutir artigos recentemente publicados pela revista ou relatar pesquisas originais e achados científicos significativos. Deve possuir no máximo uma (1) página. 
  • Artigo original: pesquisa original e inédita, inovadora para a ciência e prática da área de enfermagem e saúde. Devem possuir no máximo quinze (15) páginas, incluindo resumos, tabelas, quadros e referências. A ANH não publica artigos partes de teses ou dissertações. 
  • Artigo de revisão: pesquisa que apresenta de forma integrada e sistematizada evidências científicas, de modo a contribuir para o avanço do conhecimento sobre o tema investigado. Serão aceitos os métodos de revisão sistemática (com ou sem metanálise) e revisão integrativa. Poderá possuir até vinte (20) páginas, incluindo resumos, tabelas, quadro e referências.
  • Relato de experiência: estudo que descreve uma situação da prática (ensino, assistência, pesquisa ou gestão/gerenciamento), estratégias de intervenção e avaliação, de interesse para a atuação profissional. Deve conter um máximo de quinze (15) páginas, incluindo resumos e referências. 

 

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOS MANUSCRITOS

A Editora Científica Chefe realiza a primeira avaliação do manuscrito, visando apreciar sua contribuição para o avanço científico e para a construção de evidências para a prática profissional, a qualidade teórica, metodológica e estrutural do texto e a adequação à política editorial da revista. Após aprovado na pré-análise, é direcionado a um editor associado que o encaminhará aos consultores Ad Hoc para a peer review.

De acordo com as considerações dos Consultores Ad Hoc e Editor Associado, o Editor Científico Chefe definirá pela Aprovação, Recusa ou Reformulação do artigo.

 

TAXAS DE PROCESSAMENTO DOS MANUSCRITOS

Os autores deverão arcar com as taxas de submissão, publicação do artigo e de tradução para os idiomas inglês e espanhol.

  • Taxa de submissão: FREE 
  • Taxa de publicação: valor de 200,00 (duzentos reais), cujo pagamento deverá ser efetuado no momento do aceite do manuscrito para publicação. 

Procedimentos para pagamento das taxas de submissão e publicação

As taxas deverão ser pagas por meio de transferências/depósitos bancários para:

Favorecido: Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina

CNPJ: 03.061.086/0001-50

Banco Itaú

Agência: 4113       

Conta Corrente: 16796-1

Traduções e revisões:após aprovação do artigo para publicação, será solicitado que os autores providenciem as traduções do texto para mais dois idiomas (inglês e espanhol). Os custos com as traduções e revisões são de responsabilidade dos autores, os quais deverão escolher empresas credenciadas pela revista, que fornecerão o certificado de tradução do artigo.

 
DOCUMENTOS PARA SUBMISSÃO ONLINE


Carta de Apresentação (cover letter): o autor deve explicar ao Editor porque o seu artigo deve ser publicado na ANH e qual a contribuição ao conhecimento dos resultados apresentados no artigo e a sua aplicabilidade prática; 

Declaração de Responsabilidade, Transferência de Direitos Autorais, Contribuição de Autoria e Conflitos de Interesse: os autores devem estar cientes do conceito de autoria adotado pela revista, ceder os direitos patrimoniais do artigo à ANH, informar qualquer potencial conflito de interesse, incluindo interesses políticos e/ou financeiros associados a patentes ou propriedade, provisão de materiais e/ou insumos e equipamentos utilizados no estudo pelos fabricantes, assinada por todos os autores conforme Modelo. A ANH utiliza-se a Licença Creative Commons – Licença CC BY (http://creativecommons.org/licenses), versão 4.0, que permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original ao autor e conferindo os devidos créditos de publicação a esta revista. 

As especificações sobre quais foram as contribuições individuais de cada autor na elaboração do artigo conforme os critérios de autoria do International Committee of Medical Journal Editors, o qual determina que o reconhecimento da autoria deve estar pautado na contribuição substancial relacionada aos seguintes aspectos: Concepção e projeto ou análise e interpretação dos dados;  Redação do artigo ou revisão crítica relevante do conteúdo intelectual; Aprovação final da versão a ser publicada. Essas três condições devem ser integralmente atendidas.

Parecer de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos: pesquisas envolvendo seres humanos desenvolvidas no Brasil, conforme o capítulo XII.2 da Res. CNS 466/2012, devem apresentar a documentação comprobatória de aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) e/ou Conselho Nacional de Pesquisa (CONEP), quando for o caso. Pesquisas envolvendo seres humanos desenvolvidas em outros países devem apresentar a documentação ética local.

Declaração de Registro de Patrimônio Genético: pesquisas experimentais ou teóricas, realizadas com patrimônio genético brasileiro, devem estar em conformidade com a Portaria SECEX/CGEN nº 1 de 2017, e apresentar documentação comprobatória de cadastro no Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado (SisGen).

Página de Título (Title Page): em formato WORD, conforme modelo.

Documento Principal (Main Document): em formato WORD, conforme instruções detalhadas nas normas e instruções para submissão dos manuscritos.

Documentos Suplementares: neste campo os autores poderão anexar outros documentos que considerarem pertinentes ou complementares ao manuscrito. Caso tenham utilizados instrumentos validados por outros pesquisadores, deverão anexar um documento que comprove a autorização dos autores para a sua utilização.

 

NORMAS E INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DOS MANUSCRITOS

Os artigos devem estar em concordância com os guias da Rede Equator, de acordo com o tipo de pesquisa:

  • Todos os artigos devem seguir o guia Revised Standards for Quality Improvement Reporting Excellence (SQUIRE 2.0) – (checklist). 
  • Ensaio clínico randomizado – CONSORT (checklist e fluxograma).
  • Revisões sistemáticas e metanálises – PRISMA (checklist e fluxograma).
  • Estudos observacionais em epidemiologia – STROBE (checklist). 
  • Estudos qualitativos – COREQ (checklist). 
A Rede EQUATOR disponibiliza um quadro com a indicação de guias para variados tipos de estudos e seus respectivos links (http://www.equator-network.org/library/resources-in-portuguese-recursos-em-portugues/).

Artigos que apresentem resultados parciais ou integrais de ensaios clínicos desenvolvidos no Brasil, devem apresentar comprovante de registro da pesquisa clínica ou comprovante de submissão na base de dados do Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (ReBEC). Para casos anteriores a data de publicação da RDC 36, de 27 de junho de 2012 da Agência de Vigilância Sanitária, ou para estudos desenvolvidos em outros países, serão aceitos comprovantes de registro em outras plataformas da Internacional Clinical Trials Registration Platform (ICTRP/OMS).

Artigos que apresentem resultados parciais ou integrais de pesquisas experimentais ou teóricas, realizadas com patrimônio genético brasileiro, devem apresentar comprovante de registro no Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado (SisGen).

Preparo do manuscrito

A revista ANH adota as normas de publicação “Requisitos Uniformes” (Estilo Vancouver).

Serão aceitos artigos nos idiomas português, inglês e espanhol.

Estrutura do artigo

Os artigos devem conter os tópicos de introdução, método, resultados, discussão e conclusão, não sendo permitidas subseções.

Seguir as normas descritas abaixo:

Página de Título (Title Page)

  • O título do manuscrito com, no máximo, 15 palavras e apresentado no idioma do artigo. 
  • Não usar caixa alta no título.
  • Os nomes completos e sem abreviações dos, no máximo, seis autores e as informações de formação, titulação, instituição, cargo, local, e-mail e ORCID (obrigatório). 
  • Seção a que o manuscrito se destina.
  • Indicação do nome completo do Autor correspondente, seu endereço institucional e e-mail. 
  • A Title Page deve ser inserida em arquivo separado do Documento Principal. 

Documento Principal (Main Document)

  • Deve conter o título, o resumo com descritores e o corpo do manuscrito (não coloque qualquer identificação dos autores). 
  • Somente no idioma do artigo.
  • Arquivo no formato Word (.doc ou .docx ou .rtf). 
  • Layout da página: tamanho A4, com dimensões 21 cm X 29,7 cm ou 8,3” X 11,7”. Margens superiores, inferiores e laterais de 2,5 cm (1”)  e parágrafos de 1,25 cm.
  • Fonte Times New Roman 12 (em todo o texto, incluindo tabelas, figuras e gráficos). 
  • Espaçamento duplo entre linhas do título até as referências, exceto nas tabelas em que deve ser utilizado espaçamento simples. 
  • Caso sejam necessários destaques ao longo do texto, utilizar o recurso Itálico. Não serão aceitas palavras em negrito, sublinhadas, caixa alta e outros marcadores no corpo do arquivo. 
  • Os títulos das seções deverão ser redigidos em Negrito, com caixa alta somente na primeira letra de cada seção. 
  • Ao final do texto deverão ser informados os agradecimentos e/ou apoio financeiro para o desenvolvimento da pesquisa. 

Título

O título do manuscrito com, no máximo, 15 palavras e apresentado somente no idioma em que o artigo for submetido. Utilizar negrito. Itens não permitidos: abreviações, caixa alta, siglas e localização geográfica da pesquisa.

Resumo

O resumo deve ser apresentado no mesmo idioma do manuscrito com, no máximo, 250 palavras. Justificado, em único parágrafo e sem recuos. Formato estruturado: Objetivo; Métodos; Resultados; e Conclusão.

Os Ensaios Clínicos devem apresentar o número do registro de ensaio clínico ao final do resumo.

Pesquisas experimentais ou teóricas, realizadas com patrimônio genético brasileiro, devem apresentar o número de cadastro no SisGen.

Itens não permitidos: siglas, exceto as reconhecidas internacionalmente; citações de autores.

Descritores

Apresentar de três a seis descritores, selecionados da lista do Medical Subject Headings (MeSH) ou vocabulário Descritores em Ciências da Saúde (DeCs). Deverão ser apresentados nos idiomas português, inglês e espanhol. Separá-los por ponto e vírgula. Utilizar caixa alta na primeira letra de cada descritor.

Introdução

Deve refletir de forma concisa e objetiva o problema investigado, a lacuna de conhecimento, justificativa para a realização e o objetivo do estudo. Utilizar o tempo verbal infinitivo para a redação do objetivo. Incluir referências atualizadas e de abrangência nacional e internacional.

Método

Deve conter o tipo de estudo, local, período, população, critérios de inclusão e exclusão, população e amostra, variáveis, procedimentos de coleta de dados, análise de dados e procedimentos éticos adotados.

Para pesquisas com dados primários envolvendo seres humanos, os autores deverão citar o número de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisas Envolvendo Seres Humanos.  Estudos do tipo Ensaio Clínico deverão incluir o número de registro.

Resultados

Deve apresentar apenas os achados do estudo, não incluir interpretações ou comparações. O texto contempla e não repete o que está apresentado em tabelas e figuras.

Discussão

Utilizar artigos científicos recentes para fundamentar as discussões. Pontuar as limitações e contribuições do estudo para o avanço da prática profissional e para a formação de evidências científicas em enfermagem e saúde.

Conclusão

Deve ser direcionada a responder o objetivo do estudo. Não utilizar referências nesta seção.

Tabelas

Inseridas no corpo do próprio artigo e não em documentos separados. São permitidas no máximo 5 (cinco) tabelas e/ou figuras.

Formatação: elaboradas em Microsoft Word, de forma a permitir a edição caso necessária. Permitem-se apenas traços internos horizontais inferiores e superiores ao cabeçalho e para o encerramento da tabela.

Título de tabelas: em Negrito, localizado na parte superior, deve informar o objeto de estudo, variáveis apresentadas, seguidas por ponto final, Estado de realização do estudo, País e ano de coleta de dados. Citada obrigatoriamente no parágrafo que antecede sua apresentação. Exemplo: (Tabela 1).

Inserir fonte da tabela, quando utilizados dados secundários. Caso seja imprescindível a utilização de notas de rodapé nas tabelas, estas devem seguir a simbologia sequencial (*,†,‡,§,||,¶,**,††,‡‡) e ser apresentadas no interior da tabela e no rodapé de forma correspondente.

Para tabelas que ultrapassem uma página, indicar continuação no início da página seguinte.

Figuras

Considera-se como figuras: quadros, gráficos, imagens, desenhos, fluxogramas, etc. 

Título de figuras: em Negrito, abaixo das figuras. Citada obrigatoriamente no parágrafo que antecede sua apresentação. Exemplo: Figura 1.

Imagens com resolução mínima de 900 dpi, respeitando os preceitos éticos da Resolução 466/2012. Citar fonte ou autorização como nota de rodapé para reprodução de figura, quando aplicável. São permitidas figuras coloridas.

Citações no texto

Deve ser utilizado o Estilo Vancouver, numeradas consecutivamente. Os números de identificação dos autores devem ser indicados em algarismos arábicos, sobrescritos e entre parênteses, sem menção do nome dos autores. Exemplo: o foco da atenção do cuidado de enfermagem é o ser humano(7).

Se forem sequenciais, deverão ser indicados o primeiro e o último, separados por hífen, ex.: (1-4); quando intercalados, os números deverão ser separados por vírgula, ex.: (2,6,8). Obs: Os artigos que não apresentarem a ordem numérica rigorosa de citação serão devolvidos aos autores.

Local de inserção: quando inseridas ao final do parágrafo ou frase devem estar antes do ponto final e quando inseridas ao lado de uma vírgula devem estar antes da mesma.

Citações diretas (ipsis literes) devem ser evitadas e quando necessário apresentá-las entre aspas, sem itálico, tamanho 12, na sequência do texto. Itens não permitidos: espaço entre a citação numérica e a palavra que a antecede, indicação da página consultada, nomes de autores.

Falas de participantes: devem estar em itálico, fonte Times New Roman tamanho 10, sem aspas, com espaço simples e recuo de 2 cm da margem esquerda. É obrigatória a identificação da fala, codificada, apresentada ao final de cada fala entre parênteses e sem itálico.

Notas de Rodapé: devem ser indicadas no texto por asterisco, iniciadas a cada página, restritas ao mínimo necessário.

Referências

As referências devem estar numeradas consecutivamente na ordem que aparecem no texto pela primeira vez e estar de acordo com o (International Committee of Medical Journal Editors - ICMJE). Os títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo com List of Journals Indexed in Index Medicus (http://www2.bg.am.poznan.pl/czasopisma/medicus.php?lang=eng) e International Nursing Index.

O número de referências nos manuscritos limita-se a 30, exceto em artigos de Revisão de Literatura.

Atentar para: atualidade das referências (preferencialmente dos últimos cinco anos); prioridade de referências de artigos publicados em periódicos científicos.

Não há necessidade de referenciar a Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, que trata das diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos.

Todas as referências devem ser apresentadas de modo correto e completo. A veracidade das informações contidas na lista de referências é de responsabilidade do(s) autor(es).

No caso de usar algum software de gerenciamento de referências bibliográficas (p. ex.: EndNote), os autores deverão converter as referências para texto. 

Referências de artigos publicados em periódicos brasileiros bilíngues devem ser citadas no idioma INGLÊS e no formato eletrônico. Inserir DOI ou link de acesso em todas as referências.

Literatura cinzenta: devem ser evitadas citações de publicações, não convencionais, não indexadas, de difusão restrita e que em regra geral não apresentem ISBN, ISSN, ISAN ou DOI (teses, dissertações, trabalhos de conclusão de curso, apostilas, anais, portarias e publicações oficiais), exceto quando imprescindíveis ao manuscrito.

Os manuscritos extraídos de teses, dissertações e TCCs não devem citar o trabalho original nas referências. Esta informação deverá ser inserida na página de identificação.

Observação: trabalhos não publicados não deverão ser incluídos nas referências, mas inseridos em nota de rodapé. Para verificar exemplos de referências, consultar: http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html. Para as abreviaturas de títulos de periódicos em português, consultar: http://www.ibict.br e, em outras línguas, se necessário, consultar: International Nursing Index https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC198440/, Index Medicus http://www2.bg.am.poznan.pl/czasopisma/medicus.php?lang=eng ou National Center for Biotechnology Information https://www.ncbi.nlm.nih.gov/ .

 

ENVIO DOS MANUSCRITOS

Os artigos deverão, obrigatoriamente, ser submetidos por via eletrônica.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. Página de Título (Title Page)

    • Título do manuscrito (máximo de 15 palavras) no idioma do artigo, sem caixa alta. 
    • Nomes completos e sem abreviações dos autores (máximo 6) e as informações de formação, titulação, instituição, cargo, local, e-mail e ORCID (obrigatório).
    • Seção a que o trabalho se destina. 
    • Nome completo do Autor correspondente, seu endereço institucional e e-mail.
  2. Número de páginas (INCLUINDO resumo, descritores, tabelas, quadros e referências)

    • Editorial: 2 páginas e poderão incluir até 2 referências.
    • Cartas ao editor: no máximo 1 página.
    • Artigo original: no máximo 15 páginas.
    • Artigo de revisão: no máximo 20 páginas.
    • Relatos de experiência: no máximo 15 páginas.
  3. Resumo

    • Até 250 palavras, no idioma do trabalho, digitado com espaçamento duplo, justificado. 
    • Estruturado, contendo as seções: objetivo, métodos, resultados e conclusão.
  4. Descritores

    • Contém de 3 a 6 descritores, selecionados da lista do Medical Subject Headings (MeSH) ou vocabulário Descritores em Ciências da Saúde (DeCs).
    • Os descritores estão apresentados nos idiomas português, inglês e espanhol; separados por ponto e vírgula; com a primeira letra em caixa alta.
  5. Documento Principal (Main Document)

    • Foi elaborado no editor de texto Microsoft Word for Windows, espaçamento duplo entre linhas, fonte Times New Roman, tamanho 12, normal; com margens superior, inferior e laterais de 2,5 cm e parágrafos de 1,25 cm. 
    • O título é conciso e informativo, não excede 15 palavras. 
    • O objetivo do estudo esta descrito ao final da introdução. 
    • As seções são: Introdução, Método, Resultados, Discussão, Conclusão.
    •  Agradecimentos e/ou apoio financeiro para o desenvolvimento da pesquisa.
  6. Tabelas e figuras

    • Há no máximo 5 tabelas, quadros e/ou figuras. 
    • Estão apresentados no corpo do texto em ordem sequencial, numeradas em algarismos arábicos.
    • Título em negrito, localizado na parte superior no caso de tabelas ou inferior no caso de figuras. Contém o objeto de estudo, variáveis apresentadas, seguidas por ponto final, Estado de realização do estudo, País e ano de coleta de dados. 
    • Fonte da tabela, quando utilizados dados secundários. 
    • As tabelas não possuem traços internos.
    • A fonte é Times New Roman, tamanho 12.
    • Espaçamento SIMPLES entre linhas.
  7. Citações

    • Os números de identificação dos autores estão indicados em algarismos arábicos, sobrescritos e entre parênteses, antes do ponto ou vírgula. Se forem sequenciais, deverão ser indicados o primeiro e o último, separados por hífen, ex:(1-4); quando intercalados, os números deverão ser separados por vírgula, ex.:(2,4,8)
    • Citações "ipsis literes": entre aspas, sem itálico, tamanho 12, na sequência do texto. 
    • Falas de participantes: itálico, fonte Times New Roman tamanho 10, sem aspas, na sequência do texto. Há identificação da fala, codificada, apresentada ao final de cada fala entre parênteses e sem itálico.
  8. Referências

    • Estilo Vancouver. 
    • Máximo de 30 referências, exceto em artigos de Revisão de Literatura. 
    • Atualizadas (de preferência dos últimos 5 anos)
    • As referências que estejam disponíveis online em Inglês devem ser citadas em Inglês.
  9. Documentos para submissão on-line

    • Carta de Apresentação (Cover letter). 
    • Declaração de Responsabilidade, Transferência de Direitos Autorais e Conflitos de Interesse assinada por todos os autores.
    • Aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, quando for o caso.
    • Comprovante digital do pagamento da taxa de submissão.
    • Página de Título (Title Page), em formato WORD.
    • Documento Principal (Main Document), em formato WORD.
 

Declaração de Direito Autoral

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

Taxas para autores

Este periódico cobra as seguintes taxas aos autores.

Submissão de artigo: 0,00 (BRL)

  • Taxa de submissão: FREE

Publicação de artigo: 200,00 (BRL)

  • Taxa de publicação: valor de 200,00 (duzentos reais), cujo pagamento deverá ser efetuado no momento do aceite do manuscrito para publicação. 

Forma de pagamento: depósito ou transferência

Favorecido: Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina

CNPJ: 03.061.086/0001-50

Banco Itaú

Agência: 4113

Conta Corrente: 16796-1

As orientações de como enviar o comprovante de pagamento da taxa de submissão estão descritas em Instruções aos autores.