Ciberespaço e o ensino: análise das redes sociais no ensino fundamental II na Escola Estadual Professor Viana e na escola particular Colégio Atenas no município de Alfenas-MG

ELIAS BARBOSA DE LIMA FILHO

Resumo


Esse artigo busca averiguar as alterações sociais e subjetivas que estão sendo produzidas na atualidade a partir do surgimento das redes sociais e suas tecnologias, principalmente nas vivências do espaço escolar.  A discussão sobre a relação existente entre os alunos com o espaço virtual é de extrema importância, sobretudo para compreender os desafios dos professores e alunos, bem como a responsabilidade do Estado frente aos processos sociais.  A pesquisa aqui apresentada, são apontamentos do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como parte dos requisitos para obtenção do título de Licenciatura em Geografia pela Universidade Federal de Alfenas, no ano de 2017. O trabalho consiste em levantamento bibliográfico e análise de questionários, o qual foram entrevistados alunos e professores do 8º e 9º ano da Escola Estadual Professor Viana e do Colégio Particular Atenas, apresentando um diagnóstico sobre o uso das redes sociais e suas tecnologias presentes na rede de internet. Diante das análises dos questionários, pouco é aproveitado mediante a oferta disponível em rede. Mediante um espaço cada vez mais informatizado, as situações atuais levam o professor e a gestão escolar a pensar em novas metodologias e soluções, pensar o aluno e o os novos objetos de aprendizagem num processo único, mesmo quando o sistema é desfavorável a construção social e quando não políticas públicas que incentivem e deem suporte a essas novas práticas.


Palavras-chave


Sociedade Virtual - Educação Tecnológica - Mediação do Conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


BAPTISTA, Michele Marques. Internet: auxílio à educação. BIBLOS: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Rio Grande, Brasil, v. 29, n. 2, 201. /Mai. 2004.

SILVA, Fábio Gonçalves da; CARNEIRO, Celso Dal Ré. Geotecnologias como recurso didático no ensino de geografia: Experiência com o Google Earth. Caminhos de Geografia Uberlândia v. 13, n. 41 mar/2012 p. 329-342.

CORRÊA, J. Sociedade da informação, globalização e educação à distância. São Paulo: Senac, 2007.

CORRÊA, Roberto Lobato. Dimensões de análise das redes geográficas. p. 107-118. In: CORRÊA, R.L. Trajetórias Geográficas. 3.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

HARVEY, David, A condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1993, p.220

HARVEY, David. A produção capitalista do espaço. Tradução Carlos Szlak. Coordenação Antônio Carlos Robert Moraes. São Paulo: Annablume, 2005.

GETSCHKO, Demi. Internet, mudança ou transformação? p.49-52. In: BARBOSA, A, F. Pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e da comunicação no Brasil 2008. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2009.

GIBSON, William. Neuromancer. São Paulo: Aleph, 2002. 1° edição em 1984.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34. 1999.

LEVY, Pierre. A inteligencia coletiva: por uma antropologia do ciberespaco. 5. ed. São Paulo: Loyola, 2007.

LOPES, Alice Casimiro; LÓPEZ, Silvia Braña. A performatividade das políticas de currículo: O caso do Enem. Educação em revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 01, p. 89-110, abr. 2010.

PIRES, Hindenburgo Francisco. Reflexões sobre o advento da cibergeografia ou o surgimento da geografia política do ciberespaço: contribuição a crítica à geografia crítica. Disponível em: http://www.cibergeo.org/cms/artigos-em-anais. Acesso em: 17/10/2015.

PIRES, Hindenburgo Francisco. Redes Sociais Colabotativas em Rede. Terra Livre. São Paulo. Ano 26, v.1, n.34. 17 a 36. Jan-Jun. 2010.

SACRAMENTO, Ana Claudia Ramos; Cap. 1.: A mediação do conhecimento: A importância de se pensar o trabalho docente de geografia. p. 11-29 In: SACRAMENTO, A. R; ANTUNES, C. F; SANTANA FILHO, M. M. Ensino de Geografia: Produção do espaço e processos formativos. 1.Ed. -Rio de Janeiro: Consequência, 2015. 392p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com