A GEOPOLÍTICA ALEMÃ E A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Wesley de Souza Arcassa

Resumo


Resumo: A Geopolítica, suas concepções e vicissitudes são indissociáveis das turbulências e tragédias do século XX. Esta pode ser compreendida como um dos descendentes diretos do inquietante desejo humano de construir uma ciência do poder. Assim, a Geopolítica graças a uma apreensão “científica” das interações entre o homem e o espaço torna possível ascender às leis do poder. O presente trabalho tem como objetivo compreender as ideias e teorias estabelecidas pelo general alemão Karl Ernst Nikolas Haushofer (1869-1946), autor clássico da Geopolítica. Além disso, busca-se analisar o grau de influência de Haushofer e da Geopolitik alemã perante as decisões estratégicas arquitetadas pelo III Reich, desde a subida de Hitler ao poder até o fim do regime nazista em maio de 1945. A Geopolítica, quaisquer que sejam as contribuições de Haushofer e da Geopolitik alemã, não poderia deixar de ser levada, após a Segunda Guerra Mundial, na derrocada das utopias científicas. Por conseguinte, deve-se ressaltar que os debates realizados em torno do suposto envolvimento de Haushofer com a política expansionista alemã são marcados por um misticismo e obscurantismo. Por vezes, este tipo de posicionamento torna-se até mesmo de cunho ideológico, reduzindo a obra do autor a mero instrumento difusor das teorias nazistas. Nesse sentido, busca-se com o trabalho abordar os aspectos biográficos, bem como a produção teórica do autor. Isso porque, as teorias e ideias preconizadas por Haushofer tiveram grande impacto, tanto durante a Segunda Guerra Mundial, quanto na produção posterior do campo de estudo da Geopolítica.

 

Palavras-chave: Geopolitik Alemã; Karl Haushofer; Instituto de Munique.


Palavras-chave


Geopolitik Alemã; Karl Haushofer; Instituto de Munique.

Texto completo:

PDF

Referências


CASTRO, Iná Elias de. Geografia e Política: território, escalas de ação e instituições. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

CLAVAL, Paul. Espaço e Poder. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979.

COSTA, Wanderley Messias da. Geografia Política e Geopolítica: discursos sobre o território e o poder. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.

DEFARGES, Philippe Moreau. Introdução à Geopolítica. Lisboa: Gradiva, 2003.

DORPALLEN, Andreas. The World of General Haushofer: geopolitics in action. Nova York: Pairar & Rinehart, 1942.

FEST, Joachim C. Hitler. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1976.

GRAY, Colin S.; SLOAN, Geoffrey (Org.). Geopolitics, Geography and Strategy. Londres/Portland: Frank Cass, 1999.

HAUSHOFER, Karl. De la Géopolitique. Paris: Fayard, 1986.

LACOSTE, Yves. A Geografia: isso serve em primeiro lugar, para fazer a guerra. 14. ed. Campinas: Papirus, 2008.

MARTIN, André Roberto. Fronteiras e Nações. 2. ed. São Paulo: Contexto, 1994.

______. Geopolítica e Ideologia na Segunda Guerra Mundial. In: COGGIOLA, Osvaldo (Org.). Segunda Guerra Mundial: um balanço histórico. São Paulo: Xamã, 1995.

MELLO, Leonel Itaussu Almeida. Quem Tem Medo da Geopolítica? São Paulo: Hucitec/Editora da Universidade de São Paulo, 1999.

Ó THUATHAIL, Gearóid; DALBY, Simon; ROUTLEDGE, Paul. The Geopolitcs Reader. 2. ed. Londres: Routledge, 2006.

RATZEL, Friedrich. O Solo, a Sociedade e o Estado. In: Revista do Departamento de Geografia. São Paulo: USP/DG, n. 2, 1983.

SILVA, Altiva Barbosa da. Povo Sem Espaço ao Espaço Sem Povo: uma análise da Zeitschrift fur Geopolitik. 152f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

TOSTA, Octavio. Teorias Geopolíticas. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1984.

VESENTINI, José William. Novas Geopolíticas. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2005.

VICENS VIVES, Jaume. Tratado General de Geopolítica. Barcelona: Vicens-Vives, 1951.

VIGEVANI, Tullo. A Segunda Guerra Mundial. São Paulo: Moderna, 1990.

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

WEIGERT, Hans W. Geopolitica: generales y geógrafos. 2. ed. Cidade do México: Fondo de Cultura Econômica, 1944.

WHITTLESEY, Derwent. German Strategy of World Conquest. Nova York/Toronto: Farrar & Rinehart, 1942.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com