COMPARTIMENTAÇÃO DO RELEVO DE FORMA AUTOMATIZADA EM AMBIENTE SIG NA BACIA HIDROGRÁFICA AREAL DO LIMEIRA, CACEQUI/RS

Lucas Krein Rademann, Romario Trentin

Resumo


Nos últimos anos tem se buscado a utilização de SIGs e de ferramentas de geoprocessamento avançadas para a realização de mapas geomorfológicos, buscando mais agilidade e precisão na obtenção dos dados. Sob esta perspectiva o presente trabalho tem por objetivo realizar a compartimentação do relevo, através do uso de geomorphons da Bacia Hidrográfica do Rio Areal do Limeira no município de Cacequi/RS. Para a realização da compartimentação do relevo foram utilizadas as imagens de radar ALOS PALSAR, com resolução espacial de 12,5 metros, disponibilizadas pela ASF. A metodologia utilizada para determinação dos geomorphons se baseia na variação de altura, distância e ângulo zenital entre os pixels para a determinação das feições do relevo permitindo determinar dez diferentes geomorphons. Na área de estudo houve um predomínio das classes de slope e spurs, que estão associadas às vertentes alongadas características das colinas da área de estudo. Desta forma a classificação do relevo de forma automatizada através do uso dos geomorphons se mostrou bastante eficiente, com grande rapidez e precisão na obtenção dos dados gerando um material que auxilia na compreensão do relevo e os processos atuantes, tendo um uso potencial no planejamento e ordenamento territorial.

Palavras-chave


Geomorphons; Cartografia Geomorfológica; Análise ambiental

Texto completo:

PDF

Referências


BACCARO, C. A. D.; Processos Erosivos no Domínio do Cerrado. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S.; BOTELHO, R. G. M; Erosão e Conservação dos Solos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005, pg 195-227.

CHAGAS, C. S. Mapeamento digital de solos por correlação ambiental e redes neurais em uma bacia hidrográfica no domínio de mar de morros. 2006. Tese de Doutorado (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa.

IWAHASHI, J.; PIKE, R. J. Automated classifications of topography from DEMs by an unsupervised nested-means algorithm and a three-part geometric signature. Geomorphology 86(3-4): 409-440, 2007.

JASIEWICZ, J.; STEPINSKI, T. F. Geomorphons a Pattern Recognition Approach to Classification and Mapping of Landforms. Geomorphology, v.182, pag. 147–156, 2013.

MOORE, I.D., GRAYSON, R.B., LADSON, A. R. Digital terrain modeling: A review of Hydrological, geomorphological an biological applications. Hydrological Processes, v. 5, p. 3-30, 1991.

MOORE, I. D.; GESSLER, G.A.; PETERSON, G. A. Soil attribute prediction using terrain analysis. Soil Science Society of America Journal, v.57, p.443-452, 1993.

RADEMANN, L. K., TRENTIN, R., ROBAINA, L. E. S.; Análise das formas de relevo do município de Cacequi – RS. Revista Ciência e Natura, Santa Maria, v.38, n.1, p. 179-188, 2016.

ROBAINA, L. E. S., TRENTIN, R., ACHKAR, M. Distribuição e identificação de elementos do relevo, gerados automaticamente, no território do Uruguai. Anais... XVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA FÍSICA APLICADA, Campinas, 4741-4749, 2017.

ROBAINA, L.E.S., TRENTIN, R., LAURENT, F. Compartimentação do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, Através do uso de Geomorphons obtidos em classificação topográfica automatizada. Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v.17, n.2, (Abr-Jun) p.287-298, 2016.

ROBAINA et al. Aplicação de geomorphons para a classificação do relevo no estado do Tocantins, Brasil. Revista Ra’E Ga, Curitiba, v.41 Temático de Geomorfologia, p.37-48, 2017.

SALOMÃO, F. X. T; Controle e Prevenção de Processos Erosivos. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S.; BOTELHO, R. G. M; Erosão e Conservação dos Solos, Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, pg 229-267, 2005.

SCHMIDT, J.; DIKAU, R. Extracting geomorphometric attributes and objects from digital elevation models — semantics, methods, future needs. In: DIKAU, R.; SAURE, H. (Eds.). GIS for Earth Surface Systems — Analysis and Modelling of the Natural Environment. 1. ed. 48 Berlim: Schweizbart’sche Verlagsbuchhandlung , 1999. p. 153–173.

SHARY, P., SHARAYA, L., MITUSOV, A.; Fundamental quantitative methods of land surface analysis. Geoderma v. 107, 1–32, 2002.

SILVEIRA, C. T. et al. Classificação automatizada de elementos de relevo no estado do Paraná (Brasil) por meio da aplicação da proposta dos geomorphons. Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v.19, n.1, (Jan-Mar) p.33-57, 2018.

SILVEIRA, C. T. OKA-FIORI, C.; SANTOS, L. J. C; SIRTOLI, A. E.; SILVA. Pedometria apoiada em atributos topográficos com operações de tabulação cruzada por álgebra de mapas. Revista Brasileira de Geomorfologia, v.13, n.2, p.125- 137, 2012.

SPEIGHT, J. G. Parametric description of land form. In: G. A. Stewart (Ed.), Land evaluation, p. 239-250. Australia: Macmillan, 1968.

TRENTIN, R., ROBAINA, L. E. S. Classificação das Unidades de Relevo Através de Parâmetros Geomorfométricos. Revista Mercator, Fortaleza, v. 15, n.3, p. 53-66, jul./set., 2016.

VALERIANO, M. M. Curvatura vertical de vertentes em microbacias pela análise de modelos digitais de elevação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.7, n.3, p.539-546, 2003.

VALERIANO, M. M. Modelo digital de variáveis morfométricas com dados SRTM para o território nacional: o projeto TOPODATA. Anais... XII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, Goiânia, Brasil, INPE, p. 3595-3602, 16-21 abril 2005.

VALERIANO, M. M.; CARVALHO JÚNIOR, O, A. Geoprocessamento de modelos digitais de elevação para mapeamento da curvatura horizontal em microbacias. Revista Brasileira de Geomorfologia, v 4, n.1, p.17-29, 2003.

WILSON, J. P.; GALLANT, J. C. (eds.). Terrain analysis: principles and applications. New York: John Wiley & Sons, p.1-27, 2000.

WOOD, J. The geomorphological characterisation of digital elevation models. Leicester, UK. 185p. PhD Thesis - University of Leicester, 1996. Disponível em: http://www.soi.city.ac.uk/~jwo/phd.


Apontamentos



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com