DA GUERRA ÀS DROGAS À HIPERMILITARIZAÇÃO DO COTIDIANO

Giovane Matheus Camargo, Marcelo Bordin, Pedro Rodolfo Bode de Moraes

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discutir e problematizar em que medida a política criminal de drogas opera como um motor de hipermilitarização que transcende a segurança pública e alcança a dimensão da vida cotidiana, intensificando a utilização do aparato policial/militar nas práticas de controle social destinadas aos territórios periféricos e às populações marginalizadas das cidades brasileiras. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com
logo Diadorim