A GUERRA DO CONTESTADO E O LEGADO PARA A REGIÃO CATARINENSE: POBREZA E DESIGUALDADE NO MUNICÍPIO DE TIMBÓ GRANDE

Eliane Barbosa Santos Pagani

Resumo


O artigo contextualiza a pobreza no município de Timbó Grande no Contestado Catarinense, território que foi palco da batalha final da Guerra do Contestado, maior guerra civil brasileira entre os anos de 1912 e 1916, pela disputa de terra e poder entre os estados de Santa Catarina e Paraná. Desenvolve a hipótese de que a forma como o Brasil tratou a propriedade privada da terra é determinante para a existência da desigualdade e consequentemente da pobreza na região do Contestado. Trata sobre o enfrentamento da pobreza à luz dos referenciais neoliberais apregoados pelo Banco Mundial. Considera a ampliação dos investimentos públicos nos programas federais de transferência de renda de corte social e a diminuição dos índices de pobreza, contudo, problematiza os limites de tais programas. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com