ABORDAGEM SOBRE TRABALHO E GÊNERO NAS OCUPAÇÕES DA CIDADE INDUSTRIAL DE CURITIBA (CIC)

Jéssica Cristina Lozovei

Resumo


Não é possível conceber o espaço urbano sem fazer a conexão com as lutas que são geradas a partir dele e das histórias dos sujeitos que o compõem. A falta de moradia é um importante fator gerador de conflitos na cidade, a partir disso é possível ver a forma como o Estado produz e reproduz as segregações espaciais. Este trabalho tem a finalidade de fazer uma análise dos sujeitos que se encontram nas ocupações da Cidade Industrial de Curitiba (CIC), através de uma pesquisa sobre as relações de trabalho e gênero das famílias ocupantes, e principalmente as vidas das mães de família e trabalhadoras entrevistadas. A pesquisa foi feita através de uma perspectiva de pesquisa participante, que exige um compromisso social do pesquisador com a comunidade por causa do processo de investigação-educação-ação. Através das entrevistas, foi possível verificar uma grande quantidade de mulheres na ocupação que não exercem atividade remunerada, e acabam se dedicando somente às atividades domésticas, e também para cuidar dos filhos no período em que não se encontram na escola. Essa análise permitiu compreender mais sobre a questão econômica que envolve as ocupações, sobretudo quanto ao trabalho feminino, seus limites e possibilidades no contexto das ocupações urbanas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com