Dinâmica territorial do Iata

Lucineide da Silva Teixeira

Resumo


O objetivo deste trabalho consiste em analisar a dinâmica territorial do Iata, abordando o processo histórico-geográfico no qual foram considerados os aspectos materiais e simbólicos. No contexto geral, buscamos traçar uma abordagem sobre os efeitos da desativação da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e a abertura das rodovias. Trazemos informações sobre a situação do campesinato diante das mudanças efetivas no território. O trabalho engloba a revisão bibliográfica e a pesquisa de campo, imprescindível para conferir a concretude das ideias refletidas.


Palavras-chave


Ferrovia; Colônia Agrícola; Território.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Januário. Mata virgem: terra prostituta. São Paulo: Terceira Margem, 2004.

BECKER, Berta. Amazônia. São Paulo: Ática, 1990.

______. Geopolítica na Amazônia: a nova fronteira de recursos. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

BERTAGNA, Beto. Brevíssima história da Madeira-Mamoré. Porto Velho, 2000.

CPT-RO. Comissão da Pastoral da Terra – Rondônia. Disponível em:

FERREIRA, Manoel. A ferrovia do diabo. São Paulo: Melhoramento, 1987.

HARDMAN, Francisco F. O Trem Fantasma: a modernidade nas selvas. São Paulo, Cia. das Letras, 1986.

HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritorialização: do “fim dos territórios” à multiterritorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HOBSBAWAM, Erik. Da Revolução Industrial Inglesa ao Imperialismo. Rio de Janeiro: Forense, 1986.

HUGO, Vitor. Cinquenta anos do Território Federal do Guaporé (1943-1993). Brasília: Editora Ser,1995.

KAUTSKY, Karl. A questão agrária. Tradução Otto Erich Walter Maas. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

MARTINS, José. Os camponeses e a política no Brasil: as lutas sociais no campo e seu lugar no processo político. Petrópolis: Vozes, 1986.

RICARDO, Cassiano. A marcha para oeste: a influência da bandeira na formação social e política do Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1940.

SAQUET, Marcos. Estudos territoriais: os conceitos de território e territorialidade como orientações para uma pesquisa científica. In: FRAGA, Nilson. (Org.) Territórios e fronteiras: (Re) arranjos e perspectivas. Florianópolis, Insular, 2011.

SILVA, Silvio. Verbete caboclo. In: MENEDES, Márcia (Org.) Dicionário da terra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

______. A floresta como dimensão territorial. In: FERNADES, Bernardo; MARQUES, Marta; SUZUKI, Júlio. (Org.). Geografia Agrária: teoria e poder. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

TEIXEIRA, Marcos; FONSECA, Dante. História regional: Rondônia. Porto Velho: Rondoniana, 2002.

THÉRY, Hervé. Rondônia: mutações de um Território Federal na Amazônia brasileira. Porto Velho: SK , 2012.

WAIBEL, Leo. As zonas pioneiras do Brasil. Revista Brasileira de Geografia, ano 17, n. 4, out/dez. 1995.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Geographia Opportuno Tempore
UEL - Londrina
EISSN: 2358-1972
E-mail: revista.opportuno.tempore@gmail.com