Infosoc

Informática Aplicada às Ciências Sociais

Como fazer pesquisa bibliográfica com Portal Capes e outras ferramentas

A pesquisa bibliográfica é uma etapa importante da pesquisa acadêmica. Fazer um levantamento abrangente e consistente exige dedicação. Assista o video a seguir e veja como usar algumas ferramentas de informática para auxiliar a pesquisa bibliográfica. O exemplo procura informações sobre a “reprodutibilidade da pesquisa em ciências humanas”. Qual o estado da arte sobre esse tema? Quais os autores e textos mais relevantes? Por que uma pesquisa no buscador genérico Google não é o melhor caminho para ser fazer uma pesquisa bibliográfica?

Gráficos, como usá-los corretamente? (parte 3)

Nem tudo acaba em pizza! Cada tipo de gráfico tem uma utilização específica. Alguns são melhores para se identificar padrões, uns para comparações, outros para se percebem a tendências ao longo do tempo. Importante ressaltar antes de se definir por qualquer tipo de gráfico: o que causa impacto é a clareza da informação, não as alegorias da imagem. Um gráfico surpreende as pessoas não por ser visualmente agradável, mas por revelar de forma direta e clara informações que fazem sentido.

Gráficos, como usá-los corretamente? (parte 2)

Gráfico é informação, não decoração Um gráfico é um elemento de informação, não decoração. Deve compor o argumento explicativo do autor em um texto. Deve fazer sentido para o leitor. Por isso, as duas primeiras regras a serem observadas para a construção de um gráfico devem ser a clareza e a coerência. Clareza A clareza está diretamente relacionada com a simplicidade. Simplicidade não significa omitir informações, pelo contrário: significa dispor um conjunto complexo de informações de forma fácil de ser compreendida.

Gráficos, como usá-los corretamente? (parte 1)

Uma imagem vale mais do que mil palavras?1 Uma imagem mal apresentada tem o potencial de gerar muita confusão, mesmo quando seguida de um texto lúcido. Gráficos tornaram-se indispensáveis para a análise de dados. Saber como construir visualmente uma explicação baseada em dados requer conhecimento e discernimento. Um exemplo clássico O desenvolvimento de técnicas de exposição visual de dados começou muito antes dos computadores2. No final do século XVIII e início do século XIX, houve uma difusão de publicações com gráficos de barras, linhas e mapas coropléticos, similares aos que usamos atualmente3.

Informática não substitui o esforço intelectual.

O uso de recursos de informática em todas as áreas do conhecimento tem se intensificado nos últimos anos. Não tem sido diferente nas humanidades e nas ciências sociais. Apesar do uso crescente, ainda persiste uma relativa resistência nos círculos acadêmicos das áreas de humanas à aplicação mais intensiva da computação para a pesquisa1. Essa resistência tem várias explicações: ideológicas, metodológicas, teóricas, mas a principal é o desconhecimento. Para que serve a informática?

Recursos para ciências sociais computacionais

Aqui você verá uma coleção de sites com informações úteis sobre diversos aspectos relaciodados a Ciências Sociais Computacionais Computational Sociology (Sociologia Computacional) Para conhecer um pouco mais sobre Ciências Sociais Computacionais: CONTE, R.; GILBERT, N. et. al. Manifesto de Ciência Social Computacional. MEDIACÕES,LONDRINA, v. 18, n. 1, p. 20-54,JAN./JUN. 2013 BALTAR, R; BALTAR, C. S. As ciências sociais na era do Zettabyte. MEDIACÕES,LONDRINA, v. 18, n. 1, p.


Projeto Infosoc | Centro de Letras e Ciências Humanas | UEL
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR