PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS/PROFLETRAS

 Ana Lucia de Almeida Campos

Projeto de Pesquisa: 08219 - HISTÓRIAS DE LETRAMENTO: INVESTIGANDO PRÁTICAS DE LETRAMENTO LOCAIS/SITUADAS E A RELAÇÃO COM O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA. 

Docente colaborador: Paulo Roberto Almeida

ESTE PROJETO TEM O OBJETIVO DE INVESTIGAR AS PRÁTICAS DE LETRAMENTO E MODOS DE APROPRIAÇÃO DA ESCRITA DESENVOLVIDOS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO DO CURSO DE LETRAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA COM PROPÓSITO DE DELINEAR OS PERFIS SOCIOCULTURAIS DE LETRAMENTO DESTES SUJEITOS E FUNDAMENTAR REFLEXÕES QUE POSSAM ORIENTAR A ELABORAÇÃO DE PROJETOS/PROGRAMAS DE FORMAÇÃO PARA APROPRIAÇÃO DE MODELOS DE LETRAMENTOS VINCULADOS À CULTURA LETRADA DE PRESTÍGIO. A FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA PROVÉM DOS NOVOS ESTUDOS DE LETRAMENTO, QUE INCENTIVAM A PRODUÇÃO DE INVESTIGAÇÕES VOLTADAS PARA AS PRÁTICAS SOCIOCULTURAIS DE USOS DE ESCRITA EM COMUNIDADES LOCAIS, SITUADAS EM ESFERAS DISTINTAS DA HEGEMÔNICA E/OU ACADÊMICA, ESTA VERTENTE DE ESTUDOS VEM SENDO REPRESENTADA PELOS AUTORES: HEATH (1982,1983,); BARTON (1998); BARTON E HAMILTON (1994); BARTON, HAMILTON E IVANIC (2000); STREET (1984, 1993, 1995, 2003, 2010), KLEIMAN (1995, 2001, 2006), MARINHO E CARVALHO (2010), SOARES (1998, 2008, 2010), ENTRE OUTROS. PARA CONSTITUIÇÃO DO CORPUS A SER TRABALHADO – PRODUÇÃO ESCRITA DE HISTÓRIAS DE LETRAMENTO - PRETENDE-SE UTILIZAR A ABORDAGEM TEÓRICA E METODOLÓGICA DA PESQUISA AUTOBIOGRÁFICA, ADOTADA EM TRABALHOS DE INVESTIGAÇÃO E PRÁTICAS DE FORMAÇÃO, QUE TEM COMO REPRESENTANTES OS PESQUISADORES JOSSO (2010), DELORY-MOMBERGER, 2008, DOMINICÉ (2010), PINEAU ( 2010), NÓVOA (2010), FINGER (2010) E OS BRASILEIROS, PASSEGI E SOUZA (2008), CUJOS TRABALHOS CENTRAM-SE NO CAMPO EDUCACIONAL – FORMAÇÃO DE PROFESSORES. AS ANÁLISES SEGUIRÃO A LINHA DE PESQUISA QUALITATIVA E INTERPRETATIVISTA (MASON, 1996; MINAYO, 1993; MOITA LOPES, 1994). COMO RESULTADO DESTA PESQUISA ESPERA-SE A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS RELEVANTES QUE COLABOREM PARA ORIENTAR A ELABORAÇÃO DE PROJETOS/PROGRAMAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA, BEM COMO A PRODUÇÃO DE REFLEXÕES CRÍTICAS QUE CONTRIBUAM PARA O CRESCENTE DESENVOLVIMENTO DO CAMPO DOS ESTUDOS DE LETRAMENTO E DA LINGUÍSTICA APLICADA, COM ÊNFASE NA ÁREA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA.

 

Andreia da Cunha Malheiros Santana

Projeto de Pesquisa 10260 - O CURSO DE LETRAS: DILEMAS E PROPOSTAS SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL DOCENTE

ESTA PESQUISA TEM COMO PRINCIPAL OBJETIVO PROPOR ALTERNATIVAS QUE MELHOREM AS TAXAS DE EVASÃO/REPETÊNCIA DO CURSO DE LETRAS- LÍNGUA PORTUGUESA, OFERECIDO PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (UEL). A FIM DE ALCANÇAR ESTE OBJETIVO, A PESQUISA SERÁ DIVIDIDA EM DOIS MOMENTOS: PRIMEIRAMENTE, SERÁ APLICADO UM QUESTIONÁRIO A TODOS OS ALUNOS PARA IDENTIFICAR O PERFIL DO ESTUDANTE DE LETRAS E COMO ESTES AVALIAM A ESTRUTURA DO CURSO. ESTES DADOS PERMITIRÃO COMPREENDER MELHOR O PORQUÊ DO ESVAZIAMENTO PROGRESSIVO DO CITADO CURSO. NUM SEGUNDO MOMENTO, PRETENDE-SE INVESTIGAR COMO A FORMAÇÃO INICIAL EM LETRAS ACONTECE EM DIFERENTES PAÍSES, DESTA FORMA, SERÁ POSSÍVEL INFERIR SE A SITUAÇÃO VIVENCIADA EM LONDRINA ESTÁ RESTRITA AO CENÁRIO NACIONAL OU SE O MESMO ACONTECE EM CONTEXTOS INTERNACIONAIS. DESTA FORMA, PRETENDEMOS ARTICULAR AS DUAS REALIDADES: A PRIMEIRA, INTERNA, BASEADA NAS INFORMAÇÕES DECLARADAS PELOS NOSSOS ALUNOS, O CONHECIMENTO DAS NOSSAS MATRIZES CURRICULARES E DEMAIS DOCUMENTOS LEGAIS, E A SEGUNDA, TRAZIDA ATRAVÉS DO ESTUDO DA ESTRUTURA DA FORMAÇÃO INICIAL EM LETRAS EM DIFERENTES PAÍSES. TAL RELAÇÃO PERMITIRÁ REFLETIR SOBRE A NOSSA REALIDADE E CONFRONTÁ-LA COM DIVERSOS CONTEXTOS, BUSCANDO PONTOS EM COMUM E ALTERNATIVAS QUE POSSAM SER ADAPTADAS À NOSSA REALIDADE. TRATA-SE DE UMA PESQUISA QUALITATIVA, MAIS PRECISAMENTE UM ESTUDO DE CASO, CONFORME AFIRMA GIL (2010). A FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DESTA PESQUISA ESTÁ AMPARADA PELOS ESTUDOS DE GATTI (2010), GATTI E BARRETO (2009), FREITAS (2003), SAVIANI (2009), ENTRE OUTROS AUTORES QUE PESQUISAM A FORMAÇÃO INICIAL. COMO RESULTADO, ESPERA-SE QUE A TRIANGULAÇÃO DOS DADOS, PERMITA OFERECER ALTERNATIVAS QUE EVITEM/DIMINUAM A ALTA TAXA DE EVASÃO QUE A NOSSA GRADUAÇÃO ENFRENTA, ALÉM DE FACILITAR A TROCA DE EXPERIÊNCIAS NOS MAIS VARIADOS CONTEXTOS, O QUE CONTRIBUI PARA O AUMENTO DA QUALIDADE DO CURSO DE LETRAS, OFERECIDO PELA UEL. 

Dircel Aparecida Kailer

Projeto de Pesquisa: 11063 - VARIAÇÃO FONÉTICO-FONOLÓGICA NO PORTUGUÊS BRASILEIRO

 
Neste projeto objetivamos, com base nos pressupostos teórico-metodológicos da Sociolinguística e da Geolinguística,  descrever e  analisar os processos fonético-fonológicos no Português do  Brasil.
 

Elvira Lopes Nascimento

Projeto de Pesquisa: 08651 - ATIVIDADES DE LINGUAGEM E TRABALHO EDUCACIONAL

A PARTIR DOS PRESSUPOSTOS DE BASE DO INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO, AS PRÁTICAS DE LINGUAGEM SE CONSTITUEM COMO FERRAMENTAS SEMIÓTICAS PARA O AGIR QUANDO OS SUJEITOS DELAS SE APROPRIAM, O QUE IMPLICA A RESPONSABILIDADES DA ESCOLA QUE TEM A FUNÇÃO DE PROPICIAR O CONTATO, O ESTUDO E A APROPRIAÇÃO DE SABERES SOBRE AS PRÁTICAS DISCURSIVAS EM USO NA SOCIEDADE. AS AÇÕES DOS PESQUISADORES ENVOLVIDOS SE CONCENTRAM EM DIFERENTES FOCOS, MAS INTERDEPENDENTES NO AGIR EDUCACIONAL: 1. OS DISPOSITIVOS DIDÁTICOS; 2. OS MODOS DE TRATAMENTO DOS OBJETOS DE ENSINO NA INTERAÇÃO EM SALA DE AULA; 3. AS RELAÇÕES DOS PARTICIPANTES ENTRE SI E COM OS OBJETOS; 4. OS GÊNEROS DE ATIVIDADES ESCOLARES MOLDADOS PELOS GESTOS PROFISSIONAIS. OS POLOS ESPECÍFICOS DE ABRANGÊNCIA DA PESQUISA SE ARTICULAM AOS TRÊS POLOS DO TRIÂNGULO DIDÁTICO: OS SABERES, O TRABALHO DO PROFESSOR E O TRABALHO DOS ALUNOS. COM A ATENÇÃO NOS TRÊS POLOS, PROPOMOS UMA ABORDAGEM DO ENSINO COMO TRABALHO (BRONCKART, 2007; BULEA, 2010; MACHADO, 2011; CLOT, 2006; FAÏTA, 2004), PROCURANDO COMPREENDER COMO O PROFESSOR EXERCE SUA ATIVIDADE PROFISSIONAL, COMO ENFRENTA AS DIFICULDADES INERENTES A SEU CONTEXTO E COMO ENCONTRA SOLUÇÕES PARA ELAS, COM BASE NA IDEIA DO AGIR DOTADO DAS DIMENSÕES DE UMA SEMÂNTICA DA AÇÃO. AS CONTRIBUIÇÕES DAS PESQUISAS TAMBÉM SE MATERIALIZAM NA ELABORAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO E DISPOSITIVOS DE ENSINO A PARTIR DOS GÊNEROS TEXTUAIS E DA IDEIA DE AGIR POR MEIO DA LINGUAGEM. EM TODOS OS POLOS É CRUCIAL O CONCEITO DE INSTRUMENTO, FUNDAMENTADO EM VYGOTSKY (1997) E DESENVOLVIDO POR FRIEDRICH (2012). ESSES TRÊS POLOS ESTÃO INTIMAMENTE LIGADOS E REPRESENTAM O DIRECIONAMENTO DA INTERPRETAÇÃO QUE DAMOS À PROBLEMÁTICA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA. COM ESSE ESCOPO DE PESQUISA, PROCURAREMOS COMPREENDER MELHOR O CONTEXTO DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA PORTUGUESA E DE FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES, COM A FINALIDADE DE IDENTIFICAR COMO SE DÁ O DESENVOLVIMENTO DE ALUNOS E PROFESSORES POR MEIO DA LINGUAGEM.

  

Jaime dos Reis Sant'Anna

Projeto de Pesquisa 10590MOTIVADORES IDEOLÓGICOS NA CONSTRUÇÃO DOS MECANISMOS DE INTERTEXTUALIDADE NA LITERATURA INFANTOJUVENIL BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA E A FORMAÇÃO DE LEITORES NO ENSINO BÁSICO

O OBJETIVO DESTE PROJETO DE PESQUISA É CONTRIBUIR PARA A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DOS PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL (ANOS FINAIS) E ENSINO MÉDIO, SOBRETUDO NO QUE TANGE ÀS PREOCUPAÇÕES COM A LEITURA LITERÁRIA, CONFORME VEMOS REFLETIDAS NOS PCN, OCEM E DCE/PR, OS QUAIS ATRIBUEM AO DOCENTE DE LÍNGUA MATERNA A RESPONSABILIDADE PELA FORMAÇÃO DE LEITORES LITERÁRIOS CRÍTICOS. TAIS DOCUMENTOS ENTENDEM A LEITURA COMO “UM ATO DIALÓGICO, INTERLOCUTIVO, QUE ENVOLVE DEMANDAS SOCIAIS, HISTÓRICAS, POLÍTICAS, ECONÔMICAS, PEDAGÓGICAS E IDEOLÓGICAS DE DETERMINADO MOMENTO” (PARANÁ, 2008, P.56), E APONTAM QUE O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE LEITORES CRÍTICOS EXIGE DO CONTEÚDO ESTRUTURANTE DA DISCIPLINA LÍNGUA PORTUGUESA A SELETA DE TEXTOS LITERÁRIOS QUE FOMENTEM A DISCUSSÃO ACERCA “DO CONTEÚDO TEMÁTICO, DA FINALIDADE, DOS POSSÍVEIS INTERLOCUTORES, DAS VOZES PRESENTES NO DISCURSO E O PAPEL SOCIAL QUE ELAS REPRESENTAM, DAS IDEOLOGIAS APRESENTADAS NO TEXTO, DA FONTE, DOS ARGUMENTOS ELABORADOS, DA INTERTEXTUALIDADE” (PARANÁ, 2008, P.74). PARA ALCANÇAR A FORMAÇÃO DESTE TIPO DE LEITOR DE LITERATURA PRECONIZADO PELOS DOCUMENTOS NORTEADORES DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA, ESTABELECEMOS UM RECORTE ESPECÍFICO PARA A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DA PESQUISA, FOCANDO AS OBRAS DA LITERATURA INFANTOJUVENIL BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA (LIJBC) EM QUE SE EVIDENCIAM MARCAS DE INTERTEXTUALIDADE, ANALISANDO A MANEIRA PELA QUAL OS MECANISMOS INTERTEXTUAIS REVELAM MOTIVADORES IDEOLÓGICOS, E INTERPRETANDO OS RESULTADOS QUE ADVÉM DESTA RELAÇÃO DIALÓGICA. O TRABALHO, ENTÃO, SERÁ DESENVOLVIDO MEDIANTE UMA QUÁDRUPLA ARTICULAÇÃO TEÓRICO-METODOLÓGICA, A SABER: A) O ESTUDO DO PERFIL DE LEITOR LITERÁRIO QUE PRECONIZAM OS PRINCIPAIS DOCUMENTOS NORTEADORES DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA; B) O ESTUDO DO CONCEITO DE DIALOGISMO, INTERTEXTUALIDADE E SUAS MÚLTIPLAS REPRESENTAÇÕES NO CAMPO DA LITERATURA (BAKHTIN; GENETTE; SAMOYAULT); C) O ESTUDO DO CONCEITO DE IDEOLOGIA E DOS MOTIVADORES IDEOLÓGICOS RESPONSÁVEIS PELA ESCOLHA DOS PROCEDIMENTOS INTERTEXTUAIS (BOUCHÈ; EAGLETON; MEDVIÉDEV); D) ESTUDO DE AUTORES E OBRAS DA LIJBC CUJOS CASOS SE CONFIGUREM PARADIGMAS PARA O ENTENDIMENTO DA RELAÇÃO ENTRE A INTERTEXTUALIDADE E OS ASPECTOS IDEOLÓGICOS QUE ENVOLVEM ESTE TIPO DE PRODUÇÃO LITERÁRIA. AO PROPOR TAL PESQUISA, PRETENDEMOS CONTRIBUIR COM A CONSTRUÇÃO DE UM INSTRUMENTAL TEÓRICO-METODOLÓGICO QUE SEJA ÚTIL PARA A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA, ESPECIALMENTE NO QUE SE REFERE AO APRIMORAMENTO DE SUA CAPACIDADE DE NÃO APENAS IDENTIFICAR AS INTERTEXTUALIDADES NO TEXTO LITERÁRIO, MAS TAMBÉM DE AVALIAR OS MOTIVADORES IDEOLÓGICOS QUE AGEM - EXPLÍCITA OU SUB-REPTICIAMENTE - NOS DIÁLOGOS INTERTEXTUAIS, A FIM DE CAPACITÁ-LO PARA O EXERCÍCIO PLENO DA LEITURA CRÍTICA DE TEXTOS LITERÁRIOS, PRESSUPOSTO ESSENCIAL PARA CUMPRIR A TAREFA DE FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO CRÍTICO QUE LHE FOI CONFIADA.

Maria Isabel Borges

Projeto de Pesquisa: 08832 - GRAMÁTICA, PRAGMÁTICA E TIRAS: EM BUSCA DA ORGANIZAÇÃO GRAMATICAL DE FATO E VALOR 

A PARTIR DOS USOS HETEROGÊNEOS OBSERVADOS NAS MATERIALIDADES TEXTUAIS DO GÊNERO TIRA, PERTENCENTE AO HIPERGÊNERO QUADRINHOS, UMA ANÁLISE DESCRITIVA, EXPLICATIVA E INTERPRETATIVISTA DA GRAMÁTICA ESTRUTURANTE DA IMBRICAÇÃO FATO/VALOR SERÁ FEITA. O OBJETIVO PRINCIPAL É DELINEAR A ORGANIZAÇÃO E O FUNCIONAMENTO GRAMATICAL QUANDO A IMBRICAÇÃO FATO/VALOR ESTÁ EM JOGO NAS TIRAS NO ÂMBITO DE UM CONTEXTO DE USO. AS TIRAS DE CARTUNISTAS CONSAGRADOS TANTO NO CENÁRIO INTERNACIONAL, QUANTO NACIONAL FUNCIONARÃO COMO OBJETO DE OBSERVAÇÃO, TAIS COMO: AS TIRAS "CALVIN E HAROLDO" (BILL WATTERSON); AS TIRAS DA "MAFALDA" (QUINO); AS TIRAS DO "SNOOPY" (SCHULZ); AS TIRAS "HAGAR, O HORRÍVEL" (DICK E CHRIS BROWNE); AS TIRAS DE "GARFIELD" (DAVIS); AS TIRAS "AS COBRAS" (VERÍSSIMO); AS TIRAS "PAGANDO O PATO" (CIÇA); AS TIRAS DO CARTUNISTA HENFIL; AS TIRAS DO CARTUNISTA ORLANDELI. A PRINCÍPIO, O OBJETO DE OBSERVAÇÃO SERÁ CONSTITUÍDO DE NOVE CARTUNISTAS, CINCO ESTRANGEIROS E QUATRO BRASILEIROS. O OBJETO TEÓRICO CONSISTE NO FUNCIONAMENTO PRAGMÁTICO-GRAMATICAL QUANDO A IMBRICAÇÃO FATO/VALOR SE MANIFESTA NAS TIRAS. TEORICAMENTE, É ALIAR NOVA PRAGMÁTICA E GRAMÁTICA FUNCIONAL, AFASTANDO-SE DA ANÁLISE CENTRADA APENAS NA SENTENÇA. METODOLOGICAMENTE, O PROJETO DE PESQUISA NÃO CONCENTRA APENAS EM UMA TÉCNICA DE PESQUISA, RECORRENDO ÀS ESTRATÉGIAS DA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA E DO LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO, PESQUISA DESCRITIVA, EXPLICATIVA E INTERPRETATIVISTA (QUALITATIVA). NO ÂMBITO CIENTÍFICO, ESPERA-SE REFLETIR SOBRE ALGUNS ASPECTOS PRAGMÁTICO-FUNCIONAIS DURANTE O DELINEAMENTO DA ORGANIZAÇÃO GRAMATICAL QUANDO A IMBRICAÇÃO FATO/VALOR ESTÁ EM JOGO NAS TIRAS ANALISADAS. CONSEQUENTEMENTE, ESPERA-SE QUE TAL REFLEXÃO PROPICIE UMA REDEFINIÇÃO DOS TEMAS DE INTERESSE DA NOVA PRAGMÁTICA ALIADA À GRAMÁTICA FUNCIONAL, SOBRETUDO AS CLASSES GRAMATICAIS. COM ISSO, SERÁ POSSÍVEL IDENTIFICAR AS CONTRIBUIÇÕES DESSA INTERFACE E DAS RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES ESTABELECIDAS ENTRE A LINGUÍSTICA, FILOSOFIA, HISTÓRIA, COMUNICAÇÃO, SOCIOLOGIA, POR EXEMPLO, TUDO ISSO PARA PROPOR UM ESTUDO SOBRE A LINGUAGEM CENTRADO NO TEXTO E NÃO NA SENTENÇA. A PARTIR DESTA PROPOSIÇÃO, NO ÂMBITO POLÍTICO-SOCIAL, ESPERA-SE REFORÇAR ALGUNS PRINCÍPIOS DA POLÍTICA EDUCACIONAL BRASILEIRA (QUE TAMBÉM É UMA POLÍTICA LINGUÍSTICA): ESTUDO LINGUÍSTICO FOCADO NO TEXTO, DE MODO QUE A ANÁLISE LINGUÍSTICA SEJA SOCIALMENTE SITUADA E RELEVANTE; INTERDISCIPLINARIDADE; MULTIMODALIDADE TEXTUAL; AFASTAMENTO DA ABORDAGEM TRADICIONAL DE GRAMÁTICA EM QUE O TEXTO É COLOCADO COMO MERO PRETEXTO PARA EXPLORAÇÃO GRAMATICAL, NA MAIORIA DAS VEZES DESCONECTADA DAS PRÁTICAS DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS, DENTRE OUTROS. POR FIM, ESPERA-SE DESENCADEAR UMA FORMAÇÃO, SOBRETUDO INICIAL, DE PROFESSORES EM SINTONIA COM A POLÍTICA EDUCACIONAL BRASILEIRA E COM AS ATUAIS PERSPECTIVAS DA LINGUÍSTICA QUE TEMATIZAM A ANÁLISE E O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA.

Projeto de Extensão: 01888 - DISQUE-GRAMÁTICA

O PROJETO DE EXTENSÃO DISQUE-GRAMÁTICA ESTÁ EM ANDAMENTO DESDE 1995, SOB A COORDENAÇÃO DO PROFESSOR JOAQUIM CARVALHO DA SILVA. TRATA-SE DE UMA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CUJO FOCO É O ATENDIMENTO GRATUITO À COMUNIDADE INTERNA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (UEL) E EXTERNA, INCLUINDO OUTROS ESTADOS BRASILEIROS: O PÚBLICO-ALVO. POR MEIO DESSE ATENDIMENTO, É OFERECIDO UM SUPORTE PARA FALAR, LER E ESCREVER CORRETAMENTE A LÍNGUA PORTUGUESA, VIA CONSULTA TELEFÔNICA, VIRTUAL (EMEIO, BLOGUE E "FACEBOOK") E PESSOALMENTE. NO TRIÊNIO DE 2014 A 2017, DUAS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS SERÃO ACRESCENTADAS A ESSE ATENDIMENTO: BLOGUE E "FACEBOOK". A INTEGRAÇÃO DE OUTRAS FERRAMENTAS AO PROJETO PERMITIU-NOS TRAÇAR OS SEGUINTES OBJETIVOS FUNDAMENTAIS: A) ATENDER ÀS DÚVIDAS QUE AS PESSOAS ENCONTRAM NA EXPRESSÃO CORRENTE DA LÍNGUA PORTUGUESA; B) CONSTRUIR UM BLOGUE E UM "FACEBOOK" DO PROJETO PARA AMPLIAR O ATENDIMENTO AO PÚBLICO-ALVO; C) POSSIBILITAR AOS DISCENTES PARTICIPANTES DO PROJETO O APRENDIZADO PELA PESQUISA E PELA PRÁTICA. TAMBÉM ESPERAMOS CONTRIBUIR NA COMPLEMENTAÇÃO DOS CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS PARA A ATUAÇÃO DOS FUTUROS PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA. TUDO ISSO VISA FORTALECER A LUTA CONTRA A CRISE DO ENSINO NO BRASIL, ESPECIALMENTE NO QUE SE REFERE AO ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NA EDUCAÇÃO BÁSICA. 

 

Paulo Roberto Almeida

Projeto de Pesquisa: 09023 - FOCALIZANDO A “POIESIS” EM CONTEXTO DE LETRAMENTOS VERNACULARES

APOIADO NOS PRESSUPOSTOS TEÓRICOS DE BHABHA (1990; 1998), DE UMA RESSIGNIFICAÇÃO DO CONCEITO DE CULTURA, VISTA COMO CONSTITUTIVAMENTE HÍBRIDA, PRODUTIVA E DINÂMICA, NO CONCEITO DE HIBRIDISMO CULTURAL; NA PERSPECTIVA TEÓRICA DOS ESTUDOS DE LETRAMENTOS (HEATH, 192, 1983), (STREET, 1993, 1995) (BARTON, 1998), (BARTON E HAMILTON, 2000), (BARTON, HAMILTON E IVANIC, 2000), (MARINHO E CARVALHO, 2010), (KLEIMAN, 2006), (SOARES, 1998, 2010), DOS ESTUDOS SOBRE GÊNEROS DO DISCURSO (BAKHTIN, 1953), E AINDA, NA PERSPECTIVA DE UM SUJEITO “TRABALHADOR” (POSSENTI, 1988, 1995, 1996, 1998; CERTEAU, 1990), O PRESENTE PROJETO TEM COMO OBJETIVO INVESTIGAR E ANALISAR A “POIESIS” EM PRODUÇÕES ORAIS E/OU ESCRITAS, PRODUZIDAS NAS PRÁTICAS SOCIAIS DE LETRAMENTOS VERNACULARES NAS CULTURAS POPULARES. BUSCAR-SE-Á INVESTIGAR NAS PRODUÇÕES ORAIS E/OU ESCRITAS, EM SEUS MAIS DIFERENTES GÊNEROS DISCURSIVOS (“CAUSOS”, PICHAÇÕES, CHISTES, ANEDOTAS, GRAFITES, TROVAS, TROCADILHOS, CANTIGAS ETC.), OS MODOS DE UM “FAZER POÉTICO” (DO GREGO“ΠΟΙΈΩ” (“POIÉO”) =CRIAR, INVENTAR, GERAR), AS TÁTICAS NO TRABALHO DE UM FAZER POÉTICO DE DIZER O MUNDO.TAIS PRÁTICAS, PARTE DE LETRAMENTOS VERNACULARES POUCO INVESTIGADOS, PORQUE INVISIBILIZADOS, PODEM TRAZER À TONA (TORNAR VISÍVEIS), SOBRETUDO NO UNIVERSO ESCOLAR, O “TRABALHO” DE SUJEITOS COM E SOBRE A LINGUAGEM, NA PRODUÇÃO DE UM “FAZER POÉTICO”; PRODUÇÕES ORAIS E/OU ESCRITAS QUE PODEM INDICIAR A EXPLORAÇÃO DAS POTENCIALIDADES DA LINGUAGEM, DA PALAVRA E DA ESCRITA NUM “JOGO ESTÉTICO”, OU SEJA, A “FABRICAÇÃO” OU “MODOS DE FAZER” O POÉTICO. POR ESSE VIÉS, AMPLIA-SE O CONCEITO DE “POESIA”, DO FENÔMENO POÉTICO COMO UM MOTOR DE ELICITAÇÃO DE UM PROCESSO BÁSICO DE CONHECIMENTO, QUE NO DIZER DE OSAKABE (2008), DÁ-SE, COMO QUALQUER ACONTECIMENTO SE DÁ, O QUE IMPLICA A MOBILIZAÇÃO DE DISPOSITIVOS SENSORIAIS QUE SE ATIVAM NA PERCEPÇÃO (OU INVENÇÃO?) DE UM OBJETO DADO, NUM MOMENTO DADO. ESSA RESSIGNIFICAÇÃO ABRE CAMINHO PARA A VISIBILIZAÇÃO DE OUTRAS PRODUÇÕES CULTURAIS, EM DIFERENTES GÊNEROS DISCURSIVOS, QUE SINGULARIZAM OS SUJEITOS NA CONSTRUÇÃO DE UM MODO PRÓPRIO DE SE FAZEREM DONOS DA LINGUAGEM. UM OLHAR CRÍTICO PARA ESTE “ESPAÇO” CONSTITUTIVAMENTE HETEROGÊNEO, UM CONTEXTO EM QUE ESTÃO ENVOLVIDOS/IMERSOS OS SUJEITOS EM SUAS VIVÊNCIAS COTIDIANAS, BUSCARÁ INDICIAR NAS PRÁTICAS DE/SOBRE LINGUAGEM NÃO VALORIZADAS E, PORTANTO, POUCO INVESTIGADAS, A SINGULARIDADE OU INDÍCIOSDE AUTORIA DE SUJEITOS FALANTES, EM SEU “TRABALHO” COM E NA SUA PRÓPRIA LÍNGUA. ESSE DESLOCAMENTO PODE PERMITIR, MAIS CLARAMENTE, VISIBILIZAR E VALORIZAR O HIBRIDISMO, AMBIVALÊNCIA E A INDETERMINAÇÃO NA LINGUAGEM, DESESTABILIZANDO E REVISANDO APARENTES CERTEZAS. 

 

Sheila Oliveira Lima

Projeto de Pesquisa: 09453 - FORMAÇÃO DO LEITOR NO ENSINO FUNDAMENTAL – CICLO 3: DEMANDAS, CONCEPÇÕES E PRÁTICAS

A FORMAÇÃO DO LEITOR AUTÔNOMO E CRÍTICO AO LONGO DO ENSINO FUNDAMENTAL APRESENTA-SE COMO UM DOS OBJETIVOS PRIMORDIAIS DO ENSINO DE LÍNGUA MATERNA, TANTO NAS PRESCRIÇÕES NACIONAIS (PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS - PCN) QUANTO NAS DO ESTADO DO PARANÁ (DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS - DCE). NO ENTANTO, MESMO APÓS QUINZE ANOS DE PUBLICAÇÃO DOS PCN OU DE QUASE OITO DAS DCE, SEGUNDO OS RESULTADOS DA PROVA BRASIL, AINDA PERSISTE NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO ESTADO DO PARANÁ UM NIVELAMENTO ABAIXO DAS EXPECTATIVAS NO TOCANTE À LÍNGUA PORTUGUESA. PARTE DESSES RESULTADOS, CERTAMENTE, REFLETE AS DEMANDAS POR UMA FORMAÇÃO LEITORA MAIS DENSA E INTENSA, COM VISTAS A SITUAR O ESTUDANTE EM UMA APROPRIAÇÃO MAIS COMPLEXA DE SUA LÍNGUA, PARA QUE POSSA LIDAR COM OS MAIS DIVERSOS TIPOS DE DISCURSO, VEICULADOS PELOS MAIS DIFERENTES TEXTOS. NA BUSCA DE UMA COMPREENSÃO MAIS VERTICAL DAS REAIS DEMANDAS DAS ESCOLAS PÚBLICAS DO ESTADO DO PARANÁ NO TOCANTE À FORMAÇÃO LEITORA DOS ESTUDANTES, ESTE PROJETO TEM COMO PROPOSTA FOCALIZAR SUA PESQUISA NO CICLO 3 (6º E 7º ANOS) DO ENSINO FUNDAMENTAL, ENTENDENDO QUE SE TRATA DE UM SETOR FULCRAL NA PASSAGEM DE UM ESTÁGIO MAIS ELEMENTAR PARA OUTRO MAIS COMPLEXO DA LEITURA. POR MEIO DE PESQUISA EXPLORATÓRIA E EXPLICATIVA E METODOLOGIA QUALITATIVA, O PROJETO INVESTIGARÁ AS PRÁTICAS DIDÁTICAS PARA A FORMAÇÃO DO LEITOR A PARTIR DE: (1) IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE ATIVIDADES DE LEITURA NOS LIVROS DIDÁTICOS DO SEGMENTO; (2) IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE ATIVIDADES DE LEITURA REALIZADAS NAS SALAS DE AULA DAS SÉRIES DO CICLO 3. APÓS A IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DAS DEMANDAS E PRÁTICAS PREPONDERANTES NAS SITUAÇÕES DE ENSINO E NOS MATERIAIS INVESTIGADOS E COM BASE EM DISCUSSÕES TEÓRICAS QUE VISUALIZEM NOVAS POSSIBILIDADES DE CONCEPÇÃO DA LEITURA E DO PRÓPRIO LEITOR, SERÁ CONSTITUÍDA UMA PROPOSTA PARA FORMAÇÃO DE LEITORES NO CICLO 3 DO ENSINO FUNDAMENTAL. 

Projeto de Extensão 1988: Leitura criativa como direito à infância e à adolescência

A leitura do texto literário, segundo pensadores como Antonio Candido (1995) e Tzvetan Todorov (2010), possibilita a inserção num mundo pautado pela imaginação, sem que se percam, porém, os vínculos com a realidade mais concreta. Essa vinculação permite que a experiência literária, semelhante a outras vivências mais materiais, favoreça a inserção dos sujeitos num mundo articulado socialmente. Nessa esteira, é possível admitir que a leitura do texto literário favorece a relação dos sujeitos com o mundo, na medida em que os coloca diante de um outro, apropriado de outras experiências, outros pontos de vista, o que possibilita momentos de autêntica aprendizagem. É nesse sentido que Candido (1995) afirma que a leitura literária é um direito básico, devendo ser garantido a todo ser humano. Na mesma direção, Todorov (2010) afirma que a leitura do texto literário permite que o sujeito encontre, no discurso de um outro, formulações para as próprias angústias, pensamentos, dizeres que não foi capaz de organizar sozinho. A partir dessa perspectiva, conforme Petit (2008), vemos que experiências de leitura do texto literário com jovens e crianças em situação de risco podem ser bastante promissoras como fator de inclusão cultural e social. Em Londrina, Paraná, o Lar Anália Franco recebe crianças e jovens em situação de abrigo judicial. Essas crianças, afastadas de suas famílias, vivenciam contextos peculiares que dificultam seu acesso a bens culturais e a consequente inclusão social. Este projeto tem como objetivo proporcionar situações de compartilhamento da leitura do texto literário como estratégia de inserção cultural a partir da formação e manutenção de grupos de leitores.

 

Sonia Pascolati

Projeto de Pesquisa 09771: Estudos de dramaturgia moderna e contemporânea

O PROJETO PROPÕE O ESTUDO DE OBRAS NACIONAIS E ESTRANGEIRAS PRODUZIDAS DESDE AS ÚLTIMAS DÉCADAS DO SÉCULO XX ATÉ O INÍCIO DO SÉCULO XXI A FIM DE INVESTIGAR A MULTIPLICIDADE DE DRAMATURGIAS PRODUZIDAS NO BOJO DO TEATRO MODERNO E CARACTERIZAR AS LINHAS DE FORÇA DO TEATRO CONTEMPORÂNEO, ASSIM COMO COMPREENDER AS RELAÇÕES DE RUPTURA E CONTIGUIDADE ENTRE O TEATRO MODERNO E O CONTEMPORÂNEO. PARTE-SE DA PREMISSA DE QUE NÃO É POSSÍVEL DEFINIR SATISFATORIAMENTE A(S) SINTAXE(S) DRAMATÚRGICA(S) – E AS RESPECTIVAS PROJEÇÕES SOBRE AS PRÁTICAS CÊNICAS – MODERNA E CONTEMPORÂNEA SE NÃO FOREM CONSIDERADAS AS PECULIARIDADES DAS DRAMATURGIAS, RAZÃO PELA QUAL O PROJETO ESTÁ ABERTO À INVESTIGAÇÃO DOS MAIS VARIADOS DRAMATURGOS. O PROJETO ACOLHERÁ PESQUISAS SOBRE DRAMATURGIA MODERNA E CONTEMPORÂNEA NACIONAL E ESTRANGEIRA NAS MAIS DIVERSAS MODALIDADES: INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, MONOGRAFIA (ESPECIALIZAÇÃO), MESTRADO, DOUTORADO E ESTÁGIO PÓS-DOUTORAL.

 

Projeto de Extensão 02213: Todas as rimas: um espaço para as letras de canção no Ensino Médio

O PROJETO DE EXTENSÃO TODAS AS RIMAS: UM ESPAÇO PARA AS LETRAS DE CANÇÃO NO ENSINO MÉDIO É UM CONJUNTO DE ATIVIDADES QUE PRETENDE VIABILIZAR A INSERÇÃO DE LETRAS DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E DO SAMBA NAS PRÁTICAS DOCENTES DO ENSINO MÉDIO. O PROJETO PREVÊ QUE ALUNOS DA GRADUAÇÃO DO CURSO DE LETRAS-PORTUGUÊS DA UEL REALIZEM PESQUISA PARA FORMAÇÃO E AMPLIAÇÃO DE UM BANCO DE LETRAS DE CANÇÃO QUE CONSTITUIRÁ O MATERIAL A SER TRABALHADO NAS SALAS DE AULA DO ENSINO MÉDIO. TAL LEVANTAMENTO, REALIZADO SOB A SUPERVISÃO DE PROFESSORES DO DEPARTAMENTO DE LETRAS VERNÁCULAS E CLÁSSICAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA, É FUNDAMENTADO E ACOMPANHADO PELA LEITURA E DISCUSSÃO DE MATERIAL CRÍTICO, TEÓRICO E HISTORIOGRÁFICO SOBRE AS LETRAS DE CANÇÃO E SUAS CORRELAÇÕES COM POEMAS. O PROJETO PRETENDE, ASSIM, INVESTIGAR COMPONENTES POÉTICOS PRESENTES NAS LETRAS DE CANÇÃO E ESTABELECER CONEXÕES COM POEMAS PRODUZIDOS EM LÍNGUA PORTUGUESA. INTEGRAM, AINDA, O PLANEJAMENTO DO PROJETO: A PREPARAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA A ANÁLISE DAS LETRAS DE CANÇÃO, POR MEIO DA ELABORAÇÃO DE GUIAS DE LEITURA; OFERTA DE MINICURSOS PARA ALUNOS DAS ESCOLAS DO ENSINO MÉDIO, MINISTRADOS POR ALUNOS DA GRADUAÇÃO; E O ATENDIMENTO A PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO. ESPERA-SE, ASSIM, COMBATER O DESCONHECIMENTO, TANTO EM ALUNOS DA GRADUAÇÃO QUANTO EM ALGUNS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO, DE GRANDE PARTE DA PRODUÇÃO BRASILEIRA NO TERRENO DA MÚSICA POPULAR E DO SAMBA. ESTE SETOR DAS NOSSAS MANIFESTAÇÕES CULTURAIS GUARDA MATERIAL MUITO RICO EM TERMOS DE TEXTOS, QUE PODEM SER EXPLORADOS NO ESPAÇO ESCOLAR, TANTO NO QUE SE REFERE À QUALIDADE E À DIVERSIDADE ESTÉTICA DAS LETRAS DAS CANÇÕES QUANTO NO APELO QUE CONSTITUI A OPORTUNIDADE DE TRABALHAR COM UM TEXTO QUE É MUSICADO. ALÉM DESTE CARÁTER PROPEDÊUTICO, O CONTATO COM A MÚSICA POPULAR BRASILEIRA, COM O SAMBA E COM SUAS LETRAS REPRESENTA UMA AMPLIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS E INTERPRETAÇÕES NO QUE DIZ RESPEITO AO CONVÍVIO COM SIGNIFICADOS DE PRÁTICAS CULTURAIS QUE SE ENTRELAÇAM COM O POPULAR SOB DIFERENTES PERSPECTIVAS. A APRESENTAÇÃO DE UM CONJUNTO VARIADO DE LETRAS DA CANÇÃO, ACOMPANHADA DA ANÁLISE DOS TEXTOS E DA ARTICULAÇÃO COM POEMAS E COM O DEBATE TEÓRICO, HISTÓRICO E CRÍTICO, REVELA-SE ALTERNATIVA RELEVANTE PARA O REPERTÓRIO DE CONHECIMENTOS DOS ALUNOS NO ÂMBITO DE UMA FORMAÇÃO QUE CONTEMPLE MÚLTIPLAS DINÂMICAS CULTURAIS.

 

© 2007 Universidade Estadual de Londrina
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 6001 | CEP 86051-990 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4000 | Fax: (43)3328-4440
e-mail: pascolati@uel.br