MESTRADO EM FILOSOFIA

Área de concentração: Filosofia

 

Linhas de pesquisa

Embora as linhas possuam suas características próprias, em casos específicos, há flexibilidade para que professores de uma linha orientem trabalhos de outras linhas quando os projetos dos discentes tocam em filósofos da especialidade do docente, mas cujos temas não se encaixam na linha a qual o professor está ligado.

 

Linha: Conhecimento e subjetividade

Trabalha-se nesta linha tanto questões específicas de cada temática como a intersecção entres elas. A temática conhecimento abrange investigações sobre história da ciência, justificação, realismo e anti-realismo, estatuto da verdade nas ciências, paradigmas na ciência, racionalidade, lógica. Em subjetividade, investigam-se questões tais como niilismo, metafísica e pós-metafísica, linguagem, fenomenologia e hermenêutica, diferença, criação e biopolítica, constituição da subjetividade na filosofia, psicanálise e psicologia. Na intersecção entre as duas temáticas a pesquisa volta-se para a problematização do estatuto da subjetividade, da racionalidade e do conhecimento na fenomenologia, na hermenêutica, na linguagem e na epistemologia, bem como a relação desta temática com a ciência, a técnica e a crítica à metafísica.

 

Linha: Ética e Filosofia Política

Constitui preocupação fundamental desta linha de pesquisa discutir temas clássicos e contemporâneos da reflexão ética e política tal como a justificação da autoridade do estado, critérios de legitimidade do exercício do poder político, as condições de exercício da cidadania em sociedades pluralistas, os critérios de correção moral da conduta humana, as condições da atribuição de responsabilidade moral e jurídica, a relação entre a moral, a política e o direito, a natureza e a base de justificação dos direitos humanos, a especificidade das esferas da ética, do direito e política em comparação e contraste com outras esferas da investigação humana e sua relação com outras áreas da conhecimento humano como as ciências, a técnica, a ontologia. Esses temas são discutidos tanto da perspectiva histórica quanto de uma perspectiva conceitual. Da perspectiva história esses temas são tratados a partir de pensadores clássicos da história da filosofia e de uma perspectiva conceitual se procura examinar as diferentes respostas a esses problemas quanto a sua plausibilidade e justificação sob diferentes critérios metodológicos. 

© 2007 Universidade Estadual de Londrina
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 6001 | CEP 86051-990 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4000 | Fax: (43)3328-4440
e-mail: edersan@uel.br