Defesa de dissertação – A visualidade e as relações multissensoriais nas capas dos discos dos Beatles de 1965 a 1968

sem título-1-8

O mestrando Diogo Xavier Saes defendeu no dia 30, quinta-feira, a dissertação intitulada “A Retórica dos Beatles: A visualidade e as relações multissensoriais entre música, imagem e o contexto sessentista nas capas dos discos dos Beatles de 1965 a 1968”.

O trabalho orientado pelo docente Dr. Silvio Ricardo Demétrio analisa a relação multissensorial que o grupo estabelece entre as músicas, capa dos discos e o enredo dos anos 1960. A pesquisa tem como base a Retórica da Imagem, de Jacques Durand, assim como contribuições de Julio Plaza sobre a transposição sensorial, e faz uma leitura dos discos lançados pelo quarteto entre 1965 e 1968, apurando as pontes mais significativas entre as diferentes plataformas as quais os Beatles operaram.

A análise identifica as relações e diálogos existentes entre os discos do recorte escolhido e permite uma aproximação dos diferentes suportes utilizados, emparelhando imagem, som e a contextualização contracultural sessentista que se desenvolveu nos Estados Unidos e Inglaterra.

 sem título-1-7