Professor Etienne Samain ministra a aula inaugural no Mestrado em Comunicação da UEL

O professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Etienne Samain, esteve em Londrina na última quinta-feira para a aula inaugural do curso de Mestrado em Comunicação Visual da UEL. Samain falou sobre o trabalho de Margaret Mead e Gregory Bateson na década de 30, relacionando a fotografia, a intervenção subjetiva do fotógrafo e a antropologia visual.

aula-inaugural-mestrado-2009
(fotografia: Reinaldo dos Santos)

Para o professor, a tecnologia mudou a relação do homem com a imagem. O que antes era considerado retrato fiel da realidade pode ganhar novas percepções em outros campos de estudo e enriquecer o discurso antropológico. ”Já que a gente sabe que a fotografia é mais que um documento, isso pode ajudar daqui pra frente a desvendar o que não é visível”, afirmou Samain.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.