Disciplinas

Horários de aulas no segundo semestre – 2019

Código

Disciplina

Carga Horária

Horário

Docente responsável

Créditos CH
2ELE031 Estágio Docência na Graduação

02

30

4ª – 16:30 às 18:10

Maria Bernadete de Morais França
2ELE048 Seminários

01

15

4ª – 09h às 09h50

José Alexandre de França
2ELE051 Métodos procedimentos e técnicas de pesquisa

02

30

6ª – 10:30 às 12h10

Maria Bernadete de Morais França
2ELE058 TE em Eletrônica de Potência

06

90

6ª – 14:00 às 18:00

Newton Silva
2ELE065 TE em Otimização Não-Linear com Aplicações

03

45

4ª – 14:00 às 16:30

Taufik Abrão
2ELE067 TE em Sistemas Elétricos

03

45

5ª – 14:00 às 16:30

Luis Alfonso Gallego Pareja
2ELE069 TE em Sistemas Eletrônicos Embarcados

03

45

4ª – 10:00 às 12:30

Leonimer Flavio  de Melo
2ELE105 Processo Estocástico aplicado à Engenharia Elétrica

03

45

2ª – 8h20 às 10h50

Taufik Abrão
2ELE110 Instrumentação Eletrônica

06

90

5ª – 7:30 às 12:00

José Alexandre de França
2ELE111 Controle Avançado

06

90

5ª – 14:00- 18:00

Márcio Roberto Covacic / Ruberlei Gaino
2ELE112 Técnicas, Métodos e Análise de Sistemas de Telecomunicações

06

90

5ª – 14:00 às 18:00

José Carlos Marinello Filho/Taufik Abrão

Relação de Disciplinas — PPG-EE-UEL

(DELIBERAÇÃO – Câmara de Pós-Graduação Nº 035/2009)

Universidade Estadual de Londrina

Centro de Tecnologia e Urbanismo

Programa Mestrado em Engenharia Elétrica

Núcleo Obrigatório

2ELE048 - SEMINÁRIOS 1 cr 15 h

Série de seminários entre alunos, professores e convidados do curso para apresentação e discussão de trabalhos científicos.

2ELE051 - MÉTODOS, PROCEDIMENTOS E TÉCNICAS DE PESQUISA 2 cr 30 h

A Investigação Científica em Engenharia Elétrica. O processo de elaboração de projetos de pesquisa e artigos científicos: a definição do problema, levantamento de hipóteses, escolha do método. Redação de um artigo científico.

[1] Rubio, F.V. Introdução ao Projeto de Pesquisa Científica. Editora Vozes, 1986.
[2] Muller, M. S., Cornelsen, J. M. Normas e Padrões para Teses, Dissertações e Monografias. Eduel. 5ª Edição, 2003
[3] Cervo, A.L., Bervian, P.A. Metodologia Científica, Editora McGraw-Hill do Brasil, 1983.
[4] Eco, U. Como se Faz uma Tese. Editora Perspectiva. 1977
[5] Barros, A.J.P., Lehfeld, N.A.S. Projeto de Pesquisa-Proposta Metodológicas. Editora Vozes, 1990.
[6] Bronowski, J. O Senso Comum da Ciência. Editora da USP & Editora Itatiaia Ltda, 1977
[7] Burtt, E. A. As Bases Metafísicas da Ciência Moderna. Editora Univ. De Brasília, 1983
[8] Ziman, J. A Força do Conhecimento. Editora da USP & Editora Itatiaia Ltda, 1981
[9] Waddington, C. H. Instrumental para o Pensamento. Editora da USP & Editora Itatiaia Ltda, 1979
[10] Boyer C. B. História da Matemática. Editora Edgard Blucher LTDA, 1974.

2ELE100 - DISSERTAÇÃO I 10 cr 150 h

Desenvolvimento do pré-projeto de Dissertação. (acompanhamento – Orientador). Período ideal de realização (matrícula obrigatória):  primeiro período

2ELE101 - DISSERTAÇÃO II 10 cr 150 h

Desenvolvimento de atividades experimentais e/ou teóricas específicas associadas ao tema de Dissertação, supervisionadas pelo orientador. Período ideal de realização (matrícula obrigatória):  segundo período.

2ELE102 - DISSERTAÇÃO III 10 cr 150 h

Desenvolvimento de atividades experimentais e/ou teóricas específicas associadas ao tema de Dissertação, supervisionadas pelo orientador. Período ideal de realização (matrícula obrigatória):  terceiro período.

2ELE103 - DISSERTAÇÃO IV 10 cr 150 h

Elaboração e apresentação da Dissertação de Mestrado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, supervisionada pelo orientador. Período ideal de realização (matrícula obrigatória):  quarto período.

Núcleo Estruturante

2ELE031 - ESTÁGIO DE DOCÊNCIA NA GRADUAÇÃO 02 cr 30 h

Período ideal de Realização (obrigatório para bolsistas CAPES/CNPq/Araucária): 1o. ou 2o. período

Participação em aulas de graduação, treinamento de estagiários de iniciação científica e outras atividades correlatas a critério e acompanhamento da Comissão Coordenadora, com supervisão do orientador e com a presença do professor responsável pela disciplina.

2ELE052

a                                 TÓPICOS ESPECIAIS (créd. variáveis)

2ELE090

2ELE105 - PROCESSO ESTOCÁSTICO APLICADO À ENGENHARIA ELÉTRICA 03 cr 45 h

Conceitos e teoremas básicos da probabilidade e variáveis aleatórias; Processos aleatórios; Processos estacionários; Funções de correlação, autocorrelação e densidade espectral de potência; Processamento de sinais aleatórios; Estimação; Processos aleatórios discretos; Aplicações.

[1] H. Stark, J. W. Woods. Probability, Random Process and Estimation Theory for Engineers. Prentice Hall 2nd edition, 1994.
[2] V. YANNIS, “Probability And Random Processes for Electrical Engineers”, Mcgrawhill, 1998
[3] PEYTON Z. Peebles, Jr, “Probability, Random Variables, and Random Signal Principles”, Mcgrawhill, 3rd, 1993
[4] A. Papoulis. Probability, Random Variables and Stochastic Processes, McGraw Hill, 1991 (3rd Ed.).
[5] A. B. Clarke and R.L. Disney. Probability and Random Processes: A First Course with Applications, John Wiley, 1985.
[6] S. M. Ross. Introduction to Probability Models, Academic Press, 1985, 3rd Ed.
[7] T. Abrão. Introdução a Processos Estocásticos. Notas de Aula. Depto Eng. Elétrica, Univ. Estadual de Londrina, ver. Beta, 2011.

2ELE106 - SISTEMAS LINEARES E MATRIZES 03 cr 45 h

Espaços Vetoriais; Autovalores, Autovetores e Similaridade de Matrizes; Ortogonalização e Mínimos Quadrados (SVD e pseudo-inversa); Teoria de Perron-Frobenius (Matrizes não-negativas, primitivas, estocásticas); Análise e síntese de sistemas lineares; Modelagem matemática e descrição matemática de sistemas; Análise Fourier; Transformada de Laplace; Função de transferência; Sistemas LTI; Sistemas LTV.

[1] R.A. Horn e C.R. Johnson. Matrix Analysis. Cambridge University Press, 1987.
[2] R.A. Horn e C.R. Johnson. Topics in Matrix Analysis. Cambridge University Press, 1991.
[3] G.H. Golub e C.F. Van Loan. Matrix Computations. Johns Hopkins University Press, 3a. ed. 1996.
[4] G.W. Stewart. Introduction to Matrix Computations. Academic Press, 1973.
[5] G.W. Stewart e J. Sun. Matrix Perturbation Theory. Academic Press, Boston, MA, 1990.
[6] J.H. Wilkinson. The Algebraic Eigenvalue Problem. Oxford University Press, Londres, 1965.
[7] F.R. Gantmacher. The Theory of Matrices. Chelsea Publishinng Company, 2a. edição, 1990.
[8] N.J. Higham. Accuracy and Stability of Numerical Algorithms. SIAM, 1996.
[9] R. Bathia. Matrix Analysis. Graduate Texts in Mathematics. Springer-Verlag, 1997.
[10] Chen C.-T.  Linear System Theory and Design. Oxford University, Press, Oxford. 3rd Ed., 1998.
[11] Callier F. and Desoer C.  Linear System Theory, Springer Verlag, New York., 1991

2ELE107 - PROCESSAMENTO ANALÓGICO E DIGITAL DE SINAIS 03 cr 45 h

Sistemas e sinais analógicos, discretos e digitais. Transformada de Fourier para sinais contínuos. Análise em freqüência de sistemas lineares. Transformada Z. Amostragem e interpolação de sinais: amostragem periódica, representação no domínio da freqüência, reconstrução de sinais com banda limitada a partir de suas amostras, processamento digital de sinais analógicos. Filtragem. Análise no domínio de freqüência de sistemas LIT (sistemas lineares e invariantes no tempo): sistemas de fase mínima. Estrutura para sistemas discretos no tempo, representação usando grafo de fluxo de sinais, estruturas básica, projetos de filtros. A Transformada de Fourier para sinais discretos. Estruturas para a realização de sistemas discretos. Transformada rápida de Fourier, função de correlação e covariância discretas, transformação KL (Karhunen-Loeve), processos periódicos e quase-periódicos; predição linear, modelos lineares para processos aleatórios, modelagem AR (auto regressivo), modelagem ARMA (auto regressive moving average). Estimativa espectral usando modelos lineares, estimativa espectral usando máxima verossimilhança, métodos usando subespaços.

[1] Alan V. Oppenheim, Alan S. Willsky, Hamid Nawab. Signals & Systems, Prentice Hall Signal Processing, Alan V. Oppenheim Series Editor, second edition.
[2] Alan V. Oppenheim, Ronald W. Schafer and John R. Buck. Discrete-Time Digital Processing, Prentice Hall Signal Processing, Alan V. Oppenheim Series Editor. 1999, second edition
[3] CHARLES W. Therrien “Discrete Random Signals And Statistical Signals Processing”, Prentice Hall Signal Processing Series (1992), 1ª Edição, USA.
[4] DINIZ, Paulo S. R.; SILVA, Eduardo A. B. da.; NETTO, Sergio L.. “Digital Signal Processing”. Cambrigde University Press, Inglaterra, 2002
[5] P. S. R. Diniz, E. A. B. da Silva, S. L. Netto. Processamento Digital de Sinais: Projeto e Análise de Sistemas, Bookman, 2004.
[6] John G. Proakis and Dimitris G. Manolakis. Digital Signal Processing: Principles, Algorithms and Applications, Prentice Hall of India, 2002, third edition.
[7] T. Abrão. Processamento de Sinais – Notas de Aula, ver. Gama, Londrina, PR. 2013

2ELE108 - FUNDAMENTOS PARA ANÁLISE E PROJETO DE SISTEMAS DE CONTROLE   03 cr 45 h

Descrição do problema de controle. Ferramentas de análise e projeto para sistemas contínuos e discretos. Transformada de Laplace. Transformada Z. Controladores PID. Sistemas discretos no tempo. Emulação discreta de sistemas contínuos. Projeto de sistemas de controle discretos empregando o Root Locus.

[1] OGATA. Engenharia de Controle Moderno. Ed. Prentice-Hall, quarta edição, 2003.
[2] Ogata K., “Discrete Time Control System”, Prentice-Hall, Second Edition, 1997.
[3] Phillips C. L., Nagle H. T., “Digital Control System Analysis and Design”, Prentice Hall, Third Edition, 1995.
[4] D´Azzo J. J., Houpis C. H., Sheldon S. N., “ Linear Control System Analysis and Design with Matlab”, Taylor & Francis, Boca Raton, Fifth Edition, 2003.

2ELE109 - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA 03 cr 45 h

Indutores, Transformadores de Pulsos e Efeito Pelicular (Skin). Conversores CC-CC: BUCK, FORWARD, HALF-BRIDGE, FULL-BRIDGE, FLAYBACK E BOOST. Retificadores (conversor CA-CC): Análise e projetos aplicados em Eletrônica de Potência. Circuitos Integrados Aplicados e projetos do circuito de Controle e Inversores (conversores CC-CA): Onda Quadrada, PWM, Senoidal.

[1] RASHID, M.H., “Power Electronics Handbook”, Academic Press, 2001.
[2] BARBI, I., “Eletrônica De Potência”, Ed. Ufsc, 2000
[3] MELLO, LUIZ F. PEREIRA. Análise e Projeto de Fontes Chaveadas. Ed. Érica.
[4] MELLO, LUIZ F. PEREIRA. Projeto de Fontes Chaveadas. Ed. Érica.
[5] Artigos Diversos da Ieee-Pels Conference Records e Ieee-Pels Transactions.

2ELE110 – INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA 06 cr 90 h

Conceitos básicos; Classificação de sistemas instrumentados; Canal de medição: sinais desejados, interferentes e modificantes; Incerteza de uma medida: métodos de medição e propagação das incertezas; Calibração; Principais transdutores e sensores utilizados em instrumentação; Condicionadores de sinais para transdutores sensores; Sistemas de Aquisição de Dados.

[1] Sergio Franco, “Design with Operational Amplifiers and Analog Integrated Circuits”, McGraw- Hill, 3a Edição, ISBN-13: 978-0072320848, 2001.
[2] David Terrell, “Op Amps: Design, Application, and Troubleshooting”, Ed. Newnes, 2a Edição, ISBN-13: 000-0750697024, 1996.
[3] John R. Taylor, “Introdução à Análise de Erros: O Estudo de Incertezas em Medições Físicas”, 2a Ed., Ed. BOOKMAN, 2012.
[4] Ignacio Lira, “Evaluating the Measurement Uncertainty: Fundamentals and Practical Guidance”, 1a Edição, Ed. Taylor & Francis, ISBN-13: 978-0750308403, 2002.

2ELE111 - CONTROLE AVANÇADO 06 cr 90 h

Controle Digital: Transformada z, segurador de ordem zero-ZOH, equações diferença, mapeamento entre plano s e plano z, análise de transiente e regime permanente, projeto do Lugar das Raízes no plano z, função de transferência discreta. Sistemas Não-Lineares: Estabilidade: Lyapunov, variedade central, entrada-saída e de sistemas com perturbações. Sistemas realimentados: estabilidade absoluta, passividade, função descritiva, linearização exata

[1] Ogata K., “Discrete Time Control System”, Prentice-Hall, Second Edition, 1997.
[2] Phillips C. L., Nagle H. T., “Digital Control System Analysis and Design”, Prentice Hall, Third Edition, 1995.
[3] D’Azzo J. J., Houpis C. H., Sheldon S. N., “Linear Control System Analysis and Design with Matlab”, Taylor & Francis, Boca Raton, Fifth Edition, 2003.
[4] Slotine, J. J., Li, W. “Applied Nonlinear Control”, Prentice-Hall, 1991.
[5] Artigos dos principais periódicos especializados versando sobre o assunto.

2ELE112 - TÉCNICAS E MÉTODOS E ANÁLISE DE SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES 06 cr 90 h

Representação geométrica de sinais. Representação vetorial de receptores ótimos. Probabilidade de erro na sinalização binária e M-ária. Probabilidade de erro na sinalização não ortogonal. Canais com Desvanecimento. Visão Geral de Sistemas de Múltiplo Acesso: TDMA, FDMA e CDMA. Sistemas de Comunicação Multimídia e Diferentes QoS. Diversidades em Sistemas de comunicação. Tipos e técnicas de redução de Interferência em sistemas de múltiplo acesso. Técnicas de Detecção/Decodificação de sinais: (sub-)ótima e detecção multiusário. Desempenho, capacidade e eficiência espectral de sistemas de múltiplo acesso. Esquemas de comunicação cooperativos.

[1] J. G. Proakis, Digital Comunications, Mc-Graw-Hill, 1989
[2] B. P. Lathi, Modern Digital and Analog Communications Systems, 2th edition, 1989
[3] G.L. Stüber, Principles of Mobile Communication, Kluwer Academic Publishers, 2th edition, 2001
[4] R. Kennedy, Fading Dispersive Communication Channels, John Wiley and Sons, 1969
[5] M. D. Yacoub, Foundations of Mobile Communications Engineering, CRC Press, 1993
[6] W. C. Jakes, Ed., Microwave Mobile Communications, New York: IEEE Press, 1974.
[7] H.Harada; R.Prasad, Simulation and Software Radio for Mobile Communications, Artech House, 2002.
[8] S. Verdú, Multiuser Detection, Cambridge University Press, 1998
[9] Michael L. Honig. Advances in Multiuser Detection. Wiley-IEEE Press, 2009.
[10] Gerhard Kramer, Ivana Maric, Roy, D. Yates. Cooperative Communications (Foundations and Trends in Networking), Now Publishers, 2007.
[11] K. J. Ray Liu, Ahmed K. Sadek, Weifeng Su, Andres Kwasinski. Cooperative Communications and Networking. Cambridge University Press, 2009
[12] Yan Zhang, Hsiao-Hwa Chen, Mohsen Guizani. Cooperative Wireless Communications (Wireless Networks and Mobile Communications). Auerbach Publications, 2009.

Tópicos Especiais

2ELE058 – TE em ELETRÔNICA de POTÊNCIA 06 cr 90 h

Tipos de conversores. Definições de grandezas elétricas: valor médio, valor eficaz, harmônicas, frequência fundamental,razão cíclica, fator de forma, fator de crista. Definição de fator de potência para diferentes situações: Carga Linear, Carga não linear com tensão senoidal, Carga não linear com tensão distorcida. Condicionamento de sinais analógicos: Ganho, Soma, Retificação, Comparação, projeto de circuitos de condicionamento de sinais. Circuitos trifásicos: Gerador conectado em Y e carga em conexões Y ou delta. Conceito de componentes simétricas e aplicação em circuitos trifásicos desequilibrados. Transformada de Clarke e Teoria PQ. Transformada de Park. Definição de um PLL, algoritmo e aplicação. Aplicação das transformações de Clarke e Park em controle de inversores. Inversor Monofásico e teorias de modulação: bipolar e unipolar. Inversor trifásico e teorias de modulação: 120 graus, 180 graus, Senoidal PWM.
[1] Pomílio,J. A.; DECKMANN, S.M. Avaliação da Qualidade de Energia Elétrica, Material didático disponível em: http://www.dsce.fee.unicamp.br/~antenor/it012.html
[2] Junior, P., Antonio. Eletrônica Analógica – Amplificadores Operacionais e Filtros Ativos . 6. Ed. Editora Bookman, 2009.
[3] Nilsson, James W., Reidel, Susan A., Circuitos Elétricos, LTC, 6a Edição, 2003.
[4] Floyd, T.L. Principles of Electric Circuits, 6th Ed. Prentice Hall, 2000. ISBN 0-13-095997-9.927p.
[5] Barioni de Oliveira, C.C.; Schmidt, H.P.; Kagan, N.; Robba, E.J.“Introdução a Sistemas Elétricos de Potência: Componentes Simétricas”. Editora Edgard Blucher, 2a. Edição, São Paulo, 20
[6] Hirofumi, A; Watanabe, E.D.,Aredes, M. Instantaneus Power Theory and Applications to Power Conditioning, 2007 ISBN 978-0-470-10761-4.
[7] Rashid, M. H., Eletronica de Potência, Circuitos, Dispositivos e Aplicações, 1999, Ed. Makron Books
[8] Barbi, I., Martins, D.C., Introdução ao Estudo dos Conversores CC-CA. Editora da UFSC.
[9] Mohan, N., First Course on Power Electronics and Drivers, 2003, ISBN 0-9715292-2-1
[10] Rashid, M.H.,Power Electronics Handbook, 2001, ISBN 0-12-581650-2, Academic Press

2ELE065 – TE em OTIMIZAÇÃO LINEAR – 03 cr 45 h

Problemas de Programação Linear, Modelagem de Problemas de Programação Linear, Solução geométrica e espaço factível. Álgebra linear, Análise convexa e convexa e conjuntos poliedrais, O método simplex, Solução Inicial e convergência. Implementações especiais do Método Simplex: Método Simplex Revisado, Método Simples para variáveis limitadas, Método de duas fases. Dualidade e Análise de sensibilidade, Análise de sensibilidade e pós-otimização. Algoritmos de pontos interiores para Programação Linear. Aplicações em Engenharia Elétrica.
[1] D.G. Luenberger, Y. Ye, Linear and Nonlinear Programming, Third Ed., Addison Wesley, 2008, Springer
[2] M.S. Bazaraa.; Jarvis, J.J.; Sherali, H.D., Linear Programming and Network Flows, 2nd edition, John Wiley, 1990;
[3] M.S. Bazaraa,; H.D. Sherali, C.M. Shetty, Nonlinear Programming, 2nd Ed., John Wiley, 1993.
[4] LIEBERMAN, G.J. Introduction to Operations Research,. McGraw-Hill International Edutions, 6a Edição, 1995.
[5] GOLDBARG, M.C., LUNA, H.P.L Otimização Combinatória e Programação Linear, Editora Campus, 2000. 7.
[6] MURTY, K.G. Linear Programming, John Wiley & Sons, 1983.
[7] LIEBERMAN, G.J. Introduction to Operations Research,. McGraw-Hill International Edutions, 6a Edição, 1995.

2ELE066 – TE em OTIMIZAÇÃO NÃO-LINEAR com APLICAÇÕES 03 cr 45 h

Otimização Não-Linear. Funções, gradiente e Hessiano. Teorema de Taylor. Condições de optimalidade. Teorema de Kuhn-Tucker. Lagrange e dualidade. Método do Gradiente e Newton. Método das direções conjugadas. Métodos Quasi- Newtonianos, métodos do gradiente projetado e gradiente reduzido. Métodos de penalidade e Lagrangeano aumentado. Algoritmo de Pontos Interiores. Programação quadrática e métodos de Lagrange. Programação convexa. Métodos de otimização não convexa. Programação geométrica. Programação Semi-definida. Aplicações em Engenharia Elétrica.
[1] D.G. Luenberger, Y. Ye, Linear and Nonlinear Programming, Third Ed., Addison Wesley, 2008, Springer
[2] M.S. Bazaraa, H.D. Sherali, C.M. Shetty, Nonlinear Programming, 2nd Ed., John Wiley, 1993.
[3] Dimitri P. Bertsekas. Nonlinear Programming. Athena Scientific. 2nd Ed., 1999.
[4] Stephen Boyd, Lieven Vandenberghe. Convex Optimization. Cambridge University Press 2004
[5] Dimitri Bertsekas, Angelia Nedic. Convex Analysis and Optimization. Athena Scientific 2003
[6] Ross Baldick. Applied Optimization: Formulation and Algorithms for Engineering Systems. Cambridge. 2006
[7] S. S. Rao. Engineering Optimization: Theory and Practice. Fourth Edition. John Wiley, 2009.
[8] D. G. Luenberger. Optimization by Vector Space Methods, Wiley, 1969.
[9] Todd K. Moon and Wynn C. Stirling. Mathematical Methods and Algorithms for Signal Processing. Prentice Hall, 2000.
[10] Garret N. Vanderplaats, Numerical Optimization Techniques for Engineering Design: With Applications, Mcgraw-Hill, New York, EUA, 1984.
[11] Larry C. Andrews e Ronald L. Phillips. Mathematical Techniques for Engineers and Scientists, SPIE Press, Washington, EUA, 2003.
[12] M. Asghar Bhatti. Practical Optimization Methods With Mathematics Applications. Springer-Verlag 2000
[12] Wil Michiels, Emile Aarts, Jan Korst. Theoretical Aspects of Local Search Springer, Heidelberg 2007.
[13] Daniel P. Palomar, Yonina C. Eldar. Convex Optimization in Signal Processing and Communications. Cambridge University Press. 2009.
[14] Gabor Vilmos Szabo. Optimization Problems in Mobile Communication. Dissertation. Swiss Federal Institute of Technology, ETH Zurich.

2ELE067  - TE  em ANÁLISE de SISTEMAS de ENERGIA ELÉTRICA – 03 cr 45 h

Modelagem matemática de sistemas elétricos; métodos de fluxo de potência; análises de curto-circuito; análise de contingências; principais características dos sistemas de transmissão de energia; planejamento da expansão de sistemas elétricos de energia; representação matemática do problema do planejamento da transmissão (não-linear e linear); técnicas de solução do problema do planejamento (algoritmo genéticos, busca Tabú, GRASP, Simulated Annealing, etc.) .

[1] MONTICELLI, A. “Fluxo de Carga em Redes de Energia Elétrica”, Editora Edgard Blücher Ltda, 1983.
[2] STAGG, G. W. and El-Abiad, A. H. “Computer Methods in Power System Analysis”, McGraw-Hill, 1968.
[3] MONTICELLI, A.; GARCIA, A. and SAAVEDRA, O. “Fast Decoupled Load Flow: Hypothesis, Derivations and Testing”, IEEE Transactions om
Power Systems, November, 1990.
[4] SULLIVAN, R. L. “Power System Planning”, McGraw-Hill International Company, New York, 1977.
[5] M.S. Bazaraa.; Jarvis, J.J.; Sherali, H.D., Linear Programming and Network Flows, 2nd edition, John Wiley, 1990;
[6] M.S. Bazaraa,; H.D. Sherali, C.M. Shetty, Nonlinear Programming, 2nd Ed., John Wiley, 1993.
[7] GOLDBARG, M.C., LUNA, H.P.L Otimização Combinatória e Programação Linear, Editora Campus, 2000. 7.
[8] MURTY, K.G. Linear Programming, John Wiley & Sons, 1983.
[9] LIEBERMAN, G.J. Introduction to Operations Research,. McGraw-Hill International Edutions, 6a Edição, 1995. 6.
[10] ARTIGOS dos principais periódicos e revistas especializadas versando sobre o assunto.

2ELE068  – TE  em CIRCUITOS ELETRÔNICOS PARA INSTRUMENTAÇÃO – 3 cr 45 h

Amplificadores de Instrumentação; Detectores de Pico de Precisão; Filtros Ativos; Osciladores (Triangular, Quadrado e Senoidal, Pulsado); Integradores; Conversor Tensão-Frequência de Precisão; Amplificadores Lock In; Retificadores de Precisão; Detectores de Fase; Medidores de Frequência; Transceptores de Ultrassom; Condicionamento de Transceptores Optoeletrônicos; Medidores de Capacitância, Condicionamento de Sinais com Controle Automático de Ganho e Compensação de Tensão de Desvio (Offset).

[1] FRANCO, S. “Design with Operational Amplifiers and Analog Integrated Circuits”, Editora MacGraw-Hill, 3ª edição, 2001.
[2] SEDRA, A. S e SMITH, K. C. “Microeletrônica”, 5ª edição, Editora Pearson e Prentice Hall, 2007.
[3] TERREL, D. “Op amps: Design, Application and Troubleshooting”, Editora Newnes, 2ª edição, 1996.
[4] TURNS, S. R. “Fundamentos de Instrumentação Industrial e Controle de Processos”, Editora Bookman, 2013.
[5] ARTIGOS dos principais periódicos e revistas especializadas versando sobre o assunto.
2ELE069  – TE  em SISTEMAS ELETRÔNICOS EMBARCADOS – 3 cr 45 h

Visão geral dos manipuladores. Fundamentos de tecnologia, programação e introdução aos microcontroladores. Arquitetura de microprocessadores. Instruções de transferências de dados, operações lógicas e aritméticas, desvio e subrotinas. Interrupções. Programação em Linguagem Assembly e C. Aplicações experimentais. Arquitetura de microcontroladores. Instruções e operações. Interrupções. Conversores A/D e D/A: características, amostragem, quantização. Programação de periféricos. Interface paralela, serial, contador programável, controlador de interrupções de DMA. Comunicação serial RS232, RS485, I2C, CAN. Aplicações e projetos com microcontroladores. Dispositivos lógicos programáveis. Linguagem de programação de hardware reprogramável. Programação, simulação e síntese de sistemas de lógicas programáveis. Aplicações em sistemas de controle e processos industriais.

[1] TANENBAUM, A. S. “Organização Estruturada de Computadores”, Editora Pearson Prentice Hall, 5ª edição, 2007.
[2] STALLINGS, W. “Arquitetura e Organização de Computadores”, Editora Pearson, 8ª edição, 2010.
[3] FORRAI, A. “Embedded Control Systems Design: A model based approach” Springer, 2012.
[4] ORDOÑES, E. D., PENTEADO, C. G., DA SILVA, A. C. R. “Microcontroladores e FPGA: aplicações em automação”, Novatec 2005.
2ELE070  – TE  em CONTROLE DE SISTEMAS USANDO DESIGUALDADES MATRICIAIS LINEARES – 2 cr 30 h

Linearização de sistemas. Comportamento nas proximidades dos pontos de equilíbrio. Plano de fase. Fundamentos da teoria de Lyapunov. Análise da estabilidade segundo Lyapunov. Desigualdades matriciais lineares (LMI). Análise de estabilidade usando LMI. Projeto de controladores usando LMI. Sistemas dinâmicos incertos e controle robusto. Índices de desempenho com LMI. Controle H_2 e H_infinito usando LMI. Sistemas reais positivos e passividade. 

[1] SLOTINE, J. J.; LI, W. “Applied nonlinear control”, Prentice Hall, 1991.
[2] BOYD, S.; GHAOUI, L. E.; FERON, E.; BALAKRISHINAN, V. “Linear matrix inequalities in system and control theory”, SIAM Studies in applied mathematics, Philadelphia, USA, 1994.
[3] GAHINET, P.; NEMIROVSKI, A.; LAUB, A. J.; CHILALI, M. “LMI Cntrol Toolbox – for use with Matlab, Mathworks. USA, 1995.
[4] CHEN, C. T. “Linear system theory and design”, Oxford, 1999.
[5] AGUIRRE, L. A. “Enciclopédia de automática: controle & automação”. Editora Edgard Blücher, 3 volumes, São Paulo, 2007E.
2ELE071  – TE  em TEORIA, SIMULAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DA ESTIMAÇÃO ÓTIMA DE ESTADOS – 2 cr 30 h

Revisão da base matemática. Estimação de estados por mínimos quadrados. Filtragem por mínimos quadrados recursivo. Filtro de Kalman polinomial. Filtro de Kalman estendido. Filtro de Kalman linearizado. Outros filtros estimadores. Otimizações numéricas na implementação de filtros recursivos. Simulação de sistemas utilizando Matlab/Simulink. Implementação de filtros estimadores em hardware embarcado. 

[1] BROOKNER, E. “Tracking and Kalman Filtering Made Easy”, Editora Wiley-Interscience, 1ª edição, 2001.
[2] SIMON, D. “Optimal State Estimation: Kalman, H Infinity and Nonlinear Approaches”, Editora Wiley-Interscience, 1ª edição, 2006.
[3] BROWN, R. G.; HWANG, P. Y. C. “Introduction to Random Signals and Applied Kalman Filtering with Matlab Exercises”, Editora Wiley, 4ª edição, 2012.
[4] JAIN, S. “Modeling & Simulation Using Matlab Simulink, Editora Wiley, 2011.
[5] KLEE, H. ” Simulation of Dynamic Systems with Matlab and simulink”. Taylor & Francis, 2007.
2ELE072  – TE  em BIOROBÓTICA – 3 cr 45 h

Sistemas inteligentes para acionamento de modelos de cadeira de rodas: Definições, conceitos básicos e modelagens. Sistema mecânico: Cinemática e dinâmica de cadeiras. Robótica industrial: Descrição matemática de manipuladores. Sistemas de coordenadas em robótica. Modelagem cinemática direta e inversa. Simulação e implementação de algoritmos de controle nas juntas de manipuladores. Órgãos terminais e sensores em robótica. Linguagem de programação de robôs industriais. Sinais biológicos para próteses robóticas: Sistema de medição biomédica. Entendimento do conhecimento do sistema a ser medido (paciente) e biosinal. Interpretação e acionamento de equipamentos com sinais biológicos. Identificação de sistemas fisiológicos, uso de teoria de controle avançado para aplicações em próteses robotizadas. Sistemas de controle inteligentes: Lógica Fuzzy.

[1] LEWIS, F. L. DAWSON, D. M. ABDALLAH, C. T. ” Robot Manipulator Control – Theory and Practice”, 2ª edição, Marcel Dekker, 2004.
[2] CORKE, P. ” Robotics, Vision and Control – Fundamental Algorithms in Matlab”, Editora Springer: Brisbane, 2011.
[3] ESPINOSA, F.; LOPES, E.; MATEOS, R.; MAZO, M.; GARCIA, R. “Advanced and Intelligent Control Techniques Applied to the Drive Control and Path Tracking Systems on a Robotic Wheelchair autonomus Robots”. Autonomous Robots, vol. 11, pp 137-148, 2001.
[4] Denso 6-axis robot – USER MANUAL. Disponível em: www.quanzer.com/products/denso. Quanser Inc. 2013.
[5] WEBSTER, J.G. “Medical Instrumentation: Application and Design”. Houghton Miflin Company, 2ª edição, 1992.
[6] OGATA, K. “Engenharia de Controle Moderno”, Editora Prentice-Hall.
[7] OGATA, K. “Discrete Time Control System”, Prentice-Hall, 2ª edição, 1997.
[3] G.L. Stüber, Principles of Mobile Communication, Kluwer Academic Publishers, 2th edition, 2001
[4] R. Kennedy, Fading Dispersive Communication Channels, John Wiley and Sons, 1969
[5] M. D. Yacoub, Foundations of Mobile Communications Engineering, CRC Press, 1993
[6] W. C. Jakes, Ed., Microwave Mobile Communications, New York: IEEE Press, 1974.
[7] N. Blaunstein and J. B. Andersen, Multipath Phenomena in Cellular Networks Artech House, London, UK, 2002
[8] H.Harada; R.Prasad, Simulation and Software Radio for Mobile Communications, Artech House, 2002.
[9] S. Verdú, Multiuser Detection, Cambridge University Press, 1998
[10] Michael L. Honig. Advances in Multiuser Detection. Wiley-IEEE Press, 2009.
[12] Gerhard Kramer, Ivana Maric, Roy, D. Yates. Cooperative Communications (Foundations and Trends in Networking), Now Publishers, 2007.
[13] Gene H. Golub and Charles F. Van Loan, Matrix Computations, 3rd ed. The Johns Hopkins University Press. Chaps. 1-5 (274 pages). ISBN:
0-8018-5413-X, 0-8018-5414-8 (pbk
[14] K. J. Ray Liu, Ahmed K. Sadek, Weifeng Su, Andres Kwasinski. Cooperative Communications and Networking. Cambridge, 2009
[15] Yan Zhang, Hsiao-Hwa Chen, Mohsen Guizani. Cooperative Wireless Communications (Wireless Net and Mobile Comm). Auerbach, 2009.