O MEEL recebe recursos do CNPq para desenvolvimento de produto tecnológico

Acaba de serem liberados recursos no valor de R$ 62.700,00 para o MEEL. Tais recursos foram obtidos através do CNPq, no último edital MCT/CNPQ/CTEnerg no. 28/2006, e visa o desenvolvimento de um produto tecnológico que auxiliará na manutenção de linhas de transmissão (LTs), reduzindo a incidência de rupturas em condutores. A principal causa de tais rupturas é a fadiga provocada por vibrações eólicas. Para atenuar o problema, tais vibrações devem ser levadas em consideração durante a fase de projeto das LTs (através do dimensionamento correto de um sistema de amortecimento). Além disso, uma vez que a LT tenha sido erguida, uma manutenção periódica deve ser realizada no sistema para evitar danos que possam causar a interrupção da energia elétrica. Normalmente, tanto na fase de projeto quanto durante a manutenção do sistema, dados de equipamentos especiais que monitoram as vibrações eólicas são utilizados. Contudo, além de serem importados, tais equipamentos possuem limitações como, por exemplo, pouca autonomia e descarga manual dos dados. Isso torna a coleta de dados de vibrações eólicas uma tarefa cara e bastante trabalhosa. Neste projeto, propõe-se o desenvolvimento de um sistema de monitoramento de vibrações eólicas em LTs. Tal sistema é composto por vibrógrafos que podem ser instalados em diferentes pontos do sistema de distribuição/transmissão. Todo o sistema será desenvolvido tendo como meta baixo custo, grande autonomia e automatização.

O projeto tem o apoio da ELETROSUL de Londrina, onde serão realizados os testes com os protótipos, e, uma vez concluído, dará origem ao primeiro vibrógrafo nacional para monitoramento de linhas de transmissão.

Equipe Executora:

  • Prof. Dr. José Alexandre de França (coordenador)
  • Profa. Msc. Maria Bernadete Morais França (docente)
  • Prof. Dr. Aziz Elias Demian Junior (docente)
  • Renato de Almeida Trevisolli (aluno de IC)
  • Tiago Polizer da Silva (aluno de IC)

Deixe um Comentário

Aviso: A moderação de comentários está habilitada e deve atrasar a publicação do seu comentário. Contudo, não é necessário você reenviar o seu comentário.