Volume 24 - 2012 Imprimir E-mail

Diálogo da literatura com as outras artes

 
Resp. Regina Célia Santos Alves
 
Todos os arquivos estão disponibilizados em formato PDF.

Você precisará do Adobe Reader para lê-los.


Artigo e autor
Páginas

Iracema Voou?!

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UESC)

5-15

RESUMO: Neste artigo, a partir da letra da música “Iracema Voou” de Chico Buarque, levantam-se questões não atentadas pelos estudos de gênero, em sua crítica às ondas feministas. Entre essas, destaca-se, em sua crise atual, a globalização, cujos princípios universais e totalizantes reportam-se ainda às metanarrativas da racionalidade ocidental. Tal coordenada econômica é vista aqui como fator interveniente à causa da mulher migrante, mesmo diante do suposto reconhecimento da valorização do multiculturalismo e da hibridação.
PALAVRAS-CHAVE: mulher; feminismos; gênero; migração; globalização.

ABSTRACT: In this article, from the letter of music Iracema flew of Chico Buarque, questions arise not taken into account by gender studies, in his criticism of the feminist waves. Among these, it stands out, in his current crisis, globalization, whose universal principles and totalizing relate even the meta-narratives of western rationality. Such coordinated economic and view here as an intervening factor the cause of women migrants, even before the supposed recognition of appreciation of multiculturalism and hybridisation.
KEYWORDS: woman; feminisms; gender; migration; globalisation.

Recebido em 15 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

O Auto da Compadecida: um cordel de frente para as câmeras

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UEL)

16-26

RESUMO: Propomos um estudo de viés comparativo entre os textos: Auto da compadecida, peça teatral de Ariano Suassuna, publicada em 1955 e a micro-série de título homônimo, de Guel Arraes, apresentada em quatro capítulos na Rede Globo em janeiro de 1999. Por fim, a transformação desta série em filme no ano de 2001. Objetiva-se abordar os aspectos vistos em conjunto ou em seus detalhes que forneçam subsídios para o entendimento de como o meio de circulação se impõe enquanto elemento preponderante na configuração de textos adaptados e a posição em que os diferentes consumidores se relacionam com a obra a ser transposta.
PALAVRAS-CHAVE: Auto da compadecida; adaptação; mini-série; filme..

ABSTRACT: We propose a comparative study of Ariano Suassuna’s Auto da compadecida (1955), a micro-series with the same title by Guel Arraes, broadcast in four chapters by Rede Globo in January 1999. Finally, the transformation of this series to a film in 2001. The objective is to address all aspects taken together or in their details to provide contributions for understanding how the medium of circulation is necessary as a prominent element in literary texts adapted to other media and how different consumers relate to the transposed work.
KEYWORDS: Auto da compadecida, adaptation; mini-series; film.

Recebido em 14 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Música, cinema e literatura na crítica de Mário de Andrade, em Klaxon: Mensário de Arte Moderna

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (Unimontes/Capes)
e Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email  (Unimontes)

27-38

RESUMO: A partir das seções “Cinema”, “Chronicas” e “Livros & Revistas”, escritas por Mário de Andrade para a Revista Klaxon: Mensário de Arte Moderna, discutir-se-á a maneira como seus comentários sobre diversificadas vertentes artísticas corroboram a criação de um projeto estético de renovação cultural da época, que se propunha a esclarecer, refletir e atualizar a arte em suas várias manifestações. Analisar-se-ão os pressupostos marioandradinos contidos no manifesto de abertura da revista, as reflexões a respeito da música e do cinema brasileiro e as relacionaremos à crítica literária contidas no periódico, a fim de situá-lo no panorama geral da atividade crítica em nossa literatura.
PALAVRAS-CHAVS: Mário de Andrade; Revista Klaxon; Crítica Literária; Tradição e Modernidade.

ABSTRACT: Taken the sections  “Cinema”, “Chronicas” and “Livros & Revistas,” written by Mário de Andrade for the magazine Klaxon: Mensário de Arte Moderna, we’ll discuss how his comments on the various aspects of the artwork out an ideal of a aesthetic project to renew the culture of the time, which would clarify, reflect and update art in its various manifestations. We examine the assumptions contained in the manifest opening of the magazine written by Mário de Andrade, his thoughts on music, film and literary criticism contained in the magazine in order to place them from a critical overview of activity in our literature.
KEYWORDS: Mário de Andrade; Klaxon Magazine, Literary Criticism; Tradition and Modernity.

Recebido em 27 de abril de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Concreto e abstrato na literatura e na pintura: Clarice Lispector e Gastão Manuel Henrique

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UFV)

39-48

RESUMO: O presente artigo reflete sobre o texto “Gastão Manuel Henrique”, publicado pela escritora Clarice Lispector na primeira edição da obra A legião estrangeira (1964). Trata-se de um texto que aborda a pintura em madeira de Gastão Manuel Henrique, artista plástico ligado à geração dos anos 1960 no Brasil, quando se discutia a presença de uma arte moderna abstrata e concreta entre nós. O objetivo é estabelecer uma relação entre as discussões em voga no período e o modo com a escritora percebeu o trabalho artístico.
PALAVRAS-CHAVE: Clarice Lispector; Gastão Manuel Henrique; Arte abstrata; Arte concreta.

ABSTRACT: This article reflects about the text “Gastão Manuel Henrique”, by Clarice Lispector, published on the first edition of the book A legião estrangeira (1964). The text is about Gastão Manuel Henrique’s painting on wood. He was an artist from the 1960s generation in Brazil when it was discussed the presence of an abstract and concrete modern art between us. The goal is to establish a relationship between the discussions in vogue at that time and the way the writer sees his artwork.
KEYWORDS: Clarice Lispector; Gastão Manuel Henrique; Abstract Art; Concrete Art.

Recebido em 15 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

O enigma da visão: Clarice Lispector e Merleau-Ponty

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UFS)

49-58

RESUMO: O texto Água viva de Clarice Lispector e o Olho e o espírito da Merleau-Ponty tratam, entre outras coisas, da relação visceral entre o corpo e a vida. No caso de Clarice Lispector, embora o tema assuma toda a dramaturgia paradoxal e caleidoscópica muitas vezes destacada por seus críticos, é necessário o trabalho de peneiramento para que a temática venha à tona e permita um diálogo com o filósofo francês. Sendo assim, para este trabalho, parto do pressuposto de que temas como liberdade, vontade, unidade, morte, nascimento, tempo, convergem, na temática do corpo em duas dimensões (universal e particular) que poderiam ser definidas, respectivamente, como bios (orgânica) e gráfica (plástico-literária).
PALAVRAS-CHAVE: Clarice Lispector; Merleau-Ponty; Pintura; Filosofia.

ABSTRACT: Agua Viva by Clarice Lispector as well as The Eye and the spirit by Merleau-Ponty tell, among other things, the deep relationship between body and life. Concerning to Lispector´s case, we can say that although the theme adopts all caleidoscopical  and paradoxical dramaturgy, aspects considered by many critics,  it’s necessary to be careful in order to bring out some aspects to enable a dialogue with the French philosopher.  So, this work is based on the belief that themes like liberty, will, unity, death, birth, time, converge the theme of the body into two dimensions: universal and private, which can be defined, respectively, as bios (organic) and graph (plastic-literary).
KEYWORDS: Clarice Lispector; Merleau-Ponty; Painting; Philosophy.

Recebido em 19 de julho de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Gênero, silenciamento e opressão: interfaces entre imagens e letras

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (Unicentro)

59-69
RESUMO: Atualmente, os Estudos de Literatura têm procurado aproximar o diálogo crítico e epistemológico entre a Literatura e as mais diferentes áreas do conhecimento humano. Tal fato já se tornou, inclusive, a principal premissa da Literatura Comparada, que há muito deixou de fazer análises simplesmente binárias entre as diferentes literaturas, mas iniciou uma saudável tradição de crítica na perspectiva de interligar a Literatura aos Estudos Culturais. Sob esta perspectiva, o  estudo propõe contribuir para a ampliação da investigação epistemológica acerca dos estudos interfaces que tenham como foco a obra literária e as artes plásticas. Privilegia-se a escritora Luci Collin e a artista plástica Lygia Pape.
PALAVRAS-CHAVE: Interfaces; Literatura; Artes Plásticas; Gênero.

ABSTRACT: Literature Studies have sought to bring together the epistemological and critical dialogue between literature and the different areas of human knowledge. This fact has become even the main premise of comparative literature that for long has ceased to do just binary analyzes between different literatures, but initiated a healthy tradition of criticism from the perspective of connecting literature to cultural studies. From this perspective, the study proposes to contribute to the expansion of research on epistemological studies of interfaces that focus on literary and visual arts. Attention is given to the writer Luci Collin and artist Lygia Pape.
KEYWORDS: Interfaces, Literature; Arts; Gender.
Recebido em 9 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Narrativa e pintura em Edmundo de Oliveira Gaudêncio: diálogos intersemióticos

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UEPB – Campus VI)

70-80
RESUMO: Neste trabalho, procuraremos mostrar como entre narrativa e pintura se estabelece um diálogo intersemiótico na obra Em torno de um jarro (1999), escrita por Edmundo de Oliveira Gaudêncio. Ancorados nos pressupostos da tradução de base intersemiótica, evidenciaremos que a transposição do código escrito/verbal para o pictórico/visual e deste para aquele propicia uma dupla recriação – a do objeto estético e a da infância perdida, arquétipo da felicidade simples –, mediante um processo bastante inventivo que não pode ser analisado pelo viés da dicotomia perda/ganho.
PALAVRAS-CHAVE: Tradução Intersemiótica; Devaneio; Infância.

ABSTRACT: The aim of this work is to show how an intersemiotic dialogue between narrative and painting is constituted in the book Em torno de um jarro (1999), written by Edmundo de Oliveira Gaudêncio. Based on the intersemiotic assumptions on translation, this work provides evidences of that the incorporation of the written/verbal code to the pictorial/ visual one, and also the inverse process provides a double recreation – the one of the aesthetic object and the lost childhood, an archetype of simple happiness – through such an inventive process that it cannot be analyzed by the concept of the loss/gain dichotomy.
KEYWORDS: Intersemiotic translation; Dream; Childhood.
Recebido em 29 de junho de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

“Teatro Moderno” e o Teatro de Brinquedo de Álvaro Moreyra

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (USP)

81-91
RESUMO: O presente artigo tem como objetivo analisar o lugar ocupado pelo Teatro de Brinquedo, movimento estético paulista concebido por Álvaro Moreyra na década de 1920, na história do “Teatro Moderno” brasileiro tal qual como foi concebida em ensaios de Décio de Almeida Prado e Gustavo Dória. A partir da exposição sobre como estes dois importantes críticos pautaram suas concepções estéticas à luz do conceito de formação de um teatro nacional, e de considerações sobre como enquadram a obra de Moreyra em suas respectivas narrativas históricas, confrontaremos estas conceituações com uma análise da dramaturgia Adão, Eva e outros membros da família..., a mais importante do Teatro de Brinquedo. Com este desenvolvimento analítico, pretende-se esclarecer as relações entre uma narrativa histórica traçada sobre um campo artístico específico e suas afinidades e tensões com a particularidade de uma obra pouco comentada que integra esta narrativa.
PALAVRAS-CHAVE: Teatro Moderno; Formação; Teatro de Brinquedo; Álvaro Moreyra.

ABSTRACT: This article aims to analyze the place occupied by Teatro de Brinquedo, an aesthetic movement in São Paulo concieved by  Álvaro Moreyra in the 1920s, in the history of the Brazilian “Modern Theater as perceived in essays by Décio de Almeida Prado and Gustavo Dória. Departing from how these two important critics conveyed their aesthetic conceptions in the context of shaping a national theater and how they portrayed Moreyra’s in their historical accounts, I will juxtapose these concepts with an analysis of the play Adão, Eva e outros membros da família..., the most important piece in Teatro de Brinquedo. Within this analytical stand I want to point out the relations between a historical narrative  of a specific artistic field and their afinities and tensions with the peculiartiy of a work that is scarcely commented  and belongs to the narrative.
KEYWORDS: Teatro Moderno; Shaping; Teatro de Brinquedo; Álvaro Moreyra.
Recebido em 15 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Com as cores da escuridão e a poesia da alma: o impressionismo em Orígenes Lessa

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UNESP/Araraquara/Cnpq)

92-103
RESUMO:  O objetivo deste artigo é trazer à luz aspectos impressionistas presentes na composição do conto “As cores”, narrativa que faz parte da coletânea Balbino, homem do mar, de Orígenes Lessa (1903-1986). Procuramos, com esta análise, salientar o traço poético da obra de Orígenes Lessa, marcada por uma linguagem polissêmica e caracterizada muitas vezes pela permanência de traços impressionistas.
PALAVRAS-CHAVE: Impressionismo; Linguagem poética; Orígenes Lessa

ABSTRACT: The aim of this paper is to bring to light impressionists aspects in the composition of the tale “The colors”,  narrative that is part of the collection Balbino, seaman, by Orígenes Lessa (1903-1986). Sought with this analysis, note the trace of the  poetic works of Orígenes Lessa, marked by a polysemic language and often characterized by the permanence of impressionists traces.
KEYWORDS: Impressionism; poetic language; Orígenes Lessa.

Recebido em 13 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Jardins em perspectiva: diálogo entre o jardim da Casa da Parreira, o conto “José Matias”, de Eça de Queirós e “Gladíolos”, de Claude Monet

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (Unicentro)

104-116
RESUMO: Este trabalho pretende abordar a relação visual do conto José Matias, de Eça de Queirós e a estética Impressionista. Umberto Eco, em A Obra Aberta defende que “em vez da definição a relação, em vez do resultado, o processo, em vez do evento, a probabilidade” (ECO, 2005). Realismo e Impressionismo são escolas contemporâneas e têm como seus maiores representantes, Eça de Queirós e Claude Monet. Assim, pretende-se demonstrar as relações possíveis entre o conto de Eça e a tela Gladíolos de Monet, analisando a formação imagética correspondente entre o texto e a pintura por meio das cores utilizadas para criar a atmosfera que atinge diretamente os sentidos.
PALAVRAS-CHAVE: Claude Monet; Eça de Queirós; cores; simbologia; olhar.

ABSTRACT: This study addresses the visual relationship of the tale José Matias of Eça de Queirós and Impressionist aesthetic. Umberto Eco, in Obra Aberta argues that “instead of defining the relationship, rather than the result, the process instead of the event, the probability” (ECO, 2005). Realism and Impressionism schools are contemporary and have as its major representatives, Eça de Queirós and Claude Monet. We intend to demonstrate the possible relations between the tale of Eça and the Monet screen Gladioli, analyzing the corresponding imagery training between text and painting through the colors used to create the atmosphere that directly affects the senses.
KEYWORDS: Claude Monet; Eça de Queirós; colors; simbology; look.

Recebido em 15 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

A queda da casa de Usher: uma adaptação de Jean Epstein

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UFPR/CAPES-REUNI)

117-127
RESUMO:  O objetivo do presente artigo é analisar comparativamente o conto "A queda da casa de Usher", de Edgar Allan Poe, e sua respectiva adaptação fílmica, La chute de la maison Usher, de Jean Epstein. Em primeiro lugar, será feita uma aproximação entre Poe e Epstein, uma vez que ambos apresentavam uma inegável autoconsciência em relação à realização artística. Em segundo lugar, será feita a comparação entre conto e filme, considerando a autonomia de Epstein em relação ao original e os recursos fílmicos que o cineasta utiliza no redimensionamento da atmosfera sobrenatural do conto de Poe.
PALAVRAS-CHAVE: conto; filme; autonomia; recursos cinematográficos; adaptação

ABSTRACT: This article aims is to compare the short-story “The fall of the house of Usher”, by Edgar Allan Poe, and its cinematographic adaptation, “La chute de la maison de Usher”, by Jean Epstein. First of all, Poe and Epstein will be approximated, as both had an undeniable self-awareness in relation to the artistic realization. Secondly, a comparison between the film and the short-story will be made, considering Epstein’s autonomy in relation to the original version and the cinematographical resources the film-maker uses to recreate the supernatural atmosphere of Poe’s short-story.
KEYWORDS: short story; film; autonomy, cinematographical resources; adaptation.

Recebido em 26 de julho de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012..

Hibridização entre literatura, cinema e quadrinhos: relações entre o romance Crime e castigo, de Dostoiévski, e o filme Nina, de Heitor Dhália

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (UFPA)

128-139
RESUMO: O presente trabalho propõe uma análise da tradução do romance Crime e Castigo, do Russo Fiódor Dostoievski (1827 – 1881), para o filme Nina (2004), do brasileiro Heitor Dhalia, observando como o filme atualiza a leitura do texto literário, transpondo-o para um contexto pós-moderno e para uma forma cinematográfica híbrida. Trata-se de um estudo comparativo, que visa investigar as transformações sígnicas operadas pela tradução, e principalmente, a produção de sentido que essas transformações implicam.
PALAVRAS-CHAVE: Crime e Castigo; Nina; literatura e cinema; tradução.

ABSTRACT: This paper proposes an analysis of the translation of the novel Crime and Punishment written by Russian Fyodor Dostoyevsky (1827 - 1881) to the film Nina (2004), by Brazilian Heitor Dhalia, noting how the film updates the reading of literary texts transposing it to a post-modern context and to form a hybrid film. This is a comparative study which aims to investigate the changes of signs operated by the translation and especially the production of meaning that these changes imply.
KEYWORDS: Crime and Punishment; Nina, literature and film, translation.

Recebido em 15 de agosto de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.

Apaguem os rastros: Walter Benjamin, arquitetura, história e literatura

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email (PUC-RS)

140-150
RESUMO: O artigo tem por objetivo recriar um itinerário crítico sobre o que se poderia chamar de Estética do vestígio em Walter Benjamin. Articulando arquitetura (Le Corbusier, Scheerbart, Loos), história (Adorno, Giedion) e literatura (Kafka, Brecht), visa demonstrar a transição ideológica do rastro à transparência – visa entrelaçar passado e presente, recolhimento e distração, e, com isso, discutir tanto o fazer literário quanto o papel da literatura na construção identitária do contemporâneo.
PALAVRAS-CHAVE: Walter Benjamin; Arquitetura; História; Literatura.

ABSTRACT: The article aims at recreating a critical itinerary concerning what one could call Estética do vestígio in the work of Walter Benjamin. By interweaving architecture (Le Corbusier, Scheerbart, Loos), history (Adorno, Giedion), and literature (Kafka, Brecht), it seeks to demonstrate the ideological transition from trace to transparence – seeks to entwine past and present, withdrawal and distraction, and thus discuss both the literary thing and the construction of identities in the contemporary world.
KEYWORDS: Walter Benjamin. Architecture. History. Literature.

Recebido em 23 de abril de 2012; aprovado em 20 de dezembro de 2012.