CICLO HANNAH ARENDT
Histórico do Ciclo Hannah Arendt:
I Ciclo Hannah Arendt - 2010      
 Nos dias 09 e 10 de junho de 2010 realizou-se a primeira edição do Ciclo Hannah Arendt na Universidade Estadual de Londrina – UEL – sob a coordenação do Prof. Dr. Eder Soares Santos, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UEL. O evento contou com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, da Especialização em Filosofia Política e Jurídica, da Especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea: aspectos éticos e políticos, da Especialização em História e Filosofia da Ciência, do Colegiado do Curso de Graduação em Filosofia e do Departamento de Filosofia, todos os cursos ligados ao Departamento de Filosofia da UEL. A programação contou com a presença do Prof. Dr. Adriano Correia (UFG) que ministrou uma conferência no dia 09/06 às 19h30 sobre o tema “Natalidade, Mortalidade e Política em Hannah Arendt” com 3h de duração, e um minicurso no dia 10/06 às 14h sobre o tema “A condição Humana em Hannah Arendt” com 4h de duração.
 II Ciclo Hannah Arendt - 2011  
Em 17 de outubro de 2011, das 19h às 23h, realizou-se o II Ciclo Hannah Arendt sob a coordenação do Prof. Dr. Eder Soares Santos e com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Filosofia e do Departamento de Filosofia da UEL. A programação contou com a presença dos seguintes professores: Prof. Dr. Adriano Correia (UFG) que ministrou a palestra sobre o tema “As infortunas da ação em Hannah Arendt” com 1 hora de duração; Prof. Dr. Marcos Alexandre Gomes Nalli (UEL) que ministrou a palestra “O campo de concentração é o nomos biopolítico da modernidade” com 1 hora de duração; Profª Drª Maria Cristina Müller (UEL) que ministrou a palestra “ Por que pensar a Condição Humana?” com 1 hora de duração. 
 

 III Ciclo Hannah Arendt – 2012

 

 O III Ciclo Hannah Arendt aconteceu nos dias 29 e 30 de outubro de 2012 e discutiu dois temas importantes do pensamento de Hannah Arendt: a moralidade e a liberdade. O III Ciclo Hannah Arendt contou com a participação do professor Dr. Adriano Correia, da Universidade Federal de Goiás e do professor Dr. Odílio Alves Aguiar da Universidade Federal do Ceará, ambos importantes pesquisadores da obra de Arendt. Também contou com a participação do prof. Dr. Alejandro Oropeza do Observatório Hannah Arendt da Venezuela.
O III Ciclo Hannah Arendt teve como objetivos:
 •    Discutir questões atuais pertinentes à ética e política com base na filosofia de Hannah Arendt, sobretudo a questão da liberdade.
 •    Proporcionar discussões relativas às ações morais.
 • Oferecer bases filosóficas contemporâneas para a análise de questões éticas e políticas.
 
No dia 29 de outubro às 19h aconteceu a conferência Ética e Política em Hannah Arendt proferida pelo professor Dr. Adriano Correia, da Universidade Federal de Goiás, em que abordou a questão da capacidade ou incapacidade humanas de julgar o certo e o errado e agir guiado por esse julgamento. A conferência foi mediada pelas observações do Dr. Alejandro Oropeza do Observatório Hannah Arendt da Venezuela.
No dia 30 de outubro das 14h às 18h aconteceu um Minicurso proferido pelo professor Dr. Adriano Correia que objetivou examinar as análises arendtianas do julgamento de Adolf Karl Eichmann – o responsável pela logística das deportações para os campos de extermínio na Alemanha nazista – e das principais implicações deste julgamento, assim como as principais objeções as interpretações polêmicas que seguiram à publicação do livro Eichmann em Jerusalém - um relato sobre a banalidade do mal de Arendt. Tal obra marca o deslocamento das preocupações de Arendt para a filosofia moral, preocupações estas que acompanharam a filósofo até 1975, ano de sua morte.
No dia 30 de outubro às 19h aconteceu a conferência Necessidade e liberdade em Hannah Arendt proferida pelo Professor Dr. Odílio Alves Aguiar da Universidade Federal do Ceará, que refletiu como os conceitos de necessidade e liberdade ajudam a pensar a estrutura da reflexão arendtiana. Partiu-se do pressuposto que as discussões arendtianas sobre a questão judaica coligidas nas coletâneas La tradition cachée e Auschwitz et Jerusalem, passando por Origens do Totalitarismo e A Condição humana até chegar em A Vida do Espírito possibilitam perceber que há uma vigorosa defesa da liberdade por parte da autora. A discussão da liberdade em Arendt nasce no interior de uma perspectiva que rejeita a generalização abstrata, assim como a introspecção e aponta como sendo de suma importância a ligação entre liberdade e espaço da aparência, entre atividade e transcendência. Arendt rejeita, assim, o antigo vínculo entre liberdade e contemplação, a moderna conexão entre liberdade e soberania, bem como sua submissão ao reino das necessidades. Liberdade significa agir com os outros, num espaço plural e, ao mesmo tempo, pensar para além dos determinismos. Agir vai além da mera atividade reprodutora das condições biológicas e pensar supera o nivelamento ideológico, a pertença abstrata em direção à capacidade humana de transcender a situação vigente. Essa hipótese de trabalho ajudará a compreender a importância da liberdade política e da liberdade de pensamento e de expressão como basilares e estruturais nas reflexões político-filosófico de Hannah Arendt.
 
IV Ciclo Hannah Arendt - 2013
 
Aconteceu simultaneamente ao VII Encontro Hannah Arendt.
 

O Departamento de Filosofia da  Universidade Estadual de Londrina, no ano de  2013, congregou numa única data dois eventos de extensão de natureza científica, o VII Encontro Hannah Arendt e do IV Ciclo Hannah Arendt.

O Encontro Hannah Arendt é um evento científico itinerante que reúne, desde o ano de 2006, pesquisadores brasileiros e estrangeiros que se dedicam à investigação da obra da filósofa Hannah Arrendt. O Ciclo Hannah Arendt é um evento regional promovido pelo Departamento de Filosofia da UEL desde o ano de 2010.
O VII Encontro Hannah Arendt e o IV Ciclo Hannah Arendt foram inseridos nas comemorações que aconteceram em Londrina do Ano Alemanha + Brasil 2013-2014. Foi um dos eventos técnico-científicos e culturais que trouxe presente as contribuições culturais e científicas de ambos países. O tema do Ano Alemanha + Brasil 2013-2014 foi  "Quando ideias se encontram" o que correspondeu à proposta do VII Encontro Hannah Arendt e do IV Ciclo Hannah Arendt que objetivaram a congregação de pesquisas e o intercâmbio de ideias acerca de uma das mais importantes pensadoras dos problemas da contemporaneidade.
O interesse e o diálogo proporcionado pela obra de Hannah Arendt devem-se em grande parte à atualidade das reflexões apresentadas pela filósofa acerca do Mundo Moderno - que politicamente nasce com as primeiras explosões atômicas –  e dos Seres Humanos que compõem esse mundo, das mazelas que carregam e das críticas que devem ser dirigidas a estes por talvez tirem esquecido aquilo que são, isso é, homens e mulheres que pertencem a este mundo e que possuem responsabilidade com este mundo. Foram muitos os temas discutidos por Hannah Arendt, porém a busca pelo sentido da política permeia o todo da sua obra, principalmente após os exemplos de desumanidade deixados pelo século XX que trouxeram à tona a inegável capacidade humana de cometer o mal banal contra outros seres humanos.
Assim, o evento de 2013 propôs como tema geral para estimular às discussões a ideia “Hannah Arendt: por amor ao mundo – amor mundi”.  Trata-se de tema fundamental, principalmente, para as discussões políticas e éticas de Arendt, uma vez que o cuidado humano com o mundo e a crítica pela falta deste cuidado, perpassam o todo da obra da filósofa, mesmo quando a pensadora se dedicou às discussões acerca da  interioridade em que se privilegiam as atividades da interioridade.
Objetivo:

  Proporcionar a discussão e o intercâmbio de experiências entre os pesquisadores da obra da filósofa contemporânea Hannah Arendt

Objetivos Específicos:

 

  1. Tematizar a obra da filósofa contemporânea Hannah Arendt.
  2. Promover o intercâmbio científico entre pesquisadores da obra de Hannah Arendt.
  3. Aprofundar as diversas dimensões  investigativas das reflexões políticas e éticas de Hannah Arendt, especialmente as que circundam a ideia de “amor pelo mundo – amor mundi”.
  4. Fortalecer a Linha de Pesquisa Ética e Filosofia Política do Departamento de Filosofia da UEL.
  5. Fortalecer o Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UEL e das demais IES envolvidas, bem como dos Cursos de Especialização Lato Sensu do Departamento de Filosofia da UEL e o Curso de Graduação em Filosofia da UEL.
  6. Oportunizar o encontro de pesquisadores experientes e alunos dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu, dos cursos de especialização Lato Sensu e Graduação que investigam a obra de Hannah Arendt, o que estimulará e permitirá o diálogo entre distintas gerações de estudiosos e o amadurecimento das reflexões e interpretações de ambos acerca da obra de Hannah Arendt.
  7. Estabelecer diálogos entre as reflexões filosóficas acerca da obra de Hannah Arendt e as reflexões de outras áreas do conhecimento, tais como Letras, Literatura, Artes, História, Comunicação Social, Direito, Ciências Sociais e Teologia.
  8. Estimular a publicação dos estudos produzidos sobre Hannah Arendt.
  9. Estimular a disseminação das pesquisas sobre Hannah Arendt.
  10. Estabelecer convênios científicos com instituições de pesquisa latino-americanas.
  11. Inserir a UEL e o evento no quadro oficial das comemorações do Ano Alemanha + Brasil 2013 – 2014.

Programação

 

O evento caracteriza-se por uma dinâmica de trabalho que divide a programação em Mesas subtemáticas que agregam tanto conferências de pesquisadores doutores como comunicações de pesquisas realizadas ou em realização de doutorandos, mestres, mestrandos, especialistas, graduados e graduandos. As exposições serão de 20 minutos.
Após todos os componentes da mesa apresentarem seus trabalhos, haverá tempo para o debate com o público e com os componentes da mesa. O objetivo maior desta dinâmica é criar um ambiente que permita a troca de experiências e o diálogo profundo e franco entre os pesquisadores, mesmo entre aqueles que se encontram em fase inicial de pesquisa, que tenham pouca experiência científica ou ainda que não tenham suficiente aprofundamento na obras de Arendt. Esta é uma das características especiais do Encontro Hannah Arendt, permitir que todos possam apresentar suas pesquisas e pontos de vistas e, principalmente, conceder espaço para o debate.
 

 

Nome Conferencista

Data/Horário/Título

Instituição de Vínculo/Local

 

08 de Maio de 2013 – Quarta-Feira

 

 

13h Inscrições e Credenciamento

 

 

13h30 Sessão de Abertura

 

 

Mesa 1 – 14h – 15h25

 

Drª Maria Cristina Müller

Coordenadora dos trabalhos

UEL/PR

Drª. Silvana Winckler

O conceito de mundo comum em Hannah Arendt

UNOCHAPECÓ/SC

Dndo. Iltomar Siviero

A arte de pensar sem cair no vazio do pensamento

IFIBE/RS

Ms. Lucas Rocha Faustino

Sobre a urgência do amor mundi 

UESPI/PI

 

Intervalo 15h25 – 15h35

 

 

Mesa 2 – 15h35 – 17h05

 

Dr. Otávio Goes de Andrade

Coordenador dos trabalhos

UEL/PR

Drª. Christina Miranda Ribas

Direito e política

UEPG/PR

Dr. Carlos Kohn Wacher

El  derecho a tener derechos: el problema de los excluidos desde la filosofía política de Hannah Arendt

Universidad Central de Venezuela

Dndo. Klelton Mamed de Farias

Hannah Arendt e a questão do caráter prescritivo do direito

UFPA/PA

 

Mesa 3 – 17h05 – 18h

 

Dr. José Luiz de Oliveira

Coordenador dos trabalhos

UFSJ/MG

Dndo. Elivanda de Oliveira Silva

Por uma compreensão do republicanismo na obra de Hannah Arendt

UFMG/MG

Dnda. Mariana de Mattos Rubiano

Amor ao mundo e ação fundadora

USP/SP

 

Coffee Breack – 18h – 19h

 

 

Mesa 4 – 19h – 21h30

 

Dr. Adriano Correia

Coordenador dos trabalhos

UFG/GO

Drª. Beatriz Porcel

La importancia de un pensamiento sobre el mundo:  una relectura de el concepto de amor en San Agustín de Hannah Arendt

Universidad Nacional de Rosario/Argentina

Drª. Maria Francisca Pinheiro Coelho

Amor mundi e o conceito de vocação política em Hannah Arendt

Universidade de Brasília/DF

Dr. Rodrigo Ribeiro Alves Neto

Hannah Arendt e a condição humana como "formadora de mundo"

UNIRIO/RJ

Ms. Fábio Alves Silveira

Possibilidades de ampliação do domínio público: jornalismo frente a internet

Faculdade Pitágoras e UEL/PR


 

09 de Maio de 2013 – Quinta-Feira

 

9h Sala 101 do CLCH

Candidato: Antonio Batista Fernandes

A naturalização do homem e a ação política em Hannah Arendt

Orientador: Dr. Odílio Alves Aguiar

Banca: Dr. Adriano Correia e Drª Mª Cristina Müller

Defesa Dissertação Mestrado da UFC/CE

 

9h – 11h30

Passeio pela cidade de Londrina

 

 

Mesa 5 – 13h30 – 15h

 

Dr. Frederico Augusto Garcia Fernandes

Coordenador dos trabalhos

UEL/PR

Dr. Alejandro Oropeza González

El Poder, la Emoción y la Libertad: de pueblo a masa

Universidad Simón Bolívar/Venezuela

Msnda. Nádia Junqueira Ribeiro

 A política na modernidade - entre os limites da liberdade e os novos começos

UFG/GO

Msndo. Rodrigo Gonçalves de Souza

 Hannah Arendt: entre o reino da necessidade e o reino da liberdade

UEL/PR

 

Intervalo – 15h – 15h10

 

 

Mesa 6 – 15h10 – 16h35

 

Drª. Beatriz Porcel

Coordenadora dos trabalhos

Universidad Nacional de Rosario/Argentina

Drª Vanessa Sievers de Almeida

O amor ao mundo e às crianças: algumas reflexões sobre a resposta de Hannah Arendt à crise na educação

UFBA/BA

Ms. Ricardo George de Araújo Silva

Política e educação como responsabilidade pelo mundo

 

UVA/CE

Gr. Aline Laureano Suave

Educação e política: educar para garantir o espaço da política

UEL//PR

 

Mesa 7 – 16h35 – 18h

 

Dr. Celso Antônio Coelho Vaz

Coordenador dos trabalhos

UFPA/PA

Dndo. Fábio Abreu dos Passos

A pluralidade humana como contraposição ao ser-para-a-morte: uma análise confrontativa dos pensamentos de Hannah Arendt e Martin Heidegger

UFMG/MG

Ms. Fernando José do Nascimento

O espaço público em Hannah Arendt como lócus de autenticidade: uma crítica a concepção de publicidade heideggeriana

UFPE/PE

Msndo. Lucas Barreto Dias

A desmontagem da metafísica: a abolição dos dois mundos e os caminhos florestais

UFC/CE

 

Coffee Break – 18h – 19h

 

 

Mesa 8 – 19h – 21h45

 

Dr. Odílio Alves Aguiar

Coordenador dos trabalhos

UFC/CE

Drª Maria de Fátima Simões Francisco

A pólis homérica como modelo da pólis grega arendtiana

USP/SP

Dr. Celso Antônio Coelho Vaz

Hannah Arendt: a redivinização do mundo pela descoberta do reino da interioridade da alma

UFPA/PA

Dr. Valério Guilherme Schaper

A concepção de religião na noção de cosmopolitanismo em Hannah Arendt

EST/RS

Dr. José Luiz de Oliveira

O recurso à tradição hebraico-cristã na análise arendtiana acerca da revolução americana

UFSJ/MG

Dndo. Elizabete Olinda Guerra

 Amor mundi: entre a vontade livre e a ação política

UFSC/SC

Gr. Simione Mate

Conceito de perdão em Hannah Arendt

UEL/PR


 

10 de Maio de 2013 – Sexta-Feira

 

10h30

Reunião administrativo-científica com os Membros do Encontro Hannah Arendt

 

 

Mesa 9 – 13h30 – 15h

 

Drª. Christina Miranda Ribas

Coordenadora dos trabalhos

UEPG/PR

Dr. Odílio Alves Aguiar

 A poesia em Hannah Arendt

UFC/CE

Dr. Frederico Augusto Garcia Fernandes

A poética do espaço público: poesia experimental e festivais literários

UEL/PR

Msndo. Cicero Samuel Dias Silva

Arte, cultura e política em Hannah Arendt

UFC/CE

 

Mesa 10 – 15h – 16h

 

Dr. Rodrigo Ribeiro Alves Neto

Coordenador dos trabalhos

UNIRIO/RJ

Drª Sônia Maria Schio

Hannah Arendt: política e amor mundi

UFPEL/RS

Dndo. Igor Vinícius Basílio Nunes

 A “impublicidade” do amor e a irredutibilidade do mundo ao sentimento do “eu”

UNICAMP/SP

 

 Intervalo – 16h – 16h15

 

 

Mesa 11 – 16h15 – 18h

 

Drª. Silvana Winckler

Coordenadora dos trabalhos

UNOCHAPECÓ/SC

Ms. José dos Santos Filho

Hannah Arendt e o problema da legitimidade da política no horizonte da modernidade

UNIMONTES/MG

Msndo Rene Sampar

Liberdade e poder em Hannah Arendt

UEL/PR

Msndo. João Francisco Gabriel de Oliveira Filho

Problematizações a respeito do poder em Hannah Arendt e Michel Foucault

PUCSP/SP

Gr. Marcelo Barbosa

Arendt: liberdade, ação e discurso

UNIJUÍ/RS

 

Coffee Breck – 18h – 19h

 

 

Mesa 12 – 19h – 21h

 

Dr. Adriano Correia

O Eichmann de Arendt

UFG/GO

Msndo. Thiago Dias da Silva

Adolf Eichmann, um típico homem de massas?

USP/SP

Drª Maria Cristina Müller

Sessão de Encerramento

UEL/PR

 

Intervenções Artísticas

 

Dr. Aguinaldo Moreira de Souza

Primeiros passos para amar o mundo – a performance artística e sua relação com a vita activa

07 a 10 de Maio de 2013 das 16h às 19h Perfomance Artística

Local: do CLCH para o CESA

UEL/PR

 

Dr. Claudio Luiz Garcia e Bruno Ferreira

Instalação Artística: Amizade em comum

UEL/PR

 
 

 

Conferencistas

O VII Encontro Hannah Arendt e o IV Ciclo Hannah Arendt terão como conferencistas os seguintes pesquisadores:
Dr. Adriano Correia/UFG
Dr. Aguinaldo Moreira de Souza/UEL Departamento de Artes e Graduação em Filosofia da UEL
Dr. Alejandro Oropeza González/ Observatorio Hannah Arendt/Universidad Simón Bolívar/Caracas, Venezuela
Gr. Aline Laureano Suave/Especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea UEL
Msndo. Antônio Batista Fernandes/UFC
Drª Beatriz Porcel/Escuela de Filosofía, Universidad Nacional de Rosario (Argentina)
Dr. Carlos Kohn Wacher/Instituto de Filosofía/Universidad Central de Venezuela
Dr. Celso Antônio Coelho Vaz/UFPA
Drª Christina Miranda Ribas/UEPG
Msndo. Cicero Samuel Dias Silva/UFC
Dnda. Elizabete Olinda Guerra/UFSC
Dndo. Fábio Abreu dos Passos/UFMG
Ms. Fábio Alves Silveira/Faculdade Pitágoras, Londrina
Dr. Frederico Augusto Garcia Fernandes/UEL - Departamento de Letras
Dndo. Igor Vinícius Basílio Nunes/Unicamp
Ms. Iltomar Siviero/IFIBE/ Passo Fundo/RS e Doutorando Unisinos
Ms. José dos Santos Filho/Unimontes
Ms. Fernando José do Nascimento/ CAA/UFPE
Dnda. Elivanda de Oliveira Silva/UFMG
Dr. José Luiz de Oliveira/UFSJ
Dndo. Klelton Mamed de Farias/UFPA
Msndo. Lucas Barreto Dias/UFC
Ms. Lucas Rocha Faustino/Universidade Estadual do Piauí/Campus Piripiri
Grando. Marcelo Barbosa/UNIJUÍ
Drª Maria Cristina Muller/UEL – Departamento Filosofia
Drª Maria de Fátima Simões Francisco/USP
Drª Maria Francisca Pinheiro Coelho/UNB
Dnda. Mariana de Mattos Rubiano/USP
Msnda. Nádia Junqueira Ribeiro/UFG
Dr. Odílio Alves Aguiar/UFC
Msndo. Rene Erick Sampar/Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UEL
Ms. Ricardo George de Araújo Silva/Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
Msndo. Rodrigo Gonçalves de Souza/Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UEL
Dr. Rodrigo Ribeiro Alves Neto/Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO
Drª Silvana Winckler/Unochapecó
Drª Sônia Maria Schio/UFPel
Msndo. Thiago Dias da Silva/FFLCH/USP
Gr. Simione Mate/ Especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea da UEL
Dr. Valério Guilherme Schaper/Faculdades EST
Drª Vanessa Sievers de Almeida/ FACED/UFBA
 
 

Taxa de inscrição

R$ 30,00 Estudantes, pesquisadores e docentes

R$ 50,00 comunidade em geral

 

Público Alvo:

Ø Estudantes de Filosofia e áreas afins (Graduação, Especialização e Programas de Pós-Graduação)
Ø Professores de Filosofia e áreas afins

  Ø Comunidade em Geral

 Carga horária: 30 horas

 

Local do Evento
Anfiteatro do CESA
Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CESA
Universidade Estadual de Londrina - UEL
 
Coordenação Acadêmica
 

 Profª Drª Maria Cristina Müller

(Professora do Departamento de Filosofia da UEL e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UEL)
 
Prof. Dr. Frederico Augusto Garcia Fernandes
(Professor do Departamento de Letras da UEL e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras da UEL)
 
 
Comissão Científica
 
Dr. Adriano Correia/UFG

 Drª Beatriz Porcel/Escuela de Filosofía, Universidad Nacional de Rosario (Argentina)

 Dr. Celso Antônio Coelho Vaz/UFPA

 Drª Christina Miranda Ribas/UEPG

 Dr. Frederico Augusto Garcia Fernandes/UEL - Departamento de Letras

 Ms. Iltomar Siviero/IFIBE/ Passo Fundo/RS

 Dr. José Luiz de Oliveira/UFSJ

 Dnda. Kathlen Luana de Oliveira/ EST/São Leopoldo/RS

 Drª Maria Cristina Muller/UEL – Departamento Filosofia

 Dr. Odílio Alves Aguiar/UFC

 Drª Silvana Winckler/Unochapecó

 

Equipe de Apoio
 
Rene Erick Sampar (Aluno Mestrado em Filosofia UEL)

 Rivânia Akemi Capucho (Aluna Graduação em Filosofia UEL)

 Rodrigo  Gonçalves de Souza (Aluno Mestrado em Filosofia UEL)

 Aline Laureano Suave(Aluna Especialização em Filosofia  Moderna e Contemporânea UEL)

 Bruno da Costa Ferreira (Aluno Curso de Design UEL)

 Letícia Fernanda Corrêa (Aluna Curso Design UEL)

 Gabriel Dias Hiera Sampaio (Aluno Curso Design UEL)

 Marcio Luiz Magalhães (Aluno Curso Design UEL)

 Nicolas Lopes Pereira (Aluno Curso Design UEL)

 Nivaldo Vilela (Aluno Curso Design UEL)

 Sophia Mundim Pagano (Aluna Curso Design UEL)

 

Realização e Apoio

 

Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
 

Departamento de Filosofia

 

 

Colegiado do Curso de Filosofia

 

 

Programa de Pós-Graduação em Filosofia

 

 

Especialização em Filosofia Política e Jurídica

 

Especialização em História e Filosofia da Ciência

 

 

Especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea

 

Universidade Federal do Ceará

 

Universidade Federal do Pará

 

Instituto Berthier - IFEBE - Passo Fundo/RS

 

Universidad de Rosario/ Argentina

 

 

 

V Ciclo Hannah Arendt 2014

 

O V Ciclo hannah Arendt foi realizado nos dias 07 e 08 de novembro de 2014 no Anfiteatro Maior do CLCH/UEL

 A Programação foi a seguinte:

 

 07/11/2014 Sexta-feira

 19h30 min

 Local: Anfiteatro Maior do CLCH

 Palestra: O sentido político da disputa por uma fronteira - economia e política em Hannah Arendt

 Prof. Dr. Adriano Correia

UFG/Go

 Lançamento de livro e sessão de autógrafo

CORREIA, Adriano. Hannah Arendt e a Modernidade: Política, Economia e a Disputa por uma Fronteira. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014. ISBN 9788530957735

Valor do livro R$

 08/11/2014 Sábado

 9h às 12h

 Local: Sala 101 CLCH

 Minicurso: Ação, perdão e promessa - Arendt, Nietzsche e as infortunas da ação

 Prof. Dr. Adriano Correia

UFG/Go

 

VI Ciclo Hannah Arendt - Brasil/Venezuela - 2015

VI Encontro de Egressos e Estudantes de Filosofia da UEL

I Jornada sobre Ensino de Filosofia

Evento Internacional

16  17 e 18 de novembro de 2015

Tema: A filosofia tem algo a dizer acerca dos refugiados?

Objetivos

 

Proporcionar a discussão filosófica e o intercâmbio de experiências entre estudantes, egressos e profissionais da área de filosofia

Disseminar as pesquisas desenvolvidas na Filosofia e áreas afins

 Apresentação

No ano de 2015 o Departamento de Filosofia da Universidade Estadual de Londrina realiza três importantes eventos acadêmicos na mesma data.

O Ciclo Hannah Arendt, em sua sexta edição, acontece esse ano, em duas etapas: uma na Venezuela e outra no Brasil. A realização do Ciclo Hannah Arendt Brasil/Venezuela concretiza o convênio interinstitucional, assinado em 2013, entre a UEL e o Observatório Hannah Arendt de Caracas/Venezuela.

O Encontro de Egressos e Estudantes de Filosofia da UEL, realizado a partir do ano de 2015 bianualmente, pretende oportunizar aos estudantes e egressos de Filosofia uma momento de encontro entre os atuais estudantes e os egressos; a troca de experiências é o objetivo maior desse encontro.

A Jornada sobre Ensino de Filosofia, na sua primeira edição, objetiva a reflexão crítica acerca do ensino de filosofia. 

O Colegiado do Curso de Filosofia coordena os três eventos e convida todos a participar.

 Justificativa

 A filosofia é chamada a refletir acerca de temas atuais que se impõem como urgentes por dizerem respeito ao mundo e àqueles que habitam esse mundo. Por tratar-se de três eventos distintos, realizados simultaneamente, a preocupação por uma temática que pudesse harmonizar as discussões se apresentou como premente. Deste modo, o tema escolhido para perpassar as discussões dos eventos - Etapa Brasil - apresenta-se na forma de uma questão, isso é: A Filosofia tem algo a dizer acerca dos refugiados?

A análise das mazelas que seres humanos podem impetrar a outros seres humanos, no caso, a condição de refugiado e, as reflexões que podem advir da análise dessa condição, abarcam uma diversidade de disciplinas, tais como: política, ética, antropologia filosófica, história da filosofia, ensino de filosofia. Deste modo, as sessões de Comunicações poderão acolher diversas abordagens e discussões.

A reflexão filosófica, com sua especificidade crítica, proporciona o aprofundamento das discussões e potencializa a análise dos princípios e fundamentos que se encobrem nos fatos; o que vai além das abordagens que comumente se apresentam as questões atuais e que dizem respeito ao mundo prático.

Nesse sentido, a reflexão sobre o ensino de filosofia acompanha o evento como um momento essencial, pois urge aos docentes de filosofia, tanto da educação básica como da educação superior, analisar os modos de abordar as temáticas atuais e que dizem respeito ao mundo.

As pesquisas filosóficas no Brasil e no exterior se aprofundam acerca de temáticas que dizem respeito a problemas contemporâneos e o presente evento representa uma das instâncias de disseminação dessas pesquisas.

 

 

Programação

DIA 16/11/2015 (Segunda-feira)

 14h às 21h - Exposição - Refugiados: reflexões imagéticas sobre a condição humana

 Local: Sala de Eventos do CLCH/UEL

19h – Credenciamento

Local: Anfiteatro Maior do CLCH

 19h15 – Abertura

Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Müller (UEL)

Local: Anfiteatro Maior do CLCH

 19h30 – Conferência

“Além da hipertrofia da forma estatal”

Prof. Dr. Daniel Arruda Nascimento (UFF)

Coordenação: Prof. Dr. Fábio César Scherer (UEL)

Local: Anfiteatro Maior do CLCH

 

DIA 17/11/2015 (Terça-feira)

 14h às 21h - Exposição - Refugiados: reflexões imagéticas sobre a condição humana

Local: Sala de Eventos do CLCH/UEL

 14h às 17h – Sessões de Comunicações:

(Cada comunicação terá, aproximadamente, 20 minutos para a apresentação seguidos de 10 minutos para debates)

Local: Salas de Aula do CLCH

 17h30 Peça teatral

"Para aqueles que ainda vão nascer"

Companhia: Cia L2 – Artes Cênicas UEL 

Local: Labaratório 2 de Artes Cênicas CECA/UEL

 19h15 – Conferência:

Sentir-se em casa no mundo: Arendt sobre os refugiados e o direito a ter direitos

Prof. Dr. Adriano Correia Silva (UFG)

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Müller (UEL)

Local: Anfiteatro Maior do CLCH

 

DIA 18/11/2015 (Quarta-feira)

 14h às 18h - Exposição - Refugiados: reflexões imagéticas sobre a condição humana

Sala de Eventos do CLCH/UEL

 14h às 18h – Sessões de Comunicações:

(Cada comunicação terá, aproximadamente, 20 minutos para a apresentação seguidos de 10 minutos para debates)

Local: Salas de Aula do CLCH

 

19h15 – Mesa redonda:

“O ensino de filosofia a partir de problemas”

Profª Drª Leoni Maria Padilha Henning (UEL) - "A filosofia no limiar do desespero"

Prof. Dr. Darcisio Natal Muraro (UEL) "Os refugiados e a deseducação"

Prof. Dr. Américo Grisotto (UEL) - "Aprendizagem em filosofia: a intuição, a invenção de problemas e o caso dos refugiados dentre outras problemáticas possíveis"

Coordenação: Prof. Dr. Carlos Alberto Albertuni (UEL)

 

Ensalamento das Sessões de Comuniações clique aqui www.uel.br/eventos/cicloarendt/pages/arquivos/SESSOES%20DE%20COMUNICACOES%20CRONOGRAMA.docx

 

O evento teve como convidados os Professores Pesquisadores:

Prof. Dr. Adriano Correia

Professor de Filosofia da Universidade Federal de Goiás desde 2006. Graduou-se (1995) e fez o mestrado em filosofia (1998) na PUC-Campinas e concluiu o mestrado em educação (2001) e o doutorado em filosofia (2002) na Universidade Estadual de Campinas. Realizou estágio durante o doutorado na Universidade Nova de Lisboa, com bolsa da Fapesp (2000-2001). Atuou como pesquisador visitante na Freie Universität Berlin em 2011, com bolsa CAPES/DAAD. Desenvolve pesquisas nas áreas de filosofia política, ética, história da filosofia, filosofia do direito e estética, discutindo principalmente os seguintes autores: Hannah Arendt, Michel Foucault, Immanuel Kant, Giorgio Agamben, Friedrich Nietzsche. Em seu projeto atual de pesquisa visa examinar a relação entre natureza e política na modernidade. É lider do Grupo de Pesquisa Filosofia Política, Filosofia do Direito e Ética e atual coordenador do Grupo de Trabalho em Filosofia Política Contemporânea, da Anpof. Publicou vários artigos em periódicos especializados, assim como capítulos de livros e traduções de textos filosóficos. Tem dois livros publicados, como organizador; Transpondo o abismo: Hannah Arendt entre a filosofia e a política; (Forense Universitária, 2002); Hannah Arendt e a condição humana (Quarteto, 2006). Como coorganizador, publicou, junto com Mariangela Nascimento; Hannah Arendt: entre o passado e o futuro; (Ed. UFJF, 2009). Publicou ainda o livro Hannah Arendt (Ed. Jorge Zahar, 2007, lançado como e-book em 2010 e reimpresso em 2012). Recentemente, em 2010, fez a apresentação e revisou a tradução da obra A condição humana, de Hannah Arendt.

Prof. Dr. Daniel Arruda Nascimento

Professor Adjunto da Universidade Federal Fluminense. Bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense (2000), Mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2007) e Doutor em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (2010). Professor do Mestrado em Ética e Epistemologia da Universidade Federal do Piauí. Professor do Curso de Pós-Graduação Humanidades na Contemporaneidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Transita nas áreas de Filosofia e Direito, com ênfase em Ética e Filosofia Política. Professor pesquisador do Grupo de Pesquisa Crítica e Modernidade (CNPq/UNICAMP), do Grupo de Pesquisa Direito, Sociedade e Cidadania (CNPq/UFF) e do Grupo de Pesquisa Etnoeducação, Cultura e Patrimônio (CNPq/UFF). Professor integrante do núcleo de sustentação do Grupo de Trabalho Filosofia Política Contemporânea da ANPOF - Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, tendo assumido a coordenação em 2014. Membro da equipe do Programa de Extensão Educação Patrimonial em Oriximiná (UFF). Áreas de orientação: crítica da cultura e crítica da modernidade; aspectos filosóficos do direito e das instituições jurídicas; filosofia política contemporânea: Giorgio Agamben, Michel Foucault, Hannah Arendt

Prof. Dr. Darcisio Natal Muraro

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1986), graduação em Teologia pelo Instituto Teológico São Paulo (1990), mestrado em História e Filosofia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998), doutorado pela Universidade de São Paulo (Faculdade de Educação, na linha de Filosofia da Educação / 2008) e especialização em Fundamentos de uma Educação para o Pensar pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é professor Adjunto da Universidade Estadual de Londrina. Atuou como professor nas seguintes IES: UFPR, PUCSP, PUCPR, PUCMG, UNIPAC, UP. Foi diretor do Instituto de Filosofia e Educação para o Pensar. Professor da PUCSP no curso de Especialização Fundamentos de uma Educação para o Pensar. Atua com pesquisa, ensino e extensão principalmente com as seguintes áreas/temas: Filosofia da Educação, Ensino de Filosofia na Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio), Filosofia para Crianças, Educação para o Pensar, Ética, Política, Lógica, Metodologia Científica, Cidadania, Interdisciplinaridade, Democracia, Pragmatismo.

Profª Drª Leoni Maria Padilha Henning

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (1974); Master of Science pela Iowa State University of Science and Technology (1990) e Master of Education pela Mississippi State University (1977). Doutorou-se pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) obtendo em 2003 o grau de doutora em educação. Realizou projeto de pesquisa para Pós-Doutoramento sob a orientação do prof. Dr. Luiz Henrique Dutra da Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Atualmente é professora Associada C-40 (AC-C) da Universidade Estadual de Londrina. Tem experiência na área de Filosofia e Educação, trabalhando com as disciplinas filosóficas na Graduação e no Programa de Mestrado em Educação. Os temas a seguir aparecem com maior freqüência nas ações e estudos desenvolvidos: filosofia e educação, pragmatismo, positivismo, filosofia e educação no Brasil, filosofia para crianças e filosofia da educação. É pesquisadora Produtividade da Fundação Araucária.

Coordenação Geral

 Profª Drª Maria Cristina Müller
 
Comissão Científica
 Prof. Dr. Adriano Correia Silva (UFG)

Prof. Dr. Américo Grisotto (UEL)

Prof. Dr. Darcisio Natal Muraro (UEL)

Prof. Dr. Fábio César Scherer (UEL)

Prof. Dr. Daniel Arruda Nascimento (UFF)

Profª Drª Leoni Maria Padilha Henning (UEL)

Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Müller (UEL)

 Equipe de Apoio

 Profª Drª Andrea Luisa Bucchile Faggion

Prof. Dr. Américo Grisotto (UEL)

Prof. Dr. Carlos Alberto Albertuni

Prof. Dr. Fábio César Scherer (UEL)

Prof. Dr. Luiz Henrique Alves de Souza

Celia Petrucci

Marcus Vinícius

Ana Carolina Turquino Turatto

Claudia Galindo

Juliana dos Reis Cuenca

Geysa Gonçalves Rodrigues de Souza

Aline Monteiro de Souza

Pedro Augusto Griggio Rodrigues

Marco Aurélio Padovez

Lucas Dametto Manfre

Bruno César Garcia

Rivânia Akemi Capucho

Débora Cristina Robusti

Aldrean  Thais Ribeiro Eduardo

Samuel de Oliveira Botelho

 

 VII Ciclo Hannah Arendt 

Evento Internacional

09 a 12 de novembro de 2016

Tema  Corrupção: ausência de pensamento ou pensamento corrompido?

 

 

 Apresentação

O Ciclo Hannah Arendt é um evento acadêmico e científico do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Estadual de Londrina. Objetiva discutir temáticas atuais e relevantes da política contemporânea tendo como fundamentação teórica Hannah Arendt, uma das mais lúcidas pensadoras dos problemas da contemporaneidade. 

O Ciclo Hannah Arendt, em sua sétima edição, conta com o apoio financeiro da Fundação AraucáriaGoverno do Estado do Paraná e Especialização em Filosofia Política e Jurídica da UEL.

Objetivos

  • Refletir acerca do sentido da política a partir dos desafios do século XXI.
  • Proporcionar a discussão e o intercâmbio de experiências entre os pesquisadores da obra de Hannah Arendt.
  • Aprofundar as diversas dimensões investigativas das reflexões políticas e éticas de Hannah Arendt.
  • Oportunizar o encontro de pesquisadores experientes e alunos dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu, dos cursos de especialização Lato Sensu e Graduação que investigam a obra de Hannah Arendt, o que estimulará e permitirá o diálogo entre distintas gerações de estudiosos e o amadurecimento das reflexões e interpretações de ambos acerca da obra de Hannah Arendt.
  • Estabelecer diálogos entre as reflexões filosóficas acerca da obra de Hannah Arendt e as reflexões de outras áreas do conhecimento, tais como Letras, Literatura, Artes, História, Comunicação Social, Direito, Ciências Sociais e Teologia.
  • Estimular a publicação dos estudos produzidos sobre Hannah Arendt.

 

Justificativa

A filosofia é chamada a refletir acerca de temas atuais que se impõem como urgentes por dizerem respeito ao mundo e àqueles que habitam esse mundo. A reflexão filosófica, com sua especificidade crítica, proporciona o aprofundamento das discussões e potencializa a análise dos princípios e fundamentos que se encobrem nos fatos; o que vai além das abordagens que comumente se apresentam as questões atuais e que dizem respeito ao mundo prático. O pensamento de Arendt proporciona a reflexão crítica e original acerca de variados temas políticos, tais como espaço público, poder, mal, violência, totalitarismo, condição humana, liberdade, responsabilidade, entre outros; conceitos que culminam em uma análise acerca do sentido da política. A capacidade de elucidação dos problemas políticos do mundo contemporâneo são características inigualáveis dessa pensadora; nesse sentido torna-se insuperável a relevância das pesquisas acerca de Arendt, uma vez que o mundo, em geral, e o Brasil, em particular, necessitam de respostas a problemas comuns. As pesquisas filosóficas no Brasil e no exterior se aprofundam acerca de temáticas que dizem respeito a problemas contemporâneos e o presente evento representa uma das instâncias de disseminação dessas pesquisas. O tema que servirá de inspiração para as reflexões do VII Ciclo Hannah Arendt diz respeito a Corrupção, deste modo a pergunta que motivará as discussões foi assim formulada:  Corrupção: ausência de pensamento ou pensamento corrompido?

 

BEATRIZ PORCEL

Profesora e Investigadora de Filosofía Política, Facultad de Humanidades y Artes, Universidad Nacional de Rosario, Argentina.

Posgrados FLACSO-Universidad Nac.de Rosario.

Directora de la Escuela de Filosofía 2007-2011 y 2011-2015.

Consejera Directiva de la Facultad de Humanidades y Artes.

Actualmente Directora del Área de Apoyo a la Carrera Docente.

Expositora en eventos nacionales e internacionales.

Publicaciones en libros y revistas nacionales e internacionales.

Integrante Comité Editorial de publicaciones de Filosofía.

Ha coordinado Proyectos Universitarios Argentina-Brasil.

 

CARLOS KOHN W.

Profesor Asociado-jubilado de la Facultad de Humanidades y Educación de la Universidad Central de Venezuela 

Licenciado en Historia General y Licenciado en Ciencias Políticas (Universidad Hebrea de Jerusalén).

Magister (MA) en Historia Contemporánea en la misma universidad

Estudios doctorales conducentes al PH.D en historia de las ideas (London School of Economics and Political Science).

ExDirector del Instituto de Filosofía y exCoordinador de las Maestrías de Filosofía de la Universidad Central de Venezuela

Por más de 35 años, profesor de pre y postgrado en el área de Filosofía social contemporánea, Historia de las ideas y del pensamiento político y Epistemología de las ciencias sociales, en la Universidad Central de Venezuela, la Universidad Católica Andrés Bello (núcleo Guayana) y en la Universidad Metropolitana. 

Profesor invitado en varias Universidades de IberoAmérica y en USA.

Más de 60 publicaciones en Antologías y Revistas académicas, en gran medida sobre el pensamiento político de Hannah Arendt.

 

ALEJANDRO OROPEZA G.

Doctor en Ciencia Política por la Universidad Simón Bolívar de Caracas (2007).

MagSc. en Planificación, (CENDES/UCV) egresado con honores, Caracas (2002).

Magíster en Ciencia Política - Políticas Públicas, por la Universidad Simón Bolívar, Caracas (1997).

Abogado, USM, Caracas. (1983).

Docente en pre y post grado en las Universidades Central de Venezuela, Simón Bolívar y Católica Andrés Bello.

Docente del Programa de Gobernabilidad y Gerencia Política, UCAB, Corporación Andina de Fomento, George Washington University (GWU).

Investigador y docente adscrito al Centro de Estudios del Desarrollo - CENDES de la UCV, en Planificación del Desarrollo en Contextos Caóticos en el Sector Gobierno.

Investigador – Consultor adscrito al Centro de Estudios Políticos de la Universidad Católica Andrés Bello, Caracas. Áreas: Gobernabilidad, ciudadanía y procesos de transición.

Investigador adscrito a la Unidad de Políticas Públicas de la USB, Caracas.

Participante en encuentros y congresos así como autor y colaborador en diversos libros y artículos sobre: políticas públicas y proceso político, teorías y filosofía política, análisis de políticas públicas y decisiones estratégicas, gobernabilidad y procesos de transición.

Es actualmente Director General del Observatorio Hannah Arendt, con sede en Caracas.

Colaborador permanente del diario caraqueño “Tal Cual”.

 

ADRIANO CORREIA

 Professor de Filosofia da Universidade Federal de Goiás desde 2006.

Graduou-se (1995) e fez o mestrado em filosofia (1998) na PUC-Campinas e concluiu o mestrado em educação (2001) e o doutorado em filosofia (2002) na Universidade Estadual de Campinas.

Realizou estágio durante o doutorado na Universidade Nova de Lisboa, com bolsa da Fapesp (2000-2001).

Atuou como pesquisador visitante na Freie Universität Berlin em 2011, com bolsa CAPES/DAAD.

Desenvolve pesquisas nas áreas de filosofia política, ética, história da filosofia, filosofia do direito e estética, discutindo principalmente os seguintes autores: Hannah Arendt, Michel Foucault, Immanuel Kant, Giorgio Agamben, Friedrich Nietzsche.

Em seu projeto atual de pesquisa visa examinar a relação entre natureza e política na modernidade.

É lider do Grupo de Pesquisa Filosofia Política, Filosofia do Direito e Ética e atual coordenador do Grupo de Trabalho em Filosofia Política Contemporânea, da Anpof.

Publicou vários artigos em periódicos especializados, assim como capítulos de livros e traduções de textos filosóficos.

Tem livros publicados, como organizador; Transpondo o abismo: Hannah Arendt entre a filosofia e a política; (Forense Universitária, 2002); Hannah Arendt e a condição humana (Quarteto, 2006). Ainda como coorganizador, publicou, junto com Mariangela Nascimento; Hannah Arendt: entre o passado e o futuro; (Ed. UFJF, 2009).

Publicou o livro Hannah Arendt (Ed. Jorge Zahar, 2007, lançado como e-book em 2010 e reimpresso em 2012). 

Em 2010 fez a apresentação e revisou a tradução para a língua portuguesa da obra A condição humana, de Hannah Arendt. Em 2016  a obra chega a 12 edição, revisada.

 

III Encontro Nacional de Filosofia Política Contemporânea e VIII Ciclo Hannah Arendt 

Evento Internacional

23 a 26 de agosto de 2017

Tema  A Crise da Democracia e do Estado de Direito

Apresentação

III Encontro Nacional de Filosofia Política Contemporânea e o VIII Ciclo Hannah Arendt propõem como tema geral das discussões A Crise da Democracia e do Estado de Direito.

Filósofos de linhas filosóficas diversas, tais como NietzscheAgambenArendtSartreFinnisRazHabermasFullerHeideggerMarcuseMerleau-PontyFoucault, Butler e Bobbio, fundamentarão as reflexões; autores contemporâneos que apresentam em comum a reflexão sobre um mundo que vivenciou o esfacelamento das utopias e das grandes verdades como se fossem uma montanha de cartas.

A realização dos eventos simultâneos é de responsabilidade do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Estadual de Londrina em conjunto com os Programas de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Goiânia e da Universidade Federal do Espírito Santo – programas de pós-graduação que contam com as linhas de pesquisa Ética e Filosofia Política e do Grupo de Trabalho Filosofia Política Contemporânea da ANPOF.

O Grupo de Trabalho Filosofia Política Contemporânea da ANPOF é o idealizador do Encontro Nacional de Filosofia Política Contemporânea. O Programa de Pós-Graduação em Filosofia e os Cursos de Especialização em Filosofia Política e Jurídica e Filosofia Moderna e Contemporânea, da UEL, são os apoiadores do Ciclo Hannah Arendt.

O Evento terá em sua Programação a participação de professores, pesquisadores e estudantes de mais de treze Programas de Pós-Graduação e contará com convidados estrangeiros.

Somado a isso, o Evento oferecerá espaço para a apresentação de comunicações, o que confirmará a vocação dos dois eventos para o intercâmbio de ideias e para a participação ampla da comunidade. 

Objetivos

  • fomentar a investigação filosófica ao entrecruzar linhas contemporâneas do pensamento político com vistas a enfrentar os grandes desafios que as sociedades modernas apresentam;

  • contribuir objetivamente com os debates acerca das fragilidades das Democracias e do Estado de Direito em pleno século XXI;

  • promover o aumento da qualidade da produção dos conhecimentos acerca da política contemporânea através da discussão de questões atuais e urgentes;

  • aprofundar a produção científica e a geração de conhecimentos de pesquisadores, professores e estudantes de Programas de Pós-Graduação, Cursos de Especializações e Graduações em Filosofia e áreas afins que têm como foco a reflexão sobre temas e problemas ligados à filosofia política contemporânea;

  • apresentar contribuições objetivas diante do esfacelamento das tradicionais categorias políticas e conhecidos modelos econômicos, sociais, jurídicos e morais, que o século XXI não cansa de pôr à prova;

  • contribuir com a sociedade brasileira com investigações que possam aclarar as crises contemporâneas e trazer sentido para os novos entendimentos políticos dessa sociedade

  • oferecer continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho Filosofia Política Contemporânea da Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia – ANPOF – ao manter eventos anuais que permitem o aprofundamento das pesquisas dos seus membros e da comunidade participante a partir das elaborações e reelaborações decorrentes dos debates constantes;

  • consolidar a realização do Encontro Nacional de Filosofia Política Contemporânea em anos subsequentes ao Encontro Nacional da ANPOF, o que oferecerá continuidade e aprofundamento dos debates e da produção do conhecimento acerca da filosofia política contemporânea no país, desenvolvendo, deste modo, a ciência e a inovação; 

  • maximizar recursos ao realizar os dois eventos simultaneamente.

 Justificativa e Relevância

As rápidas transformações na complexa sociedade moderna confrontam as categorias tradicionais de compreensão e exigem da filosofia, em particular, e dos cidadãos, em geral, a capacidade de reflexão crítica apta a oferecer novos significados para os variados problemas que a contemporaneidade produz. Crises que dizem respeito, por exemplo, a modelos socioeconômicos predatórios, a concepções de mundo e sujeito ensimesmados, a formas de organização política e social excludentes, a instituições frágeis e inoperantes, a modelos de Estado que não garantem direitos e abandonam o cidadão à própria sorte, como também à responsabilidade de cada homem e mulher para com a permanência e continuidade do próprio mundo humano comum. Deste modo, o tema A Crise da Democracia e do Estado de Direito pretende contribuir com a reflexão do próprio contemporâneo.

O III Encontro Nacional de Filosofia Política Contemporânea e o VIII Ciclo Hannah Arendt pretendem contribuir com os professores, pesquisadores e estudantes dos Programas de Pós-Graduação, Cursos de Especialização e Graduação em Filosofia e áreas afins das cinco regiões do país no que tange: (i) a disseminação da produção científica; (ii) a promoção do aumento da qualidade da produção de conhecimento acerca da filosofia política contemporânea ao permitir a congregação de pesquisas, o intercâmbio de ideias e o debate entre os diversos professores, pesquisadores e alunos; (iii) a publicação,em revista científica de acesso aberto e Anais, dos resultados das pesquisas, o que universaliza o acesso aos conhecimentos produzidos; (iv) o fortalecimento da cooperação e do trabalho participativo; (v) a consolidação de uma rede de pesquisadores da filosofia política contemporânea.

De igual monta, a relevância científica do evento se efetivará ao se entrecruzar linhas contemporâneas de pensamento político no que tange ao enfrentamento dos grandes desafios que as sociedades modernas apresentam; o que contribuirá objetivamente com os debates acerca das fragilidades das Democracias e do Estado de Direito em pleno século XXI.

Programação Final com Sessões de Comunicações

Clique abaixo

Conferencistas

Profª Drª Adriana Delbó (UFG)

Prof. Dr. Alejandro Oropeza Gonzaléz [Observatório Hannah Arendt e Centro de Estudos Políticos - Universidad Católica Andrés Bello (UCAB) Caracas/Venezuela]

Prof. Dr. André de Macedo Duarte (UFPR/CNPq)

Profª Drª Andréa Faggion (UEL)

Prof. Dr. Castor Bartolomé Ruiz (Unisinos)

Profª Drª Christina Miranda Ribas (UEPG)

Prof. Dr. Daniel Arruda Nascimento (UFF/UFES)

Prof. Dr. Edson Teles (UNIFESP)

Prof. Dr. Elve Cenci (UEL)

Prof. Dr. Fábio Abreu dos Passos (UFPI)

Prof. Dr. José Luizde Oliveira (UFSJ)

Profª Drª Kathlen Luanade Oliveira (IFRS/UEL)

Profª Drª Maria Cristina Müller (UEL) 

Profª Drª Olaya Fernandez Guerrero (UniRioja/España)

Prof. Dndo. Ricardo George De Araújo Silva  (UVA/UFC)

Prof. Dndo. Rodrigo Diaz de  VivarY Soler (Unisinos)

Profª Drª Sônia Maria Schio (Ufpel)

 

VII COLÓQUIO PENSAMENTO POLÍTICO CONTEMPORÂNEO E

IX CICLO HANNAH ARENDT

 

05 e 06 de dezembro de 2018

 

Hannah Arendt e a necessidade de compreender: de As Origens do Totalitarismo a A Condição Humana

 

Wolfgang Heuer (Univ. Livre de Berlim )

Adriano Correia (UFG)

Carmelita Felício (UFG)

Igor Nunes (UNICAMP/UFG)

Julia Lemos Vieira (UFG)

Mª Cecília Pedreira de Almeida (UnB)

Mª Cristina Müller (UEL/UFG)

Rosângela Chaves (UFG)

 

Local de Realização do Evento

Auditório do Prédio Humanidades II

Campus Samambaia

Universidade Federal de Goiás 

Goiânia/GO

 

 

© 2007 Universidade Estadual de Londrina
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 6001 | CEP 86051-990 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4000 | Fax: (43)3328-4440
e-mail: cristinamuller@uel.br