Agência UEL de Notícias
    Londrina, Terça-Feira, 02 de Junho de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
01/04/2020  

Professor do CCE alerta para fraudes na internet em tempos de pandemia

Agência UEL/Reinaldo C. Zanardi

Professor Bruno Bogaz Zarpelão, do Departamento de Computação, fornece dicas úteis aos usuários

"São crimes [na internet] que estão sendo executados que se assemelham a coisas que são feitas normalmente, mas agora estão usando o tema coronavírus para explorar o medo e a ansiedade em relação à pandemia de COVID-19". O alerta é do professor Bruno Bogaz Zarpelão, professor do Departamento de Computação, do Centro de Ciências Exatas (CCE), da Universidade Estadual de Londrina (UEL), sobre os crimes na internet em tempos de isolamento social.
O professor realizou um levantamento sobre os ataques na internet, nas últimas semanas, e identificou alguns tipos que atingem dois públicos. Primeiro, quem atua em teletrabalho, ou seja, trabalha em casa por conta do isolamento social. Segundo, os usuários em geral. Sobre os trabalhadores em atuação domiciliar, Bruno Bogaz Zarpelão afirma que os ataques simulam o ambiente da empresa. Na corporação, há sistemas de segurança (antivírus) que impedem esse tipo de fraude.
Um método comum para o teletrabalho é a ferramenta colaborativa na qual os funcionários de uma empresa ou setor estão conectados. O professor cita o Google Docs, Microsoft e o WhatsApp. Entre os ataques identificados por Bruno Bogaz Zarpelão estão correspondências eletrônicas (e-mails) que fingem ser de algum superior, solicitando ao funcionário acessar links e formulários. Ao fazer isso, o sistema faz o download de softwares maliciosos, sem o usuário perceber, que sequestram dados da máquina. "Esse é um tipo bem específico de ataque que está ocorrendo." Geralmente, os ataques simulam a identidade visual da empresa. Outra situação a ser objeto de atenção é a rede sem fio (wifi). Confira o áudio:

O professor aconselha os trabalhadores em home office nunca usar redes públicas para acessar sistemas da empresa porque a vulnerabilidade é grande. Para resolver problemas desse tipo, o professor lembra que a empresa deve dotar seus funcionários de equipamentos e sistemas, realizando treinamento. Com a emergência causada pela pandemia mundial de COVID-19 e a disseminação do coronavírus, levando à quarentena, a maioria das empresas e trabalhadores não teve tempo para realizar esse processo.
Por isso, o professor sugere que o trabalhador em home office melhore o desempenho de sua máquina com a ajuda de técnicos do setor de informática da empresa ou amigo especialista; não fazer download de arquivos ou softwares; não dividir senhas, não compartilhar equipamento em casa, principalmente, com crianças que podem baixar softwares suspeitos; e - sempre - confirmar nos grupos de trabalho se foram enviados links, sites e formulários, antes de abri-los.
Usuários - Já o tipo de ataque mais comum com os usuários em geral refere-se a oferecimento de cupons, descontos e outras vantagens, atraindo a atenção das pessoas. O professor cita casos envolvendo, recentemente, empresas como Netflix, Ifood e Ambev. Nessa modalidade, os farsantes enviam links, formulários e - ao clicar - o usuário está suscetível a ter seus dados e contas sequestradas. O mesmo ocorre com a simulação de pedido de doação em nome de organismos internacionais como Unicef. Para evitar ser vítima desses golpes, é importante - segundo o professor - acessar os canais oficiais dessas instituições.
Outro tipo comum de golpe é o registro de sites com domínios que usam na sua composição expressões como corona, coronavírus, pandemia, COVID-19. Segundo o professor, muitos criminosos fazem o registro para se aproveitar de situações como a que se vive atualmente. A partir dos sites de busca, esses endereços são encontrados e ao acessar o usuário pode ficar vulnerável a golpes e instalação, sem saber, de softwares maliciosos em sua máquina. O ideal é procurar informações oficiais em sites conhecidos da imprensa e de órgãos governamentais. Confira o áudio.

O professor Bruno Bogaz Zarpelão dá outras dicas para evitar esse tipo de golpe. Primeiro, ele sugere desconfiar sempre. "Não acredite na mensagem imediatamente só porque veio de um perfil conhecido. Use outro canal para confirmar se a pessoa enviou mesmo aquela mensagem. Se você recebeu um link por e-mail". Outra dica é desconfiar de mensagens em que o remetente pede urgência, agilidade ou faça ameaças e indica um link. Segundo ele, o ideal é não clicar nesse tipo de mensagem.




rodapé da notícia

  13h56 02/06/20 Boletim - Em estado de alerta contra o coronavírus (Rádio UEL FM)
  10h15 Mestrado em Psicologia aborda processo de luto na pandemia de COVID-19
  16h15 Ciclo de Palestras coloca o tema Ciência da Informação em debate
  16h43 CCE retoma campanha para arrecadação de alimentos e beneficia pessoas carentes
  14h04 01/06/20 Boletim - Em estado de alerta contra o coronavírus (Rádio UEL FM)
  15h44 Campanha UEL Solidária inclui livros em cestas doadas às famílias
  10h09 Departamento de Agronomia e parceiros promovem 1º Ciclo de Palestras Agro
  17h09 Professora do CEFE comanda live sobre esporte adaptado e inclusão
  16h29 Alunas da UEL conquistam 2º lugar no Simulado da Corte Interamericana de Direitos Humanos
  13h47 29/05/20 Boletim - Em estado de alerta contra o coronavírus (Rádio UEL FM)
  08h11 Projeto de Ciência da Informação auxilia no preenchimento da Plataforma Lattes
  11h24 Boletins Epidemiológicos são disponibilizados no portal da Universidade
  09h43 UEL FM tem novo colaborador em programa de música francesa
  09h56 Professor da UEL é mediador em live da Sociedade Brasileira da Comunicação
  19h45 Resolução adequa cronograma e estabelece novas convocações do Vestibular da UEL
  13h55 28/05/20 Boletim - Em estado de alerta contra o coronavírus (Rádio UEL FM)
  15h16 Lançadas novas chamadas de projetos de inclusão, pesquisa e extensão
  09h51 Processo seletivo oferta oito vagas para mestrado em Ciências Farmacêuticas
  17h08 Inscrições do Prêmio CAPES de Tese 2020 terminam nesta sexta-feira (29)
  20h44 Disque-Gramática sana dúvidas sobre Português
  15h31 Equipe da Bebê Clínica mantém consultas e orienta pais a distância
  13h43 27/05/20 Boletim - Em estado de alerta contra o coronavírus (Rádio UEL FM)
  12h15 Projeto Safety divulga primeira publicação técnica sobre a COVID-19
  00h48 Boletins Epidemiológicos sobre a COVID19
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br