Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
31/03/2020  

Bolsistas e voluntários da UEL iniciam atendimento do "Disque Corona"

Agência UEL/Pedro Livoratti

População pode sanar dúvidas pelo telefone 0800 400 1234

Cerca de 20 bolsistas e voluntários iniciaram oficialmente nesta terça-feira (31), no Campus Universitário, as atividades dentro do Projeto UEL pela Vida, contra o Coronavírus, que pretende levar informações e apoio à população por meio de call center, junto às Regionais de Saúde e nas Divisas do Estado. Uma equipe de cinco profissionais e estudantes da área de saúde começou pela manhã o atendimento pelo número 0800 400 1234.
Os extensionistas irão trabalhar em turnos, com retaguarda da equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Londrina. O Disque Corona funciona das 7 às 22 horas (de segunda a sexta-feira) e das 8 às 17 horas (nos finais de semana). As instalações da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX), no Campus da UEL, foram transformadas em posto de atendimento.
O reitor da UEL, Sérgio Carvalho, explicou que a iniciativa de aproveitar extensionistas para o atendimento da população no combate à pandemia surgiu durante reunião dos dirigentes das Universidades que integram o Conselho de Reitores das Universidades Estaduais (Cruep), realizada no início de março, em Curitiba, juntamente com o Superintendente de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, professor Aldo Bona.
"Foi um desafio proposto às Universidades e contou com a participação de outras instâncias do governo", afirmou o reitor se referindo ao apoio do Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto. Foram utilizados recursos da Fundação Araucária. O reitor destacou que o programa, dessa forma, representa a união de esforços das Universidades, Superintendência de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia (SETI), Fundação Araucária e Secretaria Estadual de Saúde do Paraná.
Segundo a Diretora de Vigilância em Saúde, enfermeira Sônia Fernandes, o apoio neste momento de crise é fundamental para que a população possa ter maior interação com o serviço de saúde. Ela explicou que, além das dúvidas sobre a doença, os bolsistas também poderão atender pessoas que se mantém em isolamento e enfrentam as mais variadas consequências. "É um suporte também para as pessoas neste momento de grande distanciamento social". De acordo com o Decreto Municipal, Londrina está em quarenta até a próxima segunda-feira (6), quando a prefeitura deverá se manifestar sobre a prorrogação. Neste momento, a orientação é para que a população permaneça em casa.
A Pró-reitora de Extensão da UEL, professora Mara Solange, explicou que três equipes de bolsistas e voluntários irão se revezar diariamente para atender as solicitações via telefone. Toda a equipe recebeu treinamento online até esta segunda-feira. O atendimento é feito com base no Manual Perguntas e Respostas COVID-19, preparado especialmente para o call center. Ao todo o projeto UEL pela vida, contra o Coronavírus conta com 71 bolsistas. Eles atuam em várias frentes.
O manual tem 66 páginas e traz informações consistentes como os sintomas da doença, cuidados no domicílio, medicamentos, saneantes e antissépticos e orientações para serviços funerários. O documento também orienta profissionais de saúde com  detalhes sobre equipamentos de proteção, assistência a paciente, limpeza e desinfecção, entre outros.
Demais bolsistas deverão entrar em operação já nos próximos dias

Psicólogo recém-formado, Gabriel Souza, é um dos bolsistas do projeto que iniciou o trabalho nesta terça-feira. Ele explicou que a grande maioria das dúvidas da população se referem a sintomas e orientações necessárias para este período de quarentena. Outro ponto bastante questionado é sobre a hora de buscar atendimento especializado. "Cada cidadão tem de estar consciente nesta hora. Nossa função enquanto profissional de saúde é orientar", definiu ele.
Segunda fase - Os demais bolsistas deverão entrar em operação já nos próximos dias. A segunda frente do projeto consiste na atuação de profissionais da enfermagem (enfermeiros e técnicos) nas fronteiras. Ainda está sendo definido o local, sendo mais provável a fronteira rodoviária, localizada em Porecatu, na divisa com o estado de São  Paulo. A terceira frente do projeto é composta por profissionais (enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos) que vão atuar no apoio às ações da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), nos próprios serviços de atendimento à população.
Ao todo o projeto UEL pela vida, contra o Coronavírus conta com 71 bolsistas contratados inicialmente para quatro meses, com possibilidade de prorrogação. O investimento total chega a 460 mil, uma iniciativa da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), com recursos da Fundação Araucária.
Confira mais matérias sobre a UEL:
 




rodapé da notícia

  13h12 01/07/22 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  16h06 30/06/22 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  14h39 29/06/22 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  16h05 28/06/22 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  13h24 27/06/22 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Agenda do Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br