Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 04 de Abril de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
06/03/2020  

Medicamentos reduzem lesões cardíacas da Doença de Chagas

Reinaldo C. Zanardi

Phileno Pinge Filho: "A gente sabe muito sobre a Doença de Chagas e temos necessidade urgente de novos fármacos"

Pesquisa da UEL mostra que associação de medicamentos reduz lesões cardíacas da Doença de Chagas e previne alterações cardiovasculares

A associação do benzonidazol e a aspirina, para tratamento da Doença de Chagas, tem dado resultados satisfatórios tornando os indicadores de um camundongo doente normais, igualando-os a de um animal saudável. Esse é o resultado de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual de Londrina, que testa a terapia combinada dos dois medicamentos em camundongos. 

O projeto "Eficácia da terapia combinada de benzonidazol e aspirina no tratamento modelo murinho de Doença de Chagas Aguda e Crônica" é coordenado pelo professor Phileno Pinge Filho, do Departamento de Ciências Patológicas, do Centro de Ciências Biológicas (CCB). A iniciativa tem a participação de estudantes do Programa de Pós-Graduação em Patologia Experimental, pós-doutorado e iniciação científica (graduação). 

A Doença de Chagas, cujo nome científico é Tripanossomíase americana, é uma infecção causada pelo Trypanosoma cruzi, um protozoário. A doença apresenta a fase crônica e aguda. Na primeira, alguns sintomas podem ser insuficiência cardíaca e problemas digestivos. Na fase aguda, febre prolongada, dores de cabeça, inchaço no rosto e pernas, fraqueza intensa. Muitos doentes podem não apresentar sintomas da doença. 

A Doença de Chagas é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como doença tropical negligenciada, termo usado para um conjunto de enfermidades que ocorrem principalmente em países em desenvolvimento, que registram alta morbilidade e mortalidade. Calcula-se que há cerca de 6 milhões de pessoas infectadas em 21 países da América Latina, considerada uma região endêmica. 

O professor Phileno explica que a patologia é negligenciada, também, pela indústria farmacêutica. Os medicamentos para tratamento da Chagas datam dos anos 70, podem induzir a efeitos colaterais importantes e não têm eficácia na fase aguda. "Portanto, é necessária a identificação de medicamentos mais eficientes e menos tóxicos para o tratamento da doença", afirma o professor. "A gente sabe muito sobre a Doença de Chagas e temos necessidade urgente de novos fármacos". 

A aspirina tem de ser administrada em doses baixas. Na fase aguda, a terapia diminuiu inclusive as lesões do coração nos camundongos, prevenindo alterações cardiovasculares (pressão arterial e arritmia). Os efeitos repercutiram, portanto, na fase crônica. A terapia em estudo melhorou o número de eosinófilos e reduziu o número de neutrófilos. O eosinófilo é um tipo de glóbulo branco que desempenha um papel importante na resposta a infecções. O neutrófilo é um tipo de leucócito que atua na defesa e imunidade do organismo. Em alto número pode produzir moléculas que favorecem a fibrose no tecido cardíaco.

MOÇAMBIQUE

O estudante do doutorado Rito Santo Pereira está no 4º ano, é bolsista do Ministério da Ciência e Tecnologia Ensino Superior e profissional de Moçambique. Ele diz que o investimento em pesquisa em seu país não é muito forte. "Estou voltando para Moçambique e terei dificuldade na parte da pesquisa. O governo lá investe mais na parte educacional. Aqui me formei [pesquisador] e voltarei lá para dar aulas". A estudante de pós-doutorado Aparecida Donizette Malvezi diz que a pesquisa é a realização da sua vida. "Sou aposentada e fico aqui por amor à pesquisa".

Esta matéria foi publicada no Jornal Notícia nº 1.406. Confira a edição completa:




rodapé da notícia

  14h52 Researcher from The University of Utah starts activities as Visiting Professor
  21h37 Comunidade da UEL se mobiliza para ajudar famílias desprotegidas
  11h42 Associação arrecada fundos para compra de equipamentos de proteção e aparelhos
  10h47 Liga Acadêmica fornece informações e orientações sobre saúde mental
  17h51 Pesquisadores avaliam impacto da pandemia de Covid-19 na economia do país
  17h05 Disque Coronavírus atende 21 municípios da 17ª Regional de Saúde
  14h49 UEL está entre as três universidades brasileiras com maior número de publicações sobre coronavírus
  20h53 Cinco Universidades do PR farão exames para identificar o novo coronavírus
  16h19 Professor do CCE alerta para fraudes na internet em tempos de pandemia
  11h52 Série de livros "dialoga" com grandes pensadores da filosofia mundial
  17h50 Centros de Estudos adotam atendimento via e-mail
  16h05 Servidores do HU/UEL terão atendimento psicológico gratuito
  19h16 Governo autoriza Laboratórios das Universidades a se credenciarem para testes da Covid-19
  17h40 Enfermagem contabiliza 3.107 pessoas vacinadas contra a gripe em Rolândia
  15h50 Bolsistas e voluntários da UEL iniciam atendimento do "Disque Corona"
  13h06 Carta aberta do reitor da UEL à comunidade universitária
  15h44 Curso de Química e Farmácia Escola viabilizam novos lotes de álcool 70%
  10h24 Núcleo de Acessibilidade disponibiliza série de atividades de estudos online
  09h44 Hospital Universitário recebe recursos financeiros para enfrentar COVID-19
  18h15 Programa da UEL orienta prática de exercícios físicos para idosos
  00h05 Superintendente da SETI reforça papel das Universidade no combate à pandemia
  13h44 UEL se disponibiliza para estruturar centro de testagem do COVID-19 no HU
  10h41 Projeto de extensão "UEL Pela Vida" atua em três frentes contra o coronavírus
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br