Agência UEL de Notícias
    Londrina, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
17/12/2019  

Sorria! Você está sendo cuidado!

José de Arimathéia

Professor Ademar Takahama Júnior: os resultados do projeto são inéditos no que se refere ao estudo com pacientes ventilados.
Em março de 2016, no Hospital Universitário da UEL, teve início um projeto de extensão, envolvendo a Medicina, Enfermagem e Odontologia, para desenvolver procedimentos de higiene bucal em pacientes da Unidade de Terapia Intensiva 1, sujeitos à incidência de pneumonia - uma das mais importantes das infecções hospitalares - particularmente aqueles entubados ou ventilados, ou seja, respirando por aparelho (ventilação mecânica).
Desse projeto, nasceu em 2017 o projeto de pesquisa "Avaliação da condição bucal de pacientes em uma Unidade de Terapia Intensiva", coordenado pelo professor Ademar Takahama Júnior (Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil). É ele que explica que pacientes ventilados correm um alto risco de desenvolvimento da chamada pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV), que pode até levar à morte. A doença normalmente, nestes casos, ocorre pela aspiração das bactérias bucais, que chegam aos pulmões pelo tubo de respiração livres das defesas naturais do corpo humano. O fato de o paciente estar sedado e imóvel contribui para o desenvolvimento da PAV.
O coordenador do projeto relata que a higienização bucal, comprovadamente, reduz os riscos de contrair a PAV. E ela é apenas um dos procedimentos que podem ser adotados na prevenção da doença. E embora a literatura odontológica apresente tais procedimentos, Takahama observa que nem todas as instituições possuem uma equipe para isso. O professor lembra ainda que a pneumonia é uma causa a mais de sofrimento do paciente, do prolongamento da sua hospitalização e do encarecimento dos custos.
O coordenador do projeto afirma que o ideal é a atuação de uma equipe especializada em todas as UTIs de todos os hospitais. Neste sentido, existe o projeto de lei 883/19, que torna obrigatória a presença de profissionais de Odontologia na equipe multiprofissional das UTIs, de clínicas e hospitais públicos ou privados em que existam pacientes internados.
 
Exame físico completo
Diariamente, membros do projeto de pesquisa vão até a UTI 1. Cada paciente que chega à unidade passa por uma avaliação da condição bucal, chamada de exame físico completo. A equipe verifica tudo - se há focos de infecção, perda de dentes (como num paciente que sofreu trauma em acidente de trânsito), gengivite, lesões de qualquer natureza, entre outros.
Após a primeira avaliação, o projeto acompanha o paciente para ver se desenvolve a PAV e inicia a pesquisa, já com várias perguntas: a presença de cáries interfere? E próteses? E as perdas dentais? O cruzamento de dados leva às respostas.
Desde 2017, mais de 1.800 pacientes já foram avaliados pelo projeto, e pouco mais da metade deles foi acompanhado, por estarem sob ventilação mecânica. O que a pesquisa tem mostrado é que os riscos de contrair PAV aumentam quando o paciente apresenta a chamada língua saburrosa, uma alteração que a deixa esbranquiçada, graças à presença de grande quantidade de bactérias, de diversos tipos, entre elas a da pneumonia. É comum na falta de higienização adequada e aumenta o risco da PAV em 50%.
Outro fator pela pesquisa é a presença de sangramento oral. Era uma hipótese dos pesquisadores, que acabaram comprovando o fator de risco. Takahama explica que o sangramento pode ter múltiplas origens, como uma gengivite, uma ferida, trauma, ou até uma plaquetopenia, ou seja, uma baixa contagem de plaquetas sanguíneas.
De acordo com o professor, os resultados do projeto são inéditos no que se refere ao estudo com pacientes ventilados. Os dados têm fundamentado discussões com a equipe do Centro de Controle de Infecções do HU e, em conjunto, já pensam em ampliar a atuação do projeto. Isso porque o paciente nem sempre vai direto para a UTI, e no período em que fica hospitalizado antes - no Pronto Socorro, por exemplo - ele já poderia receber a avaliação, higienização e acompanhamento do projeto.
O projeto de pesquisa envolve as áreas de Medicina, Odontologia e Enfermagem, e conta atualmente com 5 alunos de graduação (1 de Iniciação Científica) e 8 residentes de Odontologia (Periodontia e Radiologia), além de 13 docentes. O coordenador prepara um artigo para submeter à revista "Infection control and Hospital Epidemiology", da Inglaterra.
Esta matéria foi publicada no Jornal Notícia nº 1.404. Confira a edição completa:




rodapé da notícia

  20h53 Cinco Universidades do PR farão exames para identificar o novo coronavírus
  16h19 Professor do CCE alerta para fraudes na internet em tempos de pandemia
  11h52 Série de livros "dialoga" com grandes pensadores da filosofia mundial
  11h33 Centros de Estudos adotam atendimento ao público via e-mail
  16h05 Servidores do HU/UEL terão atendimento psicológico gratuito
  19h16 Governo autoriza Laboratórios das Universidades a se credenciarem para testes da Covid-19
  17h40 Enfermagem contabiliza 3.107 pessoas vacinadas contra a gripe em Rolândia
  15h50 Bolsistas e voluntários da UEL iniciam atendimento do "Disque Corona"
  13h06 Carta aberta do reitor da UEL à comunidade universitária
  15h44 Curso de Química e Farmácia Escola viabilizam novos lotes de álcool 70%
  10h24 Núcleo de Acessibilidade disponibiliza série de atividades de estudos online
  09h44 Hospital Universitário recebe recursos financeiros para enfrentar COVID-19
  18h15 Programa da UEL orienta prática de exercícios físicos para idosos
  00h05 Superintendente da SETI reforça papel das Universidade no combate à pandemia
  13h44 UEL se disponibiliza para estruturar centro de testagem do COVID-19 no HU
  10h41 Projeto de extensão "UEL Pela Vida" atua em três frentes contra o coronavírus
  01h02 Nota da Reitoria sobre o Decreto 4.312/2020 do Governo do Paraná que concede afastamento em Licença Especial
  16h28 Proex divulga resultado do edital do Programa de Prevenção ao Coronavírus
  16h52 Parceria com confecção de Cambé produz 8 mil máscaras para o HU/UEL
  11h40 Hemocentro de Londrina mantém serviço de coleta e horários de atendimento
  11h40 UEL e Londrix selecionam 20 poesias londrinenses para o Mural Poético
  17h58 Governo repassa R$ 3,8 milhões ao HU/UEL para combate à pandemia
  17h16 Serviço de Bem-Estar à Comunidade adota atendimento virtual durante suspensão de atividades
  16h49 HU/UEL divulga mudanças no atendimento ao paciente do Ambulatório de Especialidades
  16h33 Curso de Enfermagem reforça vacinação contra gripe e atende 400 idosos de Rolândia
  13h43 APIESP se posiciona em defesa da abertura de concurso público
  09h57 Grupo da UEL produz vídeos com histórias em inglês para crianças
  09h27 CNPq atende bolsistas e coordenadores de projetos
  15h01 Para estudantes de Engenharia, Agronomia e Geociências
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br