Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 25 de Janeiro de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
05/12/2019  

UEL conquista quatro destaques no 32º Prêmio de Ciência e Tecnologia da SETI

Agência UEL

Reitor da UEL, Sérgio Carvalho, com o professor da UEL, Waldiceu Junior, e o superintendente da SETI, Aldo Bona (FOTO: Divulgação/AEN)

Dois professores e dois estudantes de graduação da UEL foram contemplados na 32ª edição do Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia, uma iniciativa da Superintendência Geral de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior (SETI), com o objetivo de reconhecer iniciativas de ensino, pesquisa e extensão nas várias áreas do conhecimento. 
A premiação foi realizada nesta quarta-feira (4) à noite, durante cerimônia no Palácio Iguaçu, em Curitiba. A edição deste ano contemplou nove pesquisadores e profissionais, que receberam R$ 215 mil em premiações. A solenidade reuniu diversas autoridades como o Superintendente da SETI, Aldo Bona, o reitor da UEL, Sérgio Carvalho, além de representantes das demais Universidades Estaduais.
O professor Waldiceu Aparecido Verri Junior, do Departamento de Ciências Patológicas da UEL, foi um dos contemplados da noite, na área Ciência da Saúde. Waldiceu Junior desenvolve pesquisa sobre novas moléculas, demonstrando os efeitos anti-inflamatório e analgésico em diversas doenças.
"Queremos desenvolver novos medicamentos com maior eficácia e menor efeito colateral. Iniciativas como a do Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia possibilitam aprimoramento da pesquisa como ferramenta de ensino, desenvolvendo soluções para a sociedade e contribuindo para a formação de qualidade nas universidades", destacou ele. Além de pesquisador, o professor é orientador permanente do programa de pós-graduação em Patologia Experimental e do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde, ambos com mestrado e doutorado e notas 6 e 5 na CAPES, respectivamente.
Outro trabalho da UEL reconhecido nesta 32ª edição do Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia foi o da professora Karen Brajão de Oliveira, que concorreu na categoria Pesquisador-extensionista, também na área de Ciência da Saúde. Karen é Docente Adjunto da área de Imunologia, orientadora do Programa de Patologia Experimental, também membro do comitê de ética em Pesquisa em Seres Humanos da UEL.
O trabalho premiado busca compreender os agentes causadores do papilomavírus humano (HPV). A professora coordena projeto de extensão nas Unidades Básicas de Saúde e no Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema. Por meio do projeto, são realizados exames para detecção molecular do HPV. A técnica identifica o DNA do vírus antes mesmo dele provocar alguma lesão. O projeto também aplica pesquisa sócio epidemiológica, associando a presença do vírus com fatores de risco.
Reitor da UEL, Sérgio Carvalho, com a professora da UEL, Karen Brajão de Oliveira, e o superintendente da SETI, Aldo Bona(FOTO: Divulgação/AEN)

"As atividades de extensão alertam para a importância da vacinação e sobre a gravidade do vírus. Também identificamos os tipos virais mais comuns na região de Londrina e qual a população mais afetada e, a partir disso, elaboramos estratégias direcionadas de prevenção", destacou a professora.
Também foram premiados os estudantes de graduação da UEL Everton José Santana e Caroline Yukari Motoori. Everton é ex-aluno de Engenharia Elétrica e ganhou o prêmio com um estudo sobre um novo método de aprendizado que aumenta o desempenho produtivo de diferentes parâmetros utilizados em análises da qualidade da carne. Caroline, estudante de Biomedicina, conquistou a premiação com o trabalho que analisou uma molécula chamada TGF BETA, que pode inibir o crescimento de tumores de mama em fases iniciais.
Premiação - Os demais pesquisadores homenageados foram o professor Jesui Vergílio Visentainer, na área de Ciências Exatas e da Terra. E o Pesquisador-extensionista Marcos Cesar Danhoni Neves, também das Ciências Exatas e da Terra, ambos da UEM.
Na categoria de Inventor Independente venceu o projeto Robô Laura, criado pelo analista de sistemas Jacson Fresatto. Na categoria jornalismo os vencedores foram Victor Lopes de Moraes, da Folha de Londrina, na área de Ciências Exatas e da Terra; e Patrícia Berwig da TV Evangelizar, em Ciências da Saúde.
O superintendente Aldo Nelson Bona destacou a importância do prêmio que tem como objetivo reconhecer o trabalho desenvolvido por pesquisadores, estudantes, inventores e jornalistas na busca por soluções inovadoras para as demandas sociais. "O prêmio é um reconhecimento de iniciativas inovadoras que possuem impacto positivo na melhoria da qualidade de vida dos paranaenses. Estes profissionais são referência no Paraná e no Brasil na produção científica e tecnológica. Queremos transformar o Paraná em um Estado inovador e para isso precisamos estimular o desenvolvimento de pesquisas em parceria com o setor produtivo", afirmou Bona.
O Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia contempla a cada ano, em um sistema de rodízio, duas grandes áreas de conhecimento. Já são quase 110 premiados desde 1986, quando instituída a premiação. As áreas previstas para o próximo edital, que será lançado ainda neste ano, são Ciências Humanas e Ciências Agrárias.
(Com informações da Assessoria da SETI)


 




rodapé da notícia

  16h45 Comissão conclui primeira etapa de homologação para autodeclarados negros
  15h02 Capes selecionará projetos de pesquisa de países da América do Sul e França
  11h37 Médicos do HU/UEL fazem três cirurgias inéditas na região
  10h25 Inscrições pelo Sisu 2020 terminam domingo (26). UEL oferta vagas em 47 cursos
  15h19 Concurso Global premia alunos da graduação e pós-graduação
  15h04 HU/UEL divulga curso e atende gestantes a partir do 4º mês
  09h57 Pré-matrícula da 2ª Convocação termina nesta quinta-feira (23)
  09h32 Inscrições abertas para curso sobre psicanálise lacaniana e o corpo
  18h37 Prograd realiza checagem de documentação de ingressantes do Vestibular 2020
  16h39 UEL é parceira na campanha Londrina Unida Contra a Dengue
  14h35 Abertas inscrições do curso Masterclass de Regência Orquestral
  10h46 Laboratório de Línguas tem opções de cursos de português para estrangeiros
  10h07 Universidade reforça campanha do município no combate à hanseníase
  16h40 Divulgadas inscrições deferidas pelo NIS da seleção do Curso Especial Pré-Vestibular
  10h35 Sai 2ª convocação do Vestibular 2020 e 146 são chamados
  10h36 Divulgado resultado do Vestibular dos Povos Indígenas
  09h46 Seti divulga edital da 33ª edição do Prêmio de Ciência e Tecnologia
  09h22 UEL é contemplada com recursos em editais de pós-graduação
  10h58 Inscrições pelo SISU começam nesta terça-feira (21). UEL explica notas de corte
  16h26 Prefeitura do Campus reforça ações de combate ao Aedes aegypti
  11h07 Congresso Internacional de Enfermagem abre inscrições dia 31
  10h24 Grupo de Estudos da Sede quer arrecadar R$ 40 mil para testes
  09h22 UEL divulga 2ª convocação do Vestibular nesta terça-feira (21)
D
DESTAQUES ::.

Sorria! Você está sendo cuidado!

Quando se trata de solo, sempre há solução

ARTIGO: Um futuro utópico ou distópico?

Projeto mapeia o cooperativismo no Brasil
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br