Agência UEL de Notícias
    Londrina, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
13/11/2019  

Debate marca 15 anos de cotas e discute desafios da educação democrática

Agência UEL

Com o objetivo de marcar os 15 anos de cotas raciais na UEL, o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB) e parceiros promovem no próximo dia 20 de novembro, no Anfiteatro do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), a partir das 8h30, o evento "15 anos de Cotas: Desafios para uma Educação mais democrática". O professor convidado Jocélio Teles dos Santos, da Universidade Federal da Bahia, participa da mesa de abertura, com palestra às 9 horas.

De acordo com a professora Marleide Perrude, do Departamento de Educação, dentro do Mês da Consciência Negra, o evento visa reunir os sujeitos institucionais para fazer um balanço da política de cotas na UEL. "É um dia dedicado ao debate e reflexões acerca dos desafios e perspectivas da política de cotas", diz a professora Marleide. Ela ressalta as participações de integrantes do Movimento Negro de Londrina e egressos de cursos de graduação.

Além do Neab, o evento tem o patrocínio da Fundação Araucária, Governo do Paraná, Sindiprol, Quizomba, e promoção da Pró-reitoria de Graduação (PROGRAD) e Prope. E apoio do GT de Combate ao Racismo, Gestão de Promoção da Igualdade Racial e Conselho de Promoção da Igualdade Racial.

15 anos - Dia 23 de julho de 2004. Essa foi a data em que a UEL por meio da Resolução nº 78/2004 do Conselho Universitário estabeleceu a reserva de vagas no concurso vestibular para candidatos oriundos de instituições públicas de ensino e para aqueles que se autodeclarassem negros. Em 26 de agosto de 2011 ocorreu a avaliação sobre o fim da proporcionalidade. Portanto, desde 2011, 20% das vagas, o total de 3.145 vagas, são reservadas para o sistema, antes este percentual dependia da quantidade de inscritos.

Já dia 17 de fevereiro deste ano, como parte do processo de avaliação do sistema de cotas, foi aprovado o sistema por mais 20 anos e ampliação de mais de 5% para negros de qualquer percurso, sendo 20% para escolas públicas, 20% para negros de escolas públicas e 5% para negros de qualquer percurso. 

Segundo dados da Pró-reitoria de Planejamento (PROPLAN), hoje a UEL tem o total de 3.587 estudantes negros em todos os 53 cursos de graduação. Conforme informações da diretora do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros, professora Maria Nilza da Silva, do Departamento de Ciências Sociais, a UEL foi a 3ª Universidade do país a implantar o sistema de cotas, depois da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), que aprovou as políticas de cotas por meio de Lei Estadual, e Universidade de Brasília (UNB).

No Paraná, a UEL foi a primeira do estado, entre as sete IEES, a implementar o sistema, sendo que a Universidade Federal do Paraná (UFPR) também aprovou a implementação das cotas no mesmo ano - 2004. "A UEL foi revolucionária e teve coragem de aprovar as cotas. Foi num momento em que a administração da época atendeu ao apelo das comunidades interna e externa", diz.   


rodapé da notícia

  10h01 ARTIGO: Um futuro utópico ou distópico?
  08h57 OSUEL encerra Temporada Ouro Verde 2019 nesta quinta (12)
  08h26 Documentário aborda militância de travestis e trans de Londrina
  16h50 'Terra Vermelha' fortalece visibilidade de projetos da UEL e serviços à população
  16h57 Capela Sonora apresenta grupo Canto da Lira, nesta quinta-feira
  16h03 Curso de Relações Públicas da UEL comemora 45 anos
  16h05 Convênio entre UEL e Prefeitura resulta em economia de R$ 16 milhões em seis meses
  16h35 Prograd lança novo serviço de comunicação on line para estudante de graduação
  17h15 Aniversário de Londrina suspende atividades na UEL
  17h10 Inscrições para Residência Técnica em Gestão Pública abrem nesta terça (10)
  16h03 Estudante indígena apresenta trabalho de conclusão na Reserva Apucaraninha
  15h31 Cine Com-Tour/UEL apresenta dois longas esta semana
  14h59 HU atende cerca de 600 pessoas em campanha de câncer de pele
  14h55 Professor defende educação como direito humano e sinônimo de humanização
  17h29 UEL sobe posição em ranking internacional de sustentabilidade
  17h29 Empresa Júnior promove Colônia de Férias a partir de segunda-feira (9)
  22h00 Universidade prorrogará contratos de 244 professores temporários
  11h43 Laboratório de Análise de Água amplia serviços e reforça atendimento à população
  10h21 Inscrições abertas: Curso de Psicologia Hospitalar 2020
  10h29 Escritório de Apoio ao Pesquisador prioriza auxílio técnico aos pesquisadores da UEL
  15h07 Pesquisador desenvolve insumo que controla pragas e melhora produção agrícola
  09h08 Museu Histórico de Londrina promove Bazar Solidário no sábado (7)
  08h26 Manutenção em rede suspende atendimento do Pronto Socorro odontológico, domingo (8)
  17h51 Projeto de Artes Cênicas aproxima UEL de comunidades rurais
  16h38 Museu Histórico inaugura exposição sobre memória indígena neste sábado
  16h35 UEL FM abre série especial sobre projetos desenvolvidos na Universidade
  15h38 Professora do CCH lança Bodas de Café e faz homenagem ao Proteu
  17h16 Inscrições para programa de mobilidade nacional terminam dia 16
  11h14 UEL conquista quatro destaques no 32º Prêmio de Ciência e Tecnologia da SETI
  09h17 Teatro Ouro Verde recebe apresentações da Escola Municipal de Dança
  08h11 Última edição da Feirinha da Cidadania é nesta quinta-feira (5), na Reitoria
D
DESTAQUES ::.

ARTIGO: Um futuro utópico ou distópico?

Projeto de Artes Cênicas aproxima UEL de comunidades

Jornal Notícia - 1.404

Semana aborda evidências da Relatividade Geral
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br