Agência UEL de Notícias
    Londrina, Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
19/09/2019  

Estudo amplia metodologia de análise de solos

José de Arimathéia

Pesquisa sobre método de avaliação da estabilidade estrutural do solo representa um avanço na área e já despertou o interesse de pelo menos três países

Thadeu Rodrigues: experiência na Austrália deu à pesquisa um contexto mais global

Um estudo publicado em julho por pesquisadores da UEL na revista Soil & Tillage Research (Holanda), um dos periódicos de mais alto impacto acadêmico na área, traz uma inovação metodológica de análise de solos que já despertou o interesse de outros pesquisadores, de várias regiões do Brasil assim como dos Estados Unidos, China e Austrália.

O artigo representa apenas um dos resultados obtidos na pesquisa de Doutorado de Thadeu Rodrigues de Melo, que defendeu, em junho, sua tese intitulada "Estrutura de solo: dinâmica e sugestão metodológica", dentro do Programa de Pós-graduação em Agronomia da UEL. Orientado pelo professor João Tavares Filho (Departamento de Agronomia), o estudo foi quase todo desenvolvido no Brasil, mas de setembro do ano passado a fevereiro deste, Thadeu esteve na Universidade de Adelaide (Austrália), num Doutorado Sanduíche, para dar à sua pesquisa uma contextualização mais global. Tudo isso foi possível pelos recursos do CNPq, CAPES e bolsa produtividade do orientador.

No artigo, Thadeu inova no método de avaliar a estabilidade estrutural do solo, ou seja, sua capacidade de resistir às chamadas forças disruptivas, como a chuva (que causa erosão) ou mesmo ações humanas, como as atividades agrícolas (aragem, plantio, etc.). A composição do solo lhe dá mais ou menos resistência. Quando há mais matéria orgânica, ou mais ferro (como é o caso de Londrina), por exemplo, o solo tende a resistir mais e não ficar suspenso na água, minimizando seu transporte para rios. Quando a resistência é menor, como em solos australianos afetados por sódio, a argila tende a ficar suspensa na água, mudando sua coloração (a "água suja" do senso comum).

Thadeu explica que, até então, os métodos utilizados no mundo todo até então consideravam que a argila podia ser classificada de acordo com seu comportamento estrutural em apenas dois tipos. Por argila se entende qualquer partícula menor que 0,002mm. Apesar de parecer pequena, tem superfície suficientemente grande para adsorver água e outros materiais. A argila pode então ser dispersável em água (a "água suja") ou floculada (agregada). Thadeu propõe uma subdivisão nesta última: refloculável (pode se agregar novamente após rompida) e não dispersável (resistente à ruptura). Em outras palavras, não há apenas tipos dicotômicos, mas gradações entre eles.

Aí entram os fatores disruptivos, como as ações humanas, que expõem o solo ao fenômeno. Quanto mais exposto, mais o solo está sujeito a tais fatores, por isso uma cobertura vegetal é importante para evitar erosão - o mesmo fenômeno, mas em grande escala.

Embora tenha concluído o Doutorado, Thadeu continua sua pesquisa. Provada a existência de três tipos de argila e a possibilidade quantificação, o próximo passo é estudar como os fatores afetam argilas com maior concentração de material orgânico, que tende a inibir a floculação da argila. Além disso, observar o comportamento destas argilas em campo sob condições naturais.

Para o professor João Tavares Filho, os resultados da pesquisa de Thadeu foram rapidamente validados e aceitos. Uma indicação disto é a procura pelo trabalho no Researchgate, uma das maiores plataformas voltadas para a produção científica e interação entre pesquisadores de todo o mundo. Tavares conta que esteve no XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, no final de julho (em Cuiabá) e lá também o trabalho, divulgado, despertou muito interesse. Além disso, Thadeu já coorienta trabalhos e ambos preparam um livro.

Esta matéria foi publicada no Jornal Notícia nº 1.399. Confira a edição completa:




rodapé da notícia

  13h44 03/08/20 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  17h11 UEL é parceira na realização do 1º Pense Agro do Paraná
  16h35 Colaboradora da UEL FM integra rede internacional de world music
  13h57 31/07/20 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  12h07 Semana da Matemática Básica começa segunda-feira (3) com mais de 500 inscritos
  09h49 Semana de Aleitamento começa dia 3 via plataforma online do HU/UEL
  09h06 Aprovados em Programas de Pós-Graduação como Estudante Especial devem efetuar matrícula
  17h52 UEL aprova Vestibular 2021 em fase única, em 14 de março, com medidas para segurança de estudantes
  17h23 Estudantes participam de julgamento simulado em Direito Eleitoral, inédito no Brasil
  15h47 Blues Kids é tema de especial na UEL FM nesta quinta-feira (30)
  13h24 30/07/20 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  16h03 UEL participa da organização de evento internacional sobre Globalização, Ética e Direito
  14h12 Novo Ato Executivo estende suspensão das atividades presenciais
  13h56 29/07/20 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  16h36 Prazo para inscrições no Programa Centelha termina sexta-feira (31)
  11h49 Programa de Residência tem Edital aberto para formação de cadastro de reserva
  10h17 Workshop Teorias da Justiça está com inscrições abertas até dia 31
  09h30 Roda de conversa destaca o tema produtivismo em tempos de pandemia
  13h33 28/07/20 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  15h49 UEL será centro de disseminação de TIC por meio de parceria com gigante chinesa
  15h51 Aula Magna e atividades virtuais marcam retomada do curso de Jornalismo
  15h51 Abertas inscrições do 37º Seminário Lutas & Resistências
  15h43 Edital do PIBID abre inscrições para cadastro reserva em 15 licenciaturas
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br