Agência UEL de Notícias
    Londrina, Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
06/09/2019  

Startup produz antimicrobiano orgânico com tecnologia verde

Pedro Livoratti

Gerson Nakazato, Renata Kobayashi, Audrey Lonni e Marcelly Chue têm grande expectativa para a aprovação no Edital Sinapse

Sócios da empresa GRAL Bioativos, empresa instalada na Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da Agência de Inovação Tecnológica da UEL (AINTEC), aguardam o resultado final do edital Sinapse da Inovação Paraná, da Fundação Araucária, para iniciar a produção em escala comercial e realizar a primeira comercialização. A startup trabalha com biotecnologia, especializada na produção de nanopartículas de prata, um antimicrobiano biogênico produzido por tecnologia verde. Nanopartículas de prata podem ser utilizadas para controle de infecções e também como conservante em formulações, em substituição ao Triclosan, composto largamente utilizado em detergentes, sabonetes e cremes dentais, mas que apresenta potenciais riscos à saúde.

Os empreendedores, que são professores e estudantes de Pós-graduação da UEL, trabalham com a possibilidade de parceria com duas empresas da região. Uma é especializada na fabricação de palmilhas para diabéticos. A outra atua na área de colchões e travesseiros. A partir do uso das nanopartículas de prata é possível combater com eficácia fungos e bactérias, inclusive aquelas chamadas de superbactérias, responsáveis por aproximadamente 700 mil mortes no mundo. Para se ter uma dimensão da utilidade, as nanopartículas de prata podem ser usadas, por exemplo, em tábuas para manipulação de alimentos, muito comuns em cozinhas industriais e em residências, garantindo um produto higiênico, livre de bactérias e demais contaminantes.

A proposta da empresa é oferecer a tecnologia aplicada em produtos voltados às áreas da saúde, pet, cosméticos e sanitizantes, entre outros. A GRAL detém a patente do processo tecnológico de produção de nanopartículas de prata biogênicas utilizando extrato vegetal. Segundo a professora Audrey Lonni, do Departamento de Ciências Farmacêuticas, a nanopartícula de prata é um princípio ativo que responde muito bem com ação antimicrobiana. Embora o potencial seja extenso, os sócios da empresa pretendem focar nas grandes áreas de saúde, embalagens, cosméticos, saneantes e materiais. O foco do negócio é a prevenção e o controle de infecções e contaminações.

O professor do Departamento de Microbiologia, Gerson Nakazato, explica que a produção de nanopartículas pode ser feita com uso de fungos ou por meio de extrato vegetal, que é o processo adotado e já patenteado pela GRAL. A tecnologia tem como vantagens uma produção com baixo custo energético, que não utiliza ou gera compostos tóxicos, aliados a uma baixa toxicidade para o meio ambiente e para o ser humano, com comprovada eficácia por meio de testes laboratoriais.

Edital Sinapse - A professora Renata Kobayashi, também do Departamento de Microbiologia, e uma das sócias da empresa, explica que o edital da Fundação Araucária prevê a liberação de R$ 40 mil para os 100 melhores projetos ligados ao empreendedorismo inovador. A GRAL é uma das inscritas e já passou por duas etapas, que selecionaram até agora as 200 melhores propostas. Face ao ineditismo do produto, considerando que eles detêm uma patente tecnológica, a expectativa dos sócios é grande.

A professora explica que o dinheiro será utilizado para a produção em larga escala das nanopartículas, algo em torno de 120 litros, quantidade suficiente para a comercialização com empresas parceiras. Em escala laboratorial, os empresários conseguem produzir em torno de 10 litros/mês, quantidade considerada insuficiente para atender a demanda das empresas parceiras, que necessitam de ganho em escala. O edital da Fundação Araucária, além da subvenção econômica, poderá oferecer suporte durante doze meses para desenvolvimento de novos produtos e de negócios. O resultado final está previsto para ser divulgado no próximo dia 16 de setembro.

Como empresa de biotecnologia incubada na AINTEC, a startup traz em seu quadro pesquisadores das áreas de saúde e biológicas, além de uma advogada, responsável pelos processos administrativos. Integram o quadro de sócios os professores Gerson Nakazato, Renata Kobayashi, Luciano Panagio (Departamento de Microbiologia) e Audrey Lonni (Departamento de Ciências Farmacêuticas). Também fazem parte da empresa a advogada Giovanna Okino, a biomédica Marcelly Chue e a bióloga Anna C. Campos.


rodapé da notícia

  18h10 Esmalte "verde" é alternativa para tratamento de micose em unhas
  16h44 Divulgado pela Prograd resultado final da Transferência Externa 2020
  09h30 Abertas inscrições do Curso de Língua e Cultura Japonesas
  09h05 Ranking destaca UEL na 24ª colocação entre Universidades brasileiras
  15h00 Curso discute adoção e acolhimento institucional na escola
  12h03 Liberada 3ª convocação do SISU. Lista tem 145 candidatos convocados
  11h56 Prograd divulga procedimentos e processos acadêmicos aos novos alunos
  11h12 Filme Parasita fica mais uma semana em cartaz no Cine-Com-Tour/UEL
  09h55 Avaliação da aprendizagem da Língua Inglesa é tema de curso do LABTED
  16h13 Estrutura de Geração de Energia a Biogás da UEL servirá de referência para USP
  10h32 UEL libera edital da 3ª convocação do SISU nesta quarta-feira, dia 19
  10h09 Inscrições para cursos de idiomas do LabLíngua terminam sexta-feira (21)
  17h59 Abertas inscrições para estudante especial em programas de mestrado e doutorado
  09h47 Centros de Estudos recebem R$ 1,22 milhão em equipamentos, veículo e mobiliário
  15h23 Projeto aposta no uso da comunicação audiovisual em escolas indígenas
  16h51 Projeto do CCB associa paisagismo a espécies da flora brasileira
  14h43 Pesquisadores identificam ferramentas e técnicas contábeis
  15h21 Projeto desenvolve ilustrações para meios de comunicação
  11h42 UEL divulga edital de seleção socioeconômica para Programas de Permanência Estudantil
  09h36 Encontro de Pós-Graduação em Letras e Linguística tem aula-show com Arrigo Barnabé
  09h25 Simpósio de Gênero e Políticas Públicas apresenta o tema "Nenhum a menos"
  15h31 Hannah Arendt tem muito a ensinar sobre felicidade pública
  16h04 Formandos de quatro cursos de graduação colam grau em solenidade especial
  12h33 Sai 2ª convocação do SISU 2020. UEL convoca 140 candidatos
  10h59 Núcleo de Atividade Física abre período de renovação de matrícula
  10h21 Abertas inscrições do 2º Congresso de Direito da Família e Sucessões
  09h32 Farmácia Escola adota novo horário de atendimento a partir de 2 de março
D
DESTAQUES ::.

Projeto aposta no uso da comunicação audiovisual em

Grupo de Estudos discute deficiência e altas habilid

Pesquisadores identificam ferramentas e técnicas con

Projeto desenvolve ilustrações para meios de comunic
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br