Agência UEL de Notícias
    Londrina, Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
24/05/2019  

Produções japonesas: fantástico, maravilhoso e estranho

José de Arimathéia

Satoshi Kon

Em 2017, o professor Marcelo Castro Andreo (Departamento de Design) defendeu sua tese de Doutorado no Programa de Pós-graduação em Letras (Estudos Literários) da UEL, intitulada "A narrativa insólita de A viagem de Chihiro, de Hayao Miyazaki". Como ocorre com todo pesquisador, o mergulho no objeto de pesquisa é uma viagem só de ida. Mais ainda quando a viagem é como a de Chihiro - por um universo fantástico.

Andreo coordena o projeto de pesquisa - "O fantástico no cinema de animação de Hayao Miyazaki e Satoshi Kon" - que ampliou a pesquisa do Doutorado. O projeto conta com participação de alunos de graduação e Iniciação Científica e deverá ser concluído ainda este mês, mas a renovação já está prevista. O projeto transita nas disciplinas ministradas pelo docente no curso de Design: Animação 2D e Design Transmídia (2o ano) e Design em Movimento (3D), do 3o ano.

De acordo com o professor, o projeto é uma oportunidade de ir além da técnica da animação, das experimentações técnicas feitas nas disciplinas. A pesquisa permite explorar narrativas, personagens, cenários, entre tantos outros elementos. As produções japonesas são muito ricas em referências culturais e os personagens apresentam grande complexidade.

Para analisar os longa-metragens, o professor se fundamenta, entre outros, nos teóricos literários russos Vladimir Propp, Maria Nikolajeva Tzvetan Todorov. É deste último a classificação que distingue, na Literatura, o fantástico (insólito, incerto, imaginário), o maravilhoso (não pertence ao mundo natural mas é aceito no mundo fantástico: fadas, árvores e animais falantes) e o estranho (explicável racionalmente - exemplo: foi um sonho). Ainda que alvo de críticas, Todorov é inegável referência nos Estudos Literários.

Hayao Miyazaki

Dois são os cineastas responsáveis pelas animações estudadas: Hayao Miyazaki, o mesmo do Doutorado, e Satoshi Kon. Outras produções do primeiro foram "O castelo animado" (2004) e "Princesa Mononoke" (1997). De Kon, "Páprika" (2006) e "Perfect Blue" (1997), entre outros. Uma das características de Miyazaki é retratar a cultura japonesa como parte de uma cultura panasiática. Já Kon é, segundo Andreo, mestre em misturar sonho e realidade, especialmente com técnicas de edição. Para o professor, este cineasta é um exemplo de como as categorizações de Todorov não dão conta e é preciso extrapolar. Tanto que é uma expectativa do projeto observar as múltiplas leituras que podem ser extraídas das narrativas dos desenhos animados sem se ater a uma distinção reducionista de realidade x fantasia, aproveitando as modalidades narrativas como o fator que proporciona a movimentação entre as interpretações da obra.

CULTURA E RELIGIOSIDADE

Embora muitas vezes ambientadas na Europa, Estados Unidos e outros países ocidentais, as animações japonesas mostram claramente o estilo oriental. Isso aparece, por exemplo, na religiosidade do povo japonês, que pode ser implícita em algumas produções, mas é enraizada na cultura do país do sol nascente, assim como é frequentemente apropriada pela cultura pop. Por isso o fantástico é tão forte nas animações japonesas. A espiritualidade xintoísta é uma das tônicas. O Xintoísmo (que significa "Caminho dos deuses") cultua a Natureza e os antepassados. Animista, fala da existência de espíritos ligados ao mundo natural - espíritos elementais, das montanhas, das florestas, etc. Assim, bem e mal, heróis e vilões, não são tão claros nas animações. "Os heróis normalmente são mais rasos, mas os vilões sempre são muito complexos", explica o professor Andreo.                       
      
Projeto é uma oportunidade de ir além da técnica da animação, das experimentações técnicas feitas nas disciplinas.
      

Uma das alunas participantes do projeto foi mais fundo e pesquisou, nas obras de Miyazaki, aspectos xintoístas, apesar de o cineasta não seguir a religião. Ainda assim, lá está a sacralização da Natureza, entre outros pontos.

Andreo informa que, a partir das disciplinas ministradas por ele, vários alunos desenvolveram trabalhos de conclusão de curso ligados ao objeto de pesquisa. Além disso, o projeto vem produzindo artigos que, segundo o professor, deverão ser encaminhados para apresentação em eventos científicos e publicação.


rodapé da notícia

  10h13 Prorh: abertas inscrições de curso sobre competências interpessoais
  09h33 CNPq divulga edição 2019 do Prêmio Péter Murányi. Inscrições até agosto
  09h10 39ª Festival Internacional de Música abre inscrições para a grade pedagógica
  09h05 Assessoria de Tecnologia de Informação tem novo sistema de solicitação de serviços
  09h55 Pesquisadores da UEL fomentam certificação de orgânicos no Estado
  17h56 UEL retoma atividades na próxima segunda-feira (24)
  17h57 UEL é sede do maior evento de astronomia do Sul do Brasil
  17h07 Feira das Profissões 2019 traz ao Campus mais de 15 mil estudantes
  11h25 Inovatec.CCE promove inovação na área de negócio e serviços
  22h13 Cine Com-Tour/UEL exibe Mademoiselle Paradis
  09h16 Ranking Internacional classifica UEL entre as 39 melhores da América Latina
  09h11 Curso para servidores ensina Ferramentas Google para Escritório
  08h17 Laboratório de Performance apresenta concerto de piano e sax
  08h07 Proppg divulga nova etapa de seleção para bolsas de Iniciação Científica
  09h28 Renovação de matrícula para 11 cursos de graduação
  16h41 Jornada debate intercâmbio Brasil e Argentina
  15h38 Estudantes de Artes Visuais realizam exposição sobre Arte Barroca
  16h13 Projeto Seda Brasil representa UEL na Expo Japão 2019
  14h18 Maioria de trabalhos selecionados em Mostra de Pesquisas é da UEL
  17h10 35ª Semana de Geografia: inscrições abertas
  10h43 UEL recebe disputas de modalidades dos Jogos Paradesportivos do PR
  09h23 Grupo de Astronomia abre 16º Encontro Paranaense de Astronomia
  08h38 Superintendente divulga carta aberta sobre a Lei Geral das Universidades
  08h39 Reitoria divulga nova data de debate sobre Lei Geral das Universidades
  16h58 Estudantes participam de aula prática em canteiro de hortaliças
  16h00 Professora da UEL recebe prêmio nacional por pesquisa sobre jovens e o tráfico de drogas
  15h47 Pesquisas da UEL são selecionadas pelo Programa Sinapse da Inovação
  10h46 Motus/UEL abre inscrições da Colônia de Férias
  11h55 8ª edição das Feira das Profissões vai receber 15.184 alunos
  08h56 ATI adota novo sistema de solicitação de serviço: Sistema Atendimento
  09h30 Curso de Excel 2016 está com inscrições abertas até 25 de junho
  09h22 Aberta renovação de matrícula para 11 cursos de graduação
  14h45 UEL FM apresenta coluna sobre Bioética, às quintas-feiras
  10h58 Último dia de agendamento de escolas para 8ª Feira das Profissões
  08h31 Professora tem pesquisa de pós-doutorado reconhecida em nível nacional
  09h54 CAPES divulga editais e seleciona 65 projetos para França e Alemanha
  09h16 Prorrogado prazo para submissão de trabalhos
  09h33 UEL promove 3º TED Talks nas Línguas Estrangeiras, dia 18
D
DESTAQUES ::.

Projeto de comunicação popular cria plataformas digi

Professor argentino vem a Londrina falar da Medicina

Pesquisadores elaboram método para identificar fake

Jornal Notícia - 1.395
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br