Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 20 de Abril de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
04/04/2019  

Brinquedo terapêutico minimiza sofrimento em crianças internadas

COM-HU

O projeto é realizado nas unidades pediátricas do HU de Londrina e trata de uma atividade para minimizar o medo, estresse e ansiedade.
 
A partir do tema de pesquisa de monografia da residente em Enfermagem em Saúde da Criança, Ester Leonardo, em 2014, surgiu a necessidade urgente de um projeto para abordar as crianças hospitalizadas, usando a linguagem que elas entendem por meio de técnica lúdica. Em 2015 iniciou-se o projeto Utilização do Brinquedo Terapêutico em Crianças Hospitalizadas em uma Unidade Pediátrica, cadastrado na Pró-Reitoria de Extensão UEL que está em vigência.
 
Pesquisas comprovam que crianças que participam do preparo previamente respondem melhor aos procedimentos do que aquelas que não participaram do momento inicial. Apesar de muitos estudos mostrarem benefícios, essa prática ainda não está institucionalizada na rotina das unidades pediátricas. O projeto é realizado nas unidades pediátricas do Hospital Universitário de Londrina e trata de uma atividade para minimizar o medo, estresse, ansiedade, orientar sobre a hospitalização e tirar dúvidas da criança e do acompanhante sobre os procedimentos aos quais a criança poderá ser submetida, seguindo todas as etapas da técnica da aplicação do Brinquedo Terapêutico Instrucional (BTI).
 
A coordenadora do Projeto de Extensão, professora Rosangela Aparecida Pimenta Ferrari (Departamento de Enfermagem), afirma que "para aplicar o brinquedo é solicitada a autorização da família e identificado se a criança está em condições de participar naquele momento, pois a atividade deve garantir o conforto e bem estar dentro das possibilidades terapêuticas. Para ela é o brincar, para nós nesse momento com o boneco (a) personalizado conforme sua condição de tratamento, interagimos para captar os sentimentos e dúvidas e fazemos as orientações", explica.
 
O projeto está aberto para todos os estudantes da área da Saúde desde o primeiro ano até o fim do curso. Para novos participantes, as aulas teóricas são ministradas quinzenalmente durante dois meses, simultaneamente, os ingressantes acompanham os estudantes de graduação ou enfermeiras residentes que atuam nas unidades pediátricas. Após esse período, o aluno aplica o BTI com acompanhamento e, sendo apto nas habilidades teórico-práticas, é inserido nas escalas semanais. Após esse período, o estudante participa das reuniões científicas  mensais  para ajustes da aplicação, da escala e discussões sobre o cuidado da criança hospitalizada.
 
"O BTI não é uma brincadeira, ele funciona mesmo. A gente usa o boneco para explicar  o por que ela está internada, qual procedimento será realizado, afim de tirar o medo do desconhecido e funciona na prática, a criança fica totalmente tranquila durante a internação", diz Karolaine Fernanda Marques, bolsista do projeto.
 

Esta matéria foi publicada no Jornal Notícia nº 1.391. Confira a edição completa:




rodapé da notícia

  17h51 UEL retoma atividades na próxima segunda-feira
  14h46 Museu Histórico terá mostra Múltiplo Leminski durante o feriado
  14h41 Sua conexão é segura?
  10h47 Duo Jacarandá se apresenta no CECA, no próxima quarta
  10h25 Professor da USP faz palestra sobre tecnologia e construção civil
  10h42 Abertas inscrições para prêmio de C&T do Paraná
  14h13 Idioma Sem Fronteiras oferece novas oportunidades
  14h47 Cine Com Tour/UEL exibe romance argentino
  15h17 Quem vê casa, vê coração
  15h39 As religiões estão na pauta
  16h24 Pós-graduação em Sociologia promove palestra sobre Nova Vigilância
  10h47 Projeto mistura reflexão filosófica com música instrumental
  15h55 Feirinha da Cidadania será nesta quinta, no Calçadão
  16h47 EDUEL oferece descontos para compras esta semana
  11h19 Convênio amplia projeto Atletismo Londrina
  20h43 UEL sedia torneio mundial de aviõezinhos de papel
  16h24 Curso de extensão aborda liderança e excelência profissional
  11h11 NEAD comemora 10 anos de atividades no próximo dia 25
  10h42 Curso debate Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação
  10h10 Primeira turma de História realiza encontro em Londrina
  11h14 UEL demonstra potencial acadêmico na Expolondrina
  15h27 OSUEL apresenta Concerto de Páscoa
  13h16 UEL faz balanço positivo da participação na ExpoLondrina
  11h07 Abertas inscrições para Encontro Paranaense de Astronomia
  11h22 Prorh oferece curso de Humanização no atendimento
  11h12 Pró-reitores discutem melhorias para a graduação
  10h32 Especialização realiza encontro de Neurociências, em junho
  11h18 Aberto edital para contratação de professores
  16h56 Convênio entre UEL e Rede Municipal possibilita acesso gratuito a e-books da Eduel
  15h22 SETI e pesquisadores debatem conteúdo da nova Lei de Inovação
  11h26 Combate à dengue é tema de unidade na Via Rural
  09h59 Pesquisa reconhece produção científica da UEL
  09h35 Espetáculo de palhaço é atração na Casa de Cultura
D
DESTAQUES ::.

Sua conexão é segura?

Quem vê casa, vê coração

As religiões estão na pauta

Jornal Notícia - 1392
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br