Agência UEL de Notícias
    Londrina, Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
08/04/2019  

Núcleo estuda Schopenhauer e Nietzsche

José de Arimathéia

Arthur Schopenhauer (1788-1860) e Friedrich Nietzsche (1844-1900) são filósofos que têm muito a dizer às sociedades atuais, mas devem ser lidos e conhecidos pelo conjunto de suas ideias. Afinal, como lembra o professor José Fernandes Weber (Departamento de Filosofia), "não existe apropriação ligeira da Filosofia. Isso não é Filosofia".

Weber coordena o Núcleo de Pesquisa Schopenhauer-Nietzsche da UEL, que oficialmente existe desde o ano passado, mas é resultado de uma trajetória bem mais longa de uma série de atividades acadêmicas, como Iniciação Científica, bancas de avaliação e encontros, impulsionado com a criação do Programa de Pós-graduação em Filosofia - em 2018, foi aprovada a abertura de Doutorado em Filosofia.                       
      
Encontros mensais reúnem mestrandos, doutorandos, professores e graduandos que mergulham no pensamento de dois importantes filósofos
            

O objetivo do Núcleo, vinculado ao Programa, é reunir estudantes, professores e pesquisadores dos dois filósofos. A principal atividade do Núcleo é uma série de encontros mensais que iniciam com palestra, seguida pela fala do debatedor e depois um debate aberto a todos os participantes. Os palestrantes e debatedores são mestrandos, doutorandos e docentes do Programa. Os textos-base são enviados antecipadamente aos participantes por e-mail, incluindo roteiro, indicação dos temas/problemas, referência bibliográfica e/ou artigo.

Schopenhauer e Nietzsche

No Departamento, dois professores estudam os filósofos, mais de 10 dissertações já foram defendidas, outras 5 estão em andamento, 4 alunos que ingressaram no Programa esse ano também vão se aprofundar nos dois pensadores.

O professor Weber lembra que muitos professores de Filosofia e pós-graduandos de outras instituições passaram pela UEL e ajudam a divulgar o pensamento dos dois filósofos. Com isso, o Paraná passou a se destacar como estado com pesquisa forte e solidificada em torno de Schopenhauer e Nietzsche.

INTERESSE

Segundo o professor Weber, parte do interesse por Schopenhauer e Nietzsche se deve às boas traduções dos textos dos dois filósofos, sobretudo de 15 anos para cá. As disciplinas e projetos que abordam os pensadores também estimulam mas, para o docente, isto tudo é menor diante do que os filósofos têm a dizer.

"Para começar, eles escrevem bem, a ponto de terem sido considerados o ponto alto da prosa alemã do século XIX", afirma Weber. Além disso, inovaram na própria maneira de pensar o humano, não mais pela racionalidade - que não dá mais conta de explicar, já que ele também pode ser irracional - mas aspectos mais profundos, chegando aos conceitos de "vontade" e "poder", este entendido como o modo próprio de ser de tudo o que vive, ou seja, todo ser vivo existe para aumentar seu poder. Assim, os filósofos introduziram o lado "demoníaco" do ser humano, não iluminado pela razão, natural a ele e portanto "sem remédio".

Esse apelo existencial, somado ao literário (estilístico), tornaram os dois filósofos atraentes, pois continuam encontrando eco nas sociedades contemporâneas. "A Filosofia não é distante da vida", lembra Weber. Para ele, fazer Filosofia é ir ao fundo de si mesmo. O perigo, hoje, é a apropriação descontextualizada do pensamentos dos filósofos. Daí porque o professor é muito enfático: "A apropriação de um filósofo como produto fala tudo da sociedade de consumo, não do pensamento deste filósofo". Isto é fácil de constatar quando se observa o uso de frases, inclusive de Schopenhauer e Nietzsche, fora de contexto, em redes sociais. Para o professor, é imprescindível ler os filósofos, respeitar a tradição, porque muitas vezes uma ideia que parece nova, na verdade já foi concebida e discutida há séculos. "Não existe Filosofia sem a leitura de textos filosóficos", completou.

"Os dois filósofos são considerados o ponto alto da prosa alemã do século XIX", afirma o professor José Fernandes Weber

ATIVIDADES DO PROJETO

Os encontros mensais ocorrem sempre aos sábados de manhã, totalizam 40 horas e certificam os participantes. O primeiro foi no final de março. Os próximos serão em 27 de abril, 25 de maio, 15 de junho, 13 de julho, 31 de agosto, 28 de setembro, 26 de outubro, 9 e 30 de novembro. Os temas abordados incluem moral, liberdade, tempo, virtude, morte, Direito e política, entre outros. A ideia é aprofundar o estudo do pensamento de Schopenhauer e Nietzsche, de maneira geral, ao mesmo tempo em que todos os participantes trocam os conhecimentos adquiridos em suas pesquisas.


rodapé da notícia

  11h25 Inovatec.CCE promove inovação na área de negócio e serviços
  09h28 Renovação de matrícula para 11 cursos de graduação
  09h16 Ranking Internacional classifica UEL entre as 39 melhores da América Latina
  09h11 Curso para servidores ensina Ferramentas Google para Escritório
  08h17 Laboratório de Performance apresenta concerto de piano e sax
  08h07 Proppg divulga nova etapa de seleção para bolsas de Iniciação Científica
  15h38 Estudantes de Artes Visuais realizam exposição sobre Arte Barroca
  16h13 Projeto Seda Brasil representa UEL na Expo Japão 2019
  14h18 Maioria de trabalhos selecionados em Mostra de Pesquisas é da UEL
  17h10 35ª Semana de Geografia: inscrições abertas
  08h09 Jornada debate impactos de intercâmbio entre Brasil e Argentina
  10h43 UEL recebe disputas de modalidades dos Jogos Paradesportivos do PR
  09h23 Grupo de Astronomia abre 16º Encontro Paranaense de Astronomia
  08h38 Superintendente divulga carta aberta sobre a Lei Geral das Universidades
  08h39 Reitoria divulga nova data de debate sobre Lei Geral das Universidades
  16h58 Estudantes participam de aula prática em canteiro de hortaliças
  16h00 Professora da UEL recebe prêmio nacional por pesquisa sobre jovens e o tráfico de drogas
  15h47 Pesquisas da UEL são selecionadas pelo Programa Sinapse da Inovação
  10h46 Motus/UEL abre inscrições da Colônia de Férias
  11h55 8ª edição das Feira das Profissões vai receber 15.184 alunos
  10h20 ATI adota novo sistema de solicitação de serviço: Sistema Atendimento
  09h30 Curso de Excel 2016 está com inscrições abertas até 25 de junho
  09h22 Aberta renovação de matrícula para 11 cursos de graduação
  14h45 UEL FM apresenta coluna sobre Bioética, às quintas-feiras
  10h58 Último dia de agendamento de escolas para 8ª Feira das Profissões
  08h31 Professora tem pesquisa de pós-doutorado reconhecida em nível nacional
  09h54 CAPES divulga editais e seleciona 65 projetos para França e Alemanha
  09h16 Prorrogado prazo para submissão de trabalhos
  09h33 UEL promove 3º TED Talks nas Línguas Estrangeiras, dia 18
  17h29 Alunos da Educação Infantil encerram semestre com apresentações
  17h07 Inscrições abertas até dia 12 de agosto
  15h48 Prograd divulga renovação de matrícula para 11 cursos de graduação
  11h26 Reitores discutem DREM e RPVs com relator do orçamento da ALEP
  10h45 Museu Histórico de Londrina é espaço de guarda e preservação da história e memória
  09h53 Seminário debate reforma da previdência e direitos das mulheres
  11h25 Professor irlandês abre Simpósio Mercados de Proteção e Governança da Segurança
  11h37 Departamento divulga inscrições da Semana de Geografia e Simpósio Nacional
D
DESTAQUES ::.

Projeto de comunicação popular cria plataformas digi

Professor argentino vem a Londrina falar da Medicina

Pesquisadores elaboram método para identificar fake

Jornal Notícia - 1.395
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br