Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 20 de Abril de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
08/04/2019  

Núcleo estuda Schopenhauer e Nietzsche

José de Arimathéia

Arthur Schopenhauer (1788-1860) e Friedrich Nietzsche (1844-1900) são filósofos que têm muito a dizer às sociedades atuais, mas devem ser lidos e conhecidos pelo conjunto de suas ideias. Afinal, como lembra o professor José Fernandes Weber (Departamento de Filosofia), "não existe apropriação ligeira da Filosofia. Isso não é Filosofia".

Weber coordena o Núcleo de Pesquisa Schopenhauer-Nietzsche da UEL, que oficialmente existe desde o ano passado, mas é resultado de uma trajetória bem mais longa de uma série de atividades acadêmicas, como Iniciação Científica, bancas de avaliação e encontros, impulsionado com a criação do Programa de Pós-graduação em Filosofia - em 2018, foi aprovada a abertura de Doutorado em Filosofia.                       
      
Encontros mensais reúnem mestrandos, doutorandos, professores e graduandos que mergulham no pensamento de dois importantes filósofos
            

O objetivo do Núcleo, vinculado ao Programa, é reunir estudantes, professores e pesquisadores dos dois filósofos. A principal atividade do Núcleo é uma série de encontros mensais que iniciam com palestra, seguida pela fala do debatedor e depois um debate aberto a todos os participantes. Os palestrantes e debatedores são mestrandos, doutorandos e docentes do Programa. Os textos-base são enviados antecipadamente aos participantes por e-mail, incluindo roteiro, indicação dos temas/problemas, referência bibliográfica e/ou artigo.

Schopenhauer e Nietzsche

No Departamento, dois professores estudam os filósofos, mais de 10 dissertações já foram defendidas, outras 5 estão em andamento, 4 alunos que ingressaram no Programa esse ano também vão se aprofundar nos dois pensadores.

O professor Weber lembra que muitos professores de Filosofia e pós-graduandos de outras instituições passaram pela UEL e ajudam a divulgar o pensamento dos dois filósofos. Com isso, o Paraná passou a se destacar como estado com pesquisa forte e solidificada em torno de Schopenhauer e Nietzsche.

INTERESSE

Segundo o professor Weber, parte do interesse por Schopenhauer e Nietzsche se deve às boas traduções dos textos dos dois filósofos, sobretudo de 15 anos para cá. As disciplinas e projetos que abordam os pensadores também estimulam mas, para o docente, isto tudo é menor diante do que os filósofos têm a dizer.

"Para começar, eles escrevem bem, a ponto de terem sido considerados o ponto alto da prosa alemã do século XIX", afirma Weber. Além disso, inovaram na própria maneira de pensar o humano, não mais pela racionalidade - que não dá mais conta de explicar, já que ele também pode ser irracional - mas aspectos mais profundos, chegando aos conceitos de "vontade" e "poder", este entendido como o modo próprio de ser de tudo o que vive, ou seja, todo ser vivo existe para aumentar seu poder. Assim, os filósofos introduziram o lado "demoníaco" do ser humano, não iluminado pela razão, natural a ele e portanto "sem remédio".

Esse apelo existencial, somado ao literário (estilístico), tornaram os dois filósofos atraentes, pois continuam encontrando eco nas sociedades contemporâneas. "A Filosofia não é distante da vida", lembra Weber. Para ele, fazer Filosofia é ir ao fundo de si mesmo. O perigo, hoje, é a apropriação descontextualizada do pensamentos dos filósofos. Daí porque o professor é muito enfático: "A apropriação de um filósofo como produto fala tudo da sociedade de consumo, não do pensamento deste filósofo". Isto é fácil de constatar quando se observa o uso de frases, inclusive de Schopenhauer e Nietzsche, fora de contexto, em redes sociais. Para o professor, é imprescindível ler os filósofos, respeitar a tradição, porque muitas vezes uma ideia que parece nova, na verdade já foi concebida e discutida há séculos. "Não existe Filosofia sem a leitura de textos filosóficos", completou.

"Os dois filósofos são considerados o ponto alto da prosa alemã do século XIX", afirma o professor José Fernandes Weber

ATIVIDADES DO PROJETO

Os encontros mensais ocorrem sempre aos sábados de manhã, totalizam 40 horas e certificam os participantes. O primeiro foi no final de março. Os próximos serão em 27 de abril, 25 de maio, 15 de junho, 13 de julho, 31 de agosto, 28 de setembro, 26 de outubro, 9 e 30 de novembro. Os temas abordados incluem moral, liberdade, tempo, virtude, morte, Direito e política, entre outros. A ideia é aprofundar o estudo do pensamento de Schopenhauer e Nietzsche, de maneira geral, ao mesmo tempo em que todos os participantes trocam os conhecimentos adquiridos em suas pesquisas.


rodapé da notícia

  17h51 UEL retoma atividades na próxima segunda-feira
  14h46 Museu Histórico terá mostra Múltiplo Leminski durante o feriado
  14h41 Sua conexão é segura?
  10h47 Duo Jacarandá se apresenta no CECA, no próxima quarta
  10h25 Professor da USP faz palestra sobre tecnologia e construção civil
  10h42 Abertas inscrições para prêmio de C&T do Paraná
  14h13 Idioma Sem Fronteiras oferece novas oportunidades
  14h47 Cine Com Tour/UEL exibe romance argentino
  15h17 Quem vê casa, vê coração
  15h39 As religiões estão na pauta
  16h24 Pós-graduação em Sociologia promove palestra sobre Nova Vigilância
  10h47 Projeto mistura reflexão filosófica com música instrumental
  15h55 Feirinha da Cidadania será nesta quinta, no Calçadão
  16h47 EDUEL oferece descontos para compras esta semana
  11h19 Convênio amplia projeto Atletismo Londrina
  20h43 UEL sedia torneio mundial de aviõezinhos de papel
  16h24 Curso de extensão aborda liderança e excelência profissional
  11h11 NEAD comemora 10 anos de atividades no próximo dia 25
  10h42 Curso debate Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação
  10h10 Primeira turma de História realiza encontro em Londrina
  11h14 UEL demonstra potencial acadêmico na Expolondrina
  15h27 OSUEL apresenta Concerto de Páscoa
  13h16 UEL faz balanço positivo da participação na ExpoLondrina
  11h07 Abertas inscrições para Encontro Paranaense de Astronomia
  11h22 Prorh oferece curso de Humanização no atendimento
  11h12 Pró-reitores discutem melhorias para a graduação
  10h32 Especialização realiza encontro de Neurociências, em junho
  11h18 Aberto edital para contratação de professores
  16h56 Convênio entre UEL e Rede Municipal possibilita acesso gratuito a e-books da Eduel
  15h22 SETI e pesquisadores debatem conteúdo da nova Lei de Inovação
  11h26 Combate à dengue é tema de unidade na Via Rural
  09h59 Pesquisa reconhece produção científica da UEL
  09h35 Espetáculo de palhaço é atração na Casa de Cultura
D
DESTAQUES ::.

Sua conexão é segura?

Quem vê casa, vê coração

As religiões estão na pauta

Jornal Notícia - 1392
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br