Agência UEL de Notícias
    Londrina, Domingo, 17 de Fevereiro de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
28/11/2018  

Projeto Salas Verdes inicia na UEL

Bia Botelho

Para os professores envolvidos, o conhecimento acadêmico é transferido para diferentes instâncias da sociedade. Por isso, a Universidade tem o importante papel de levar a temática para a sociedade

Iniciativa une ensino, pesquisa e extensão para promover educação ambiental através de uma série de atividades a serem desenvolvidas em diferentes espaços da cidade

Com o objetivo de promover a educação ambiental e realizar ações sustentáveis na cidade, o "Projeto Sala Verde Sibipiruna: Extensão, Pesquisa e Educação Ambiental" teve início neste segundo semestre na UEL. O Projeto Político-Pedagógico Sala Verde Sibipiruna (SVS) foi inscrito e aprovado no processo de seleção do Projeto Salas Verdes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), em convocatória ao Edital N. 01/2017.

A coordenadora Patrícia de Oliveira Rosa da Silva, professora do Departamento de Biologia Geral, conta que não se trata de uma sala física específica, mas de uma série de atividades a serem desenvolvidas em espaços da Universidade, da cidade e também em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Ela explica ainda que o projeto pode se deslocar a outras realidades e focar nas questões ambientais do entorno.

O projeto Salas Verdes foi instituído no ano 2000 para atender às demandas de inúmeras instituições que buscavam no MMA publicações para subsidiar ações de Educação Ambiental. Segundo Patrícia, podem fazer parte do projeto secretarias municipais, estaduais e federais, escolas de Educação Infantil, Básica ou Superior, além de organizações não-governamentais e sociedade civil organizada. Ela conta que, em Londrina, há três salas verdes.

Como cada uma tem liberdade para definir suas ações, Patrícia explica que o projeto na UEL atuará em seis frentes. A primeira delas, chamada de E-sala, tem como objetivo difundir eventos, editais e cursos à distância na temática de Meio Ambiente e Educação Ambiental, promovidos pelo Ministério, por e-mail e meios de comunicação via Internet. Os cursos estão disponíveis no site: http://ead.mma.gov.br/.

Outras duas ações têm como foco a extensão. Uma é a Capacitação, para formar professores da Educação Básica na vertente da Educação Ambiental. A outra é a Juventude, que possui o intuito de aproximar a Universidade das Escolas e realizar atividades tanto na UEL como no espaço próximo a elas. Já está firmada uma parceria com o Colégio Estadual do Patrimônio Regina para iniciar o projeto. A ação ainda prevê a realização de mostras de cinema, como o Circuito Tela Verde do MMA, em que filmes de produção audiovisual independente são apresentados a estudantes do Ensino Fundamental II, Ensino Médio e comunidade interessada. Os vídeos são curtos e provocam discussão e reflexão sobre temas socioambientais.

Há também a frente de Ambien-talização, com foco na recriação e a difusão de práticas socioambientais, como por exemplo, a criação do Jardim de Samambaias no Centro de Ciências Biológicas, que poderá ser feito por graduandos da UEL e demais interessados no projeto.

Outra ação é a Investigação, com a formação e o desenvolvimento de pesquisas sobre a presença da Educação Ambiental nos cursos presenciais de graduação da UEL, por meio da realização da pesquisa documental.

Os encontros para debate e discussão de temas são realizados todas as sextas-feiras à tarde, no CCB. Os alunos também vão atuar em outra frente, denominada Sarau, que promoverá a interação do curso de Ciências Biológicas com as comunidades interna e externa à UEL em um sarau socioambiental, a ser realizado no final deste ano.

PROJETO NA UEL

Além de Patrícia de Oliveira Rosa da Silva, a SVS conta com a participação dos docentes Nilza Maria Diniz e Vera Lúcia Bahl de Oliveira, do Departamento de Biologia Geral; Weliton José da Silva, do Departamento de Biologia Animal e Vegetal; e Lilian Mara Aligleri, do Departamento de Administração.

Segundo o professor Weliton, o projeto apresenta um enfoque além de uma abordagem simplista de temas, como o plantio de espécies e evitar o corte de árvores. Para ele, a proposta é "levar as pessoas a terem um olhar diferente para o ambiente do entorno, um olhar que as façam perceber e reconhecer o ambiente em que estão inseridos". Ele defende que, da mesma forma como a Natureza fica despercebida, o lixo e a poluição também ficam. Por isso, afirma que é preciso "tornar o invisível, visível", dando atenção ao ambiente que está próximo a cada um.

Para os professores, o projeto da UEL tem um perfil diferente das outras Salas Verdes da cidade. Eles afirmam que, partindo da universidade, o conhecimento acadêmico é transferido para diferentes instâncias da sociedade. Por isso, ela tem o importante papel de levar a temática para a sociedade, inclusive para patrimônios e distritos da região metropolitana, e de tornar mais incisiva a questão ambiental.

Há também uma grande responsabilidade acadêmica, segundo Vera Lúcia: "Nossos estudantes, desde o 1º ano do curso, recebem a formação sobre educação ambiental. Eles já têm bagagem para falar de diversos temas. Isso é importante para eles também enquanto formadores, que vão para outras cidades e sociedades e disseminam o conhecimento", afirma.

O objetivo no próximo ano, de acordo com a coordenadora Patrícia, é atuar junto à formação docente para capacitar professores de modo a envolver uma leitura real do entorno e constituir atitudes sustentáveis na própria escola.

IDENTIDADE VISUAL

Segundo Patrícia, o nome escolhido para a Sala Verde da UEL é Sibipiruna, por esta ser uma árvore nativa da Mata Atlântica, muito presente na região norte do Paraná e, inclusive, na UEL.

A identidade visual da SVS é caracterizada por uma mandala - representação geométrica da dinâmica relação entre o homem e o cosmo. Cada uma das seis ações do projeto citadas anteriormente é representada por uma mandala, que, em conjunto, formam a marca Sala Verde Sibipiruna. O projeto foi criado pelo estudante do curso de Design Gráfico da UEL, Matheus Pereira França.

Outras matérias da Edição 1386 do Jornal Notícia




rodapé da notícia

  17h06 Emergência e Medicina Intensiva de Pequenos Animais
  17h00 Programa Paraná Fala idioma: Curso de Francês Básico
  16h53 Abertas inscrições para Programa de Pesquisas em Saneamento Ambiental
  14h44 79ª edição do Ciclo de Física Nuclear Aplicada começa dia 27
  10h52 Proppg divulga resultado do Programa de Bolsas de Pós-doutorado
  09h32 Terminam dia 19 as inscrições para seleção do Curso Especial Pré-Vestibular
  08h47 Seti prorroga prazo de execução do programa Universidade Sem Fronteiras
  15h02 Pós-graduação: Últimos dias de inscrições para cursos de especialização
  10h50 Pró-reitoria divulga chamada de apoio a eventos científicos
  10h41 Boitatá é primeiro periódico exclusivo das áreas de oralidade e literatura
  10h03 UEL investe na pesquisa e produção de materiais 100% biodegradáveis
  09h52 Abertas inscrições do programa CAPES e Comissão Fulbright de bolsas de doutorado
  10h29 Laboratório de Línguas oferta opções de cursos de idiomas, inclusive Latim e Grego
  17h06 Cartão Transporte: Aberto agendamento para renovação e novos cadastros
  09h14 Cine Com-Tour/UEL destina ingressos de cinema para os novos alunos
  14h22 Professor integra comissão do Congresso Luso-Brasileiro de Horticultura
  09h14 Voz do Silêncio em cartaz no Cine Com-Tour/UEL
  10h41 Abertas inscrições do curso Língua e Cultura Japonesa 2019
  09h35 Programa Paraná Fala idiomas divulga curso de francês básico
  09h36 UEL e Prefeitura de Londrina ofertam curso de formação para professores
  17h08 Palestra no EAAJ tem como tema inovações do direito da família
  15h21 Edital da Capes detalha programa Professor Visitante no exterior
  10h43 Departamento de Computação do CCE oferta curso de Excel 2016
  09h07 UEL integra comissão organizadora do Simpósio de Controle Biológico
  17h02 Emergência e medicina intensiva de pequenos animais são temas de Simpósio
  16h41 Professora representa UEL em evento internacional sobre ensino de Inglês
  14h36 Núcleo abre inscrições do curso de Língua e Cultura Japonesa
  15h31 Departamento promove em agosto Simpósio Nacional de História Militar
  09h29 SETI divulga edição 2019 do Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia
  09h43 Cops disponibiliza dia 11 de março 5ª convocação do Vestibular
  15h12 Curso Escrita científica e apresentação oral em eventos
D
DESTAQUES ::.

Livros para ler, pensar e viver

Proteção social como estratégia de resistência

Revista da Ciência da Informação é destaque nacional

Projeto de pesquisa: A família não é mais como antig
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br