Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sexta-Feira, 20 de Julho de 2018 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
12/07/2018  

LABRE pesquisa restauração ecológica há 20 anos

Agência UEL/ Larissa Piauí

Setor monitora a dinâmica de longo prazo em fragmentos florestais

É fato que as transformações da Mata Atlântica, resultado das mudanças climáticas e ações do homem, lançam dúvidas sobre a dinâmica de longo prazo dos fragmentos remanescentes e das áreas em restauração. Diante deste cenário os estudos desenvolvidos no Laboratório de Biodiversidade e Restauração de Ecossistemas (LABRE) da UEL conquistam importante espaço no meio científico, pois desenvolve inúmeras pesquisas ligadas à restauração de ecossistemas brasileiros. 

O Labre, que acumula quase 20 anos de existência, é do Departamento de Biologia Animal e Vegetal (BAV), do Centro de Ciências Biológicas (CCB), tendo como responsável o professor José Marcelo Domingues Torezan, do BAV. O setor monitora a dinâmica de longo prazo nos fragmentos florestais, além da evolução dos reflorestamentos, integrando os resultados num conjunto único de informações sobre a paisagem regional. Vale ressaltar que o Labre ainda desenvolve pesquisa, extensão e capacitação para formação de recursos humanos que atuam diretamente com a restauração ecológica.

O conceito de restauração está relacionado à atividade prática de restabelecer sistemas que foram degradados, sendo que a contrapartida envolve, por parte da ciência, avanços na área de ecologia da restauração. Sem dúvida, uma parte complementa a outra. "Inicialmente fazíamos muita extensão, recuperando lugares que foram degradados ao redor de Londrina. E hoje atuamos mais com pesquisa, nesses mesmos espaços que foram restaurados", explica Torezan.

José Marcelo avalia que as áreas recuperadas por meio das práticas extensionistas, como aquelas que têm espécies nativas da Mata Atlântica, presente no Norte do Paraná, atualmente são um "laboratório de pesquisa natural". Desse modo, como salienta o professor José Marcelo, as ações e atividades do Labre reforçam a pesquisa ecológica de longo prazo no país. "Agora a nossa principal atividade é monitorar as áreas de restauração e prever a trajetória de recuperação dela. Assim, integrando uma cadeia nacional de restauração coordenada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico", acrescenta o pesquisador.

"Dentro da Universidade somos conhecidos pela pesquisa por interagir com vários outros laboratórios, no entanto fora daqui somos mais reconhecidos pela extensão. Porque, já atuamos em parceria inclusive com a FUNAI, ajudamos moradores de terras indígenas e assentamentos agrários, prestamos serviço para empresas de açúcar e álcool, hidrelétricas. Todas essas áreas a gente tem algum contato por dar assistência técnica", avalia Torezan, demonstrando a abrangência da atuação do LABRE em todo estado do Paraná e no Brasil.

Labre desenvolve inúmeras pesquisas acerca da restauração de ecossistemas brasileiros

Os alunos de graduação e pós-graduação do curso de Ciências Biológicas são os mais beneficiados pela infraestrutura do LABRE. Além de aulas, os alunos da UEL encontram no Laboratório oportunidade de atuação na iniciação científica, bem como a realização de monografias, dissertações e teses. Hoje, o setor recebe 15 alunos.

MANP - Atualmente, o maior projeto do LABRE é o "Mata Atlântica do Norte do Paraná (MANP)". O Manp tem como objetivo restaurar áreas sítios degradados. Conforme informa a bióloga Alba Lúcia Cavalheiro, o foco é monitorar a longo prazo o comportamento de variáveis estruturais e funcionais dos ecossistemas. O objetivo, segundo ela, é melhorar o conhecimento ecológico disponível sobre os padrões e processos vigentes nas paisagens atuais e em escalas de tempo maiores, além de subsidiar em tempo real e de forma adaptativa, o manejo das áreas remanescentes e em recuperação. Alba resume que a pesquisa ecológica de longa duração consiste em um conjunto de amostras distribuídas em fragmentos florestais e sítios de restauração ecológica na região de Londrina.

Professor José Marcelo Domingues Torezan, do BAV
 

Parcerias - O LABRE também colabora por meio de parcerias no processo de coleta e análise de dados para monitorar o impacto sobre ambientes terrestres de usinas hidroelétricas e indústrias de açúcar e álcool. A obtenção de dados detalhados sobre fauna e flora, utiliza um amplo leque de técnicas, seguindo critérios eficientes de monitoramento, o que facilita o planejamento de processos de licenciamento ou a concepção e execução de planos básicos ambientais.

"A gente entrega a informação de monitoramento para as empresas fazerem o relatório que precisam apresentar no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Pra eles é um documento necessário de monitoramento de restauração ecológica e para a gente é uma forma de custear demais serviços que não possuem fonte de financiamento próprio para serem atendidas, como áreas de reforma agrária e terras indígenas", completa Torezan.

Equipe - O funcionamento do Laboratório conta com o apoio da bióloga Alba Lúcia Cavalheiro e os auxiliares operacionais Norival Soares do Cabo, Odair do Carmo Pavão e Osmar de Matos Teixeira.


rodapé da notícia

  09h16 Labted oferta curso sobre comunicação didática em concurso público
  08h48 Ato Executivo disciplina eleições na Fazenda Escola
  15h04 Professora de Universidade portuguesa faz palestra na UEL
  14h44 Encontro sobre Comunicação e Cidade tem novo prazo de inscrições
  18h07 UEL participa de abertura de Encontro Nacional de Sericultura posssui-foto
  10h52 FIML tem lançamento de CD e Roda de Choro nesta quinta-feira (19)
  10h33 Ex-aluno participa de curso sobre empreendedorismo nos EUA
  10h10 Projeto debate obra exigida no Vestibular 2019
  18h09 Ranking destaca qualidade da UEL na América Latina
  17h29 Estudantes do PET de Física se mobilizam para doação de sangue
  16h33 Laboratório abre turma de inglês para crianças posssui-foto
  15h51 APIESP se posiciona sobre vetos à lei que regulamenta o TIDE
  15h59 Jornada de Contábeis registra 380 participantes
  11h52 Programas de Pós-graduação abrem inscrições
  17h01 Ocupação Flores do Campo é tema de monografia
  11h09 Cine Com-Tour/UEL exibe Os Belos Dias de Aranjuez posssui-foto
  11h18 Projeto utiliza Cinema para discussões sobre Direito
  11h48 Laboratório de Genética realiza serviço pioneiro na região posssui-foto
  11h29 Jornal Notícia - 1379
  10h28 Família Lima e recital de violão são atrações do Festival de Música
  10h18 Kabengele Munanga ministra palestra sobre intolerância religiosa
  11h20 UEL faz teste seletivo para contratação de professores posssui-foto
  11h53 Núcleo realiza análises com mexilhão-dourado
  18h00 Simpósio de Educação em Astronomia começa terça-feira (24)
  16h26 Projeto "Seda - o fio que transforma" representa UEL em encontros
  10h46 Centro Acadêmico promove Semana de Farmácia
  17h30 OSUEL abre série de concertos e apresentações do FIML
  14h37 Congresso Paranaense de Saúde Pública começa nesta quarta-feira (18)
  14h34 Laboratório do CCA desenvolve pesquisas com solos posssui-foto
  11h40 Semana Acadêmica de Zootecnia discute em setembro produção animal
  11h09 Ex-aluna da UEL lança livro com 38 crônicas
  10h04 Professor da UFV ministra curso sobre Seleção Genômica
  09h35 Eleição escolhe dirigentes de Órgãos Suplementares e unidades da UEL
  08h21 Show com Ângela Maria e Simone Mazzer é atração do FIML
  15h43 Laboratório divulga reta final de inscrições para teste de nivelamento
  16h00 Jornada e Seminário do CEMAD destacam saberes e práticas da docência
  14h37 Reitoria esclarece comunidade sobre alterações na Lei do TIDE posssui-foto
  17h16 Grupo sobre Educação Básica é direcionado a profissionais e estudantes
  17h45 Revista Semina "Ciências Sociais e Humanas" tem novo volume
  11h26 Programa de Bolsas Ibero-Americanas abre inscrições posssui-foto
  10h48 GEDAL e Museu de C&T promovem observação astronômica
  10h31 Inscrições do Vestibular 2019 começam em 3 de agosto
D
DESTAQUES ::.

Programas de Pós-graduação abrem inscrições

Projeto utiliza Cinema para discussões sobre Direito

Jornal Notícia - 1379

Núcleo realiza análises com mexilhão-dourado
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br