Agência UEL de Notícias
    Londrina, Domingo, 20 de Maio de 2018 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
08/02/2018  

Método identifica níveis de amadurecimento do mamão posssui-foto

Agência UEL

Pesquisa resultado da parceria entre a UEL e a Universidade de Campinas (UNICAMP), que contou apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), investe na criação de método automatizado para identificar frutos em diferentes estágios - maduros perto do amadurecimento ou ainda verdes. Na UEL, o trabalho foi coordenado pelo professor Sylvio Barbon, do Departamento de Computação, do Centro de Ciências Exatas (CCE). 

O fruto escolhido para teste foi o mamão. O senso comum diz que um mamão papaia está maduro quando apresenta a casca amarela, enquanto a casca verde identifica aquele ainda distante da devida maturação. Em muitos casos isso é o correto, mas há exceções. O professor Sylvio explica que o sensor portátil serve para iluminar e analisar os frutos no mamoeiro, sendo que o dispositivo emite um sinal luminoso que reflete na casca dos frutos e é captado quando retorna, tendo sua informação espectral colhida.

Conforme explicam os pesquisadores, o dispositivo emite um sinal luminoso para colher toda informação espectral. Segundo eles, o espectro eletromagnético é composto por todas as formas de radiação eletromagnética, que podem ser extremamente energéticas e perigosas - como os raios gama e os raios X - ou inofensivas, como as ondas de rádio, de TV e do celular.

A luz visível, aquela que os olhos foram adaptados a reconhecer, ocupa uma pequena faixa do espectro eletromagnético. Os raios infravermelhos ocupam uma faixa espectral invisível para os humanos, mas visível para muitos animais, como diversas espécies de aves. Para os pesquisadores da UEL e Unicamp, essas informações podem ser utilizadas de forma complementar aos dados das imagens digitais, melhorando ainda mais a precisão do método.

O estudo foi realizado a partir de amostras de papaia compradas em supermercados da cidade de Campinas (SP). Os exemplares foram medidos, pesados e a cor da casca foi determinada a partir do uso de um colorímetro. Também foram analisadas propriedades físico-químicas, tais como pH, quantidade de sólidos solúveis, total de carotenoides (pigmentos) e conteúdo de ácido ascórbico.

A partir desse conjunto de dados, ainda segundo os pesquisadores, toda amostra foi classificada em três estágios de maturação, de acordo com a firmeza da polpa. A aferição foi feita com o uso de um aparelho chamado texturômetro, que fornece resultados em uma escala de valores de força "N". "Nessa etapa do processo entra a inteligência artificial, com o desenvolvimento do algoritmo pra a identificação que agiliza o processo e o torna mais eficiente", esclarece o professor Sylvio Barbon.

De acordo com os resultados da pesquisa, os frutos com polpa mais firme foram classificados no grupo MS1 (maior que 33 N). Os frutos com firmeza de polpa menor intermediária (entre 33 N e 20 N) foram colocados no grupo MS2. E os frutos com firmeza de polpa menor do que 20 N, ou seja, macios e em condições de consumo, ficaram no grupo MS3. Os resultados do trabalho foram publicados na edição de fevereiro da revista Computers and Electronics in Agriculture.

Duas imagens coloridas foram registradas de cada fruto, uma para cada lado. As imagens foram tratadas digitalmente, de modo a separar o registro original em três canais de cor (vermelho, verde e azul) e também em termos de tonalidade, saturação, claridade e outros detalhes.

Artigo - O artigo, publicado em conjunto pelos pesquisadores da UEL e Unicamp, Luiz Fernando Santos Pereira, Sylvio Barbon, Nektarios Valous e Douglas Fernandes Barbin, é intitulado Predicting the ripening of papaya fruit with digital imaging and random forests, disponível no endereço www.sciencedirect.com/science/article/pii/S016816991731030X#!.

(Com informações da FAPESP).



É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.

As Sinopses apresentadas têm como referência as edições digitais dos jornais citados disponíveis no dia.


  17h11 Seminário reúne integrantes da Comissão Nacional de Ética
  16h47 UEL integra organização da Conferência de Restauração Ecológica
  17h41 CD do Trio Mambembe neste sábado (19) na UEL FM
  16h56 Departamento oferta cursos de guarani e kaingang
  15h45 Curso da Aintec investe na proteção do conhecimento para empresas
  15h20 Prédio do Laboratório de Genética Humana é inaugurado posssui-foto
  14h36 11ª edição do Bioética é aberta no CCB posssui-foto
  14h30 Professora da UEL faz palestra sobre o livro Vozes Anoitecidas
  11h48 Colação de grau especial forma profissional
  11h40 Departamento de Educação destaca os desafios no ensino da Geografia
  11h24 Encontro debate os temas territorialidades, organizações e resistência
  10h57 Décio Sperandio é novo secretário da SETI
  14h41 Eleição no HU escolhe nova diretoria posssui-foto
  17h54 Museu Histórico de Londrina recebe 2ª edição do Gato Nerd
  16h14 Laboratório de Estudos sobre Governança da Segurança lança portal
  16h11 Candidatos à direção do HU participam de debate no Campus
  15h34 Museu Histórico de Londrina abre Semana do Café posssui-foto
  09h45 Concerto marca aniversário de 70 anos do Spalla da OSUEL
  09h25 Capes reconhece teses nas áreas de saúde humana e bioética
  09h26 Prêmio CAPES de Tese 2018 posssui-foto
  09h10 Inscrições para Prêmio Paranaense de C&T terminam sexta-feira (18)
  08h58 Curso visa atendimento odontológico de bebês
  14h21 Música Criança apresenta
  16h05 UEL FM estreia programa sobre cultura e música francesas
  10h34 Seminário debate pesquisa Envolvendo Seres Humanos
  15h34 Departamento do CCA ganha Laboratório de Pós-Graduação posssui-foto
  14h35 Professor da UFSCar profere aula magna no CCH
  11h59 ARI divulga seleção de mobilidade internacional para cinco países
  11h29 Inteligência Emocional é tema de curso para servidores posssui-foto
  10h56 Portal do Estudante disponibiliza novos serviços
  10h41 Palestra discute parcerias acadêmicas com instituições da China
  09h19 Inscrições abertas para Prêmio CAPES de Tese 2018
  09h03 Jornal Notícia 1.376
  09h04 UEL e Universidade de Coimbra firmam projeto
  09h05 Minicérebros impulsionam pesquisas
  09h05 Pesquisa avalia nascentes da região
  16h25 Minicurso difunde lei que ampara ensino da cultura Afro
  16h07 Estudantes realizam Colônia de Férias em julho
  17h05 Acadêmicos de Agronomia discutem desafios da profissão posssui-foto
  14h37 Fórum debate política de permanência e direitos humanos
  09h58 Museu Histórico sedia Semana do Café
  13h33 UEL participa de jornada sobre os 100 anos da Reforma Universitária posssui-foto
  17h42 Grupos promovem mesa-redonda sobre diálogos interculturais
  17h45 Museu Histórico de Londrina integra 16ª Semana Nacional dos Museus
  14h39 Concerto "Deixa-me morrer" dia 18 no Ouro Verde posssui-foto
  14h29 Prograd divulga Seleção de bolsas de ensino
  11h36 Programa de Formação Complementar: Neurociências posssui-foto
  11h59 Alunos da Unoeste visitam Teatro Universitário Ouro Verde posssui-foto
  11h46 Abertas inscrições para cursos do Programa Idiomas sem Fronteiras
  10h02 Concerto comemora aniversário do Spalla da OSUEL posssui-foto
  14h12 Fórum Permanência Estudantil e Direitos Humanos começa hoje (14)
D
DESTAQUES ::.

Jornal Notícia 1.376

UEL e Universidade de Coimbra firmam projeto

Minicérebros impulsionam pesquisas

Pesquisa avalia nascentes da região
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com a Reitora
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br