Agência UEL de Notícias
    Londrina, Domingo, 08 de Dezembro de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
27/09/2019  

Pesquisa com realidade virtual é premiada em maior evento da área

José de Arimathéia

Professora Fernanda Saffaro e o orientando, Arthur Lucena: o simulador serve para exercitar a criatividade e a imaginação, com foco na experiência

Mestrando em Engenharia Civil desenvolve simulador para gestores de obras e ganha prêmio no mais importante evento do Brasil na área

O estudante Arthur Felipe Echs Lucena, mestrando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da UEL, ganhou o prêmio de melhor artigo na modalidade "Virtualização Inteligente" no 2º Simpósio Brasileiro de Tecnologia de Informação e Comunicação na Construção (SBTIC), o mais importante evento científico do Brasil na área, e realizado de 19 a 21 de agosto na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O trabalho foi para os Anais do Simpósio e foi convidado a publicar em uma revista.

Orientada pela professora Fernanda Aranha Saffaro (Departamento de Construção Civil), a pesquisa ainda não foi concluída. Arthur já qualificou a dissertação e a previsão de defesa é ainda este ano. Intitulado "Análise crítica dos avanços no uso de realidade virtual e estratégias baseadas no universo dos jogos para a gestão da segurança na construção civil", embora preliminar, o estudo é central no que se refere aos objetivos da pesquisa.

O mestrando explica que está desenvolvendo um simulador em realidade virtual, voltado para a capacitação de gestores da construção civil, com o objetivo de reduzir riscos durante as obras. O artigo premiado demonstrou um mapeamento de estudos anteriores e dificuldades, e apresentou a proposta do simulador em desenvolvimento.

Para Arthur, a principal novidade não está no jogo de realidade virtual em si, mas na abordagem a partir dele. "Não é apenas um instrumento para visualização da obra, é mais. É a ideia por trás dele", comenta. O pesquisador explica que a proposta é oferecer uma atualização do conhecimento, uma vez que muitos engenheiros não o fazem e, quando se capacitam, normalmente é por metodologias tradicionais (como palestras), mais passivas. Já com o simulador, é possível identificar riscos antes, prevê-los, preveni-los e evitá-los. Ao mesmo tempo, foca na gestão de competência, ou seja, no conhecimento do assunto, na habilidade de abstrair e aplicar o conhecimento, e na atitude (motivação) para aplicá-lo.

ACIDENTES

O conteúdo do jogo prevê tanto as referências das normativas relativas à construção e segurança, quanto relatos de experiências, a partir de dados do Ministério Público do Trabalho e de um documento de compilação de informações referentes a acidentes. A pesquisa bibliográfica reuniu relatos de acidentes desde 2005. Os mais comuns são queda em altura, soterramento e choque elétrico. Para se ter uma ideia, só entre 2011 e 2018 foram 100 mil casos notificados - mas se sabe que existe subnotificação, isto é, o número deve ser bem maior. Arthur aponta que o Brasil é o quarto país em número de acidentes e que a construção civil é a quarta atividade econômica que mais gera acidentes.

O jogo propõe desafios em cada fase - construir uma parede, por exemplo. Mas não é tão rígido a ponto de ter apenas um certo e um errado. "Um problema pode apresentar mais de uma solução e as experiências acumuladas podem demonstrar isso. Dessa forma, o jogo vai somar conhecimento e experiência", explica Arthur. Tudo numa ferramenta que permite que o usuário faça uma imersão e tenha uma experiência sensorial que maximize a interação.

Para a orientadora do estudo, o prêmio coroa uma pesquisa que trouxe avanços, porque o simulador vai bem além de um protocolo de orientação, que aliás também está embutido no jogo. "A realidade virtual é meio e não fim. Não é um jogo apenas para pontuar, mas para exercitar a criatividade e a imaginação, com foco na experiência", diz a professora Fernanda. Além disso, o simulador também poderá ser usado nos cursos de Engenharia, a fim de melhorar as aulas.

Até lá, a pesquisa continua sendo disseminada. Em outubro, Arthur e a professora Fernanda levam o trabalho para o Simpósio Brasileiro de Gestão e Economia da Construção (SIBRAGEC), que será realizado em Londrina e, nesta edição, em associação com sua versão ibero-americana, o Encuentro Latinoamericano de Gestión y Economia de la Construcción (ELAGEC), que trará ao Brasil pesquisadores e consultores da América Latina, Portugal e Espanha.  

Esta matéria foi publicada no Jornal Notícia nº 1.400. Confira a edição completa:




rodapé da notícia

  17h29 UEL sobe posição em ranking internacional de sustentabilidade
  17h29 Empresa Júnior promove Colônia de Férias a partir de segunda-feira (9)
  15h27 Universidade prorrogará contratos de 244 professores temporários
  11h43 Laboratório de Análise de Água amplia serviços e reforça atendimento à população
  10h21 Inscrições abertas: Curso de Psicologia Hospitalar 2020
  10h29 Escritório de Apoio ao Pesquisador prioriza auxílio técnico aos pesquisadores da UEL
  15h07 Pesquisador desenvolve insumo que controla pragas e melhora produção agrícola
  09h08 Museu Histórico de Londrina promove Bazar Solidário no sábado (7)
  08h26 Manutenção em rede suspende atendimento do Pronto Socorro odontológico, domingo (8)
  17h51 Projeto de Artes Cênicas aproxima UEL de comunidades rurais
  16h38 Museu Histórico inaugura exposição sobre memória indígena neste sábado
  16h35 UEL FM abre série especial sobre projetos desenvolvidos na Universidade
  15h38 Professora do CCH lança Bodas de Café e faz homenagem ao Proteu
  10h21 Inscrições para programa de mobilidade nacional terminam dia 16
  11h14 UEL conquista quatro destaques no 32º Prêmio de Ciência e Tecnologia da SETI
  09h17 Teatro Ouro Verde recebe apresentações da Escola Municipal de Dança
  08h11 Última edição da Feirinha da Cidadania é nesta quinta-feira (5), na Reitoria
  17h23 Universidade divulga edital com oportunidades para recém-formados
  16h32 UEL é sede do 2º Encontro Nacional sobre Ensino de Jovens e Adultos
  17h07 Exposição resgata e preserva memória dos povos indígenas de Londrina e região
  14h41 UEL acolhe reunião do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial
  09h44 Grupo de Estudos sobre o Envelhecimento debate as emoções e o Alzheimer
  10h05 Pesquisa do CTU mostra potencial construtivo do bambu
  09h15 Jornal Notícia - 1.404
  08h12 Pesquisadores debatem conservação no Dia Mundial do Solo
  16h04 UEL sedia treinamento da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa
  11h43 OSUEL apresenta Concerto de Natal no Museu Histórico de Londrina
  08h25 Ambulatório de Especialidades tem ação de detecção de câncer de pele
  08h07 Gedal promove observação da lua e planetas no sábado (7)
  16h27 Semana aborda evidências da Relatividade Geral
  16h28 Curso de Arquitetura e Urbanismo completa 40 anos
  08h19 Segundo dia do Vestibular 2020 da UEL tem abstenção de 7,59%
  18h11 Conferência Municipal do Meio Ambiente conta com representantes da UEL
  16h11 Vestibular 2020 termina nesta segunda-feira para grande maioria dos candidatos
  15h33 Livro traz coletâneas de artigos publicados em jornais entre 2009 e 2019
  15h10 Professor da Aston University debate inteligência artificial na UEL
  10h49 Segundo dia da 2ª fase tem prova com 12 questões discursivas
  08h43 Dap abre exposição e lança Arte Londrina 7
D
DESTAQUES ::.

Projeto de Artes Cênicas aproxima UEL de comunidades

Jornal Notícia - 1.404

Semana aborda evidências da Relatividade Geral

Pesquisa aponta novas funções para os semicondutores
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br