Agência UEL de Notícias
    Londrina, Terça-Feira, 19 de Fevereiro de 2019 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
09/10/2018  

Vamos falar em eficiência da gestão pública

Bia Botelho

Professor Sidnei Pereira, coordenador do Grupo de Pesquisa em Eficiência da Gestão Pública (GPEGP)

Grupo de Pesquisa do Departamento de Economia cria site para compartilhar publicações de todo o Brasil sobre eficiência na gestão de saúde, educação e segurança

Em ano de eleições, analisar a atual gestão pública e exigir mais eficiência para a próxima são pontos a serem considerados e questionados. Com a proposta de disseminar como o setor público tem gerenciado seus recursos, o Grupo de Pesquisa em Eficiência da Gestão Pública (GPEGP), do Departamento de Economia da UEL, criou recentemente um site para repositório de publicações sobre eficiência na gestão pública nas áreas de saúde, educação e segurança.

A página já reúne cinco artigos, cinco dissertações e cinco teses de pesquisas feitas na Universidade e também em outras instituições do país. O endereço para consulta do material é www2.uel.br/projetos/eficienciadosgastospublicos.

O objetivo do site, segundo o coordenador do grupo, professor Sidnei Pereira do Nascimento (Departamento de Economia), é criar um espaço no qual pesquisadores e população em geral possam consultar o que tem sido feito na gestão pública em diversas cidades do país. Por este motivo, são aceitos trabalhos de todas as regiões com foco nas três áreas propostas.

A eficiência na gestão pública, segundo o docente, diz respeito a "evitar o desperdício, minimizar a corrupção e conseguir maior produtividade dos servidores públicos". Sidnei explica que ela vai além da forma como os governos arrecadam esses recursos, provenientes de impostos pagos pela população, pois implica na forma como eles são gastos.

Início das pesquisas

O coordenador conta que as pesquisas tiveram início em 2012, com foco na eficiência da gestão da saúde de Londrina. A iniciativa veio de uma curiosidade do docente em investigar se os gastos da saúde eram relacionados ao atendimento a outros municípios da região, como havia afirmado o prefeito da cidade na época.

Os estudos mostraram que havia grande investimento na saúde, mas diferente de Maringá e Curitiba, que também são polos regionais e atendem a outras cidades. Em Londrina os gastos eram menos eficientes, ou seja, havia uma má gestão dos recursos públicos nessa área. A partir disso, os estudos foram ampliados para a gestão das áreas de segurança e educação públicas.

Resultados

Segundo o docente, as pesquisas têm mostrado que há aumento de investimentos nas três áreas. Para arrecadar esse recurso, os governos, nos âmbitos federal, estadual e municipal, aumentam a carga tributária. Porém, ele salienta que somente aumentar a arrecadação não é a forma de gerir e oferecer melhores serviços públicos. "Mesmo com mais investimento, a oferta de bens e serviços não tem melhorado. Queremos chamar a atenção e mostrar que o caminho não é mais esse de somente arrecadar. A sociedade não aguenta mais pagar impostos", reitera.

Segundo o professor, a ineficiência dos gastos públicos é devida à má alocação de recursos. A crítica é sobre a não organização e mensuração de dados. "Por isso não se sabe o quanto custa o que se oferece", afirma.

Para Sidnei, os pontos a serem melhorados são gestão e planejamento. O docente lembra de uma situação comum em hospitais públicos: medicamentos vencidos. Segundo ele, por não haver planejamento adequado de estoque, uma quantidade maior de medicamento é comprada e se perde por não se saber ao certo a demanda de pacientes - algo que ele afirma que não costuma acontecer na iniciativa privada.

Outro exemplo dado pelo coordenador do projeto sobre falta de planejamento e ineficiência é o seguinte: uma escola pública compra dezenas de computadores; os equipamentos chegam, porém não há fiação elétrica suficiente para instalação; então, as máquinas ficam guardadas, até que mais recurso seja disponibilizado para a realização do serviço elétrico.

Para que haja eficiência da gestão, o professor afirma que é preciso uma reforma do setor público, com uma estrutura de prestação de serviços que incorpore tecnologia para o gerenciamento, além da mudança de mentalidade de gestores e servidores, que devem ser escolhidos para exercer seus cargos de forma estratégica e não somente política.

Submissão

É para discutir todas essas questões e torná-las públicas que o docente diz ser relevante o site criado. "O objetivo é que o espaço seja um ponto de referência para consulta. Quereremos que ele cresça e tome proporções para que a sociedade consiga perceber o que tem acontecido com a gestão pública", afirma. Para serem publicadas no site, as pesquisas sobre a eficiência na gestão pública devem ser enviadas para o e-mail contato@gpegp.com.


rodapé da notícia

  16h12 Projeto retoma sessões de massoterapia no Campus e HU/UEL
  09h52 Abertas inscrições do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica
  14h40 Simpósio internacional de patologia reúne pesquisadores brasileiros e internacionais
  14h39 Último dia de inscrições para seleção do Curso Especial Pré-Vestibular
  17h37 Departamento de Serviço Social promove Seminário sobre Direitos Humanos
  15h02 Colegiado divulga 3ª Semana de Integração do curso de Psicologia
  11h01 Banco de Leite Humano do HU necessita de doações de lactantes
  10h22 Núcleo de Acessibilidade promove oficina sobre inclusão no nível superior
  09h45 Mostra Londrix Vídeo Poema incentiva criação literária londrinense
  09h27 Inovatec: prazo para envio de resumos de trabalhos termina dia 27
  17h06 Emergência e Medicina Intensiva de Pequenos Animais
  17h00 Programa Paraná Fala idioma: Curso de Francês Básico
  16h53 Abertas inscrições para Programa de Pesquisas em Saneamento Ambiental
  14h44 79ª edição do Ciclo de Física Nuclear Aplicada começa dia 27
  10h52 Proppg divulga resultado do Programa de Bolsas de Pós-doutorado
  09h32 Terminam dia 19 as inscrições para seleção do Curso Especial Pré-Vestibular
  08h47 Seti prorroga prazo de execução do programa Universidade Sem Fronteiras
  15h02 Pós-graduação: Últimos dias de inscrições para cursos de especialização
  10h50 Pró-reitoria divulga chamada de apoio a eventos científicos
  10h41 Boitatá é primeiro periódico exclusivo das áreas de oralidade e literatura
  10h03 UEL investe na pesquisa e produção de materiais 100% biodegradáveis
  09h52 Abertas inscrições do programa CAPES e Comissão Fulbright de bolsas de doutorado
  10h29 Laboratório de Línguas oferta opções de cursos de idiomas, inclusive Latim e Grego
  17h06 Cartão Transporte: Aberto agendamento para renovação e novos cadastros
  09h14 Cine Com-Tour/UEL destina ingressos de cinema para os novos alunos
  14h22 Professor integra comissão do Congresso Luso-Brasileiro de Horticultura
  09h14 Voz do Silêncio em cartaz no Cine Com-Tour/UEL
  10h41 Abertas inscrições do curso Língua e Cultura Japonesa 2019
  09h35 Programa Paraná Fala idiomas divulga curso de francês básico
  09h36 UEL e Prefeitura de Londrina ofertam curso de formação para professores
D
DESTAQUES ::.

Livros para ler, pensar e viver

Proteção social como estratégia de resistência

Revista da Ciência da Informação é destaque nacional

Projeto de pesquisa: A família não é mais como antig
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br