Na última terça-feira, às 19h30, aconteceu a abertura da exposição FIZ UM VÍDEO PRA QUE VC ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS.

Nesta exposição, podemos ver a produção de alguns artistas que fazem uso do vídeo para apontar possibilidades de ações individuais e coletivas, além de ficcionais e de registro para qualificar a relação que podemos estabelecer com fatos cotidianos.

Paulo Bruscky, (Artista gentilmente cedido pela Galeria Nara Roesler) sugere uma viagem numa paisagem de Magrite e, dessa maneira, afirma a conexão vida e arte e as potências que uma empresta à outra. Aline Dias e Julia Amaral criam a possibilidade de um casamento entre os escritores Clarice Lispector e Georges Bataille e, como ambos habitam em tempos distintos os mesmos ambientes, assim se encontram sem nunca se verem. Gabi Vanzetta encena a personagem feminino de um filme de Michelangelo Antonioni, emprestando suas expressões e tomando para si gestos alheios. Nos três casos, mentiras sinceras interessam como movimento criativo, encenação e o que se pode fazer com o que se deseja viver.

A potência com que se pode encarar o cotidiano e a forma com que um desvio faz transbordar forças e reconfigura o funcionamento da cidade podem ser percebidos em alguns trabalhos. Ao gravar em vídeo uma passeata/manifestação realizada pelo Movimento Passe Livre em São Paulo contra um aumento de tarifa de ônibus, Graziela Kunsch registra a resistência que qualifica um modo de participação dos sujeitos na constituição das tramas urbanas.   De certa forma, Lucas Costa também preocupa-se em ativar novos circuitos na Arquitetura e em seus vídeos. Sugere o uso do corpo para impedir que a regularização das funções e a hierarquização dos usos dos espaços e dos objetos impeçam-nos de experimentar outros movimentos e, por extensão, outros propósitos para as relações sociais.  Ao ler um livro em uma árvore, Brígida Baltar sugere uma desaceleração necessária para impedir que as normas nos normatizem, além de estender o que determinamos como íntimo para o espaço público.

Berna Reale expõe o corpo que se submete das mulheres que sofreram abusos e violência doméstica e a imposição de silêncio à voz feminina nas mais diversas situações.

Rivane Neuenschwander, (Artista gentilmente cedido pela Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel) a partir do abecedário da linguagem de sinais para surdos, e de legendas constituídas por palavras de contexto erótico, revê as funções da gramática e do corpo, restabelecendo suas conexões com o mundo.

Cães que latem/uivam ao ouvir a gravação de miados de gatos no vídeo de Dora Longo Bahia (Artista gentilmente emprestado pela Galeria Vermelho) reproduzem a reação esperada, provocada por uma falsa informação que limita a dimensão do circuito de atividade dos cães, como numa caixa de Skinner. A simpatia que os animais nos causam contrapõe-se à percepção de que estão sendo enganados.

Rafaela Foz injeta literatura nos objetos comuns, coloca-os em relações complexas e de grande apelo visual, ficcionando o tempo através de micronarrativas de situações ordinárias, que se tornam assim monumentais.

Vale a pena conferir. A EXPOSIÇÃO SEGUE ABERTA, COM ENTRADA GRATUITA, ATÉ 26 DE JULHO

 

 

Gabriela Vanzetta, Razão Social, 2010.

Brígida Baltar, Em uma árvore, em uma tarde, de 2000.

Brígida Baltar, em uma árvore, em uma tarde, de 2000.

 

Público diante do trabalho de Brígida Baltar.

 

Berna Reale, Rosa Púrpura, 2014.

Artistas convidados:

 

Aline Dias e Julia Amaral
Vídeo: O casamento de Clarice e Bataille de 2017

Berna Reale
Vídeo: Rosa Púrpura de 2014.

Brígida Baltar
Vídeo: Em uma árvore, em uma tarde de 2000.

Dora Longo Bahia
Vídeo: Interview with a cat and two dogs 1970-2005
Artista gentilmente emprestado pela Galeria Vermelho

Gabi Vanzeta
Vídeo: Razão social de 2010

Graziela Kunsch
Vídeo: Túnel Av. Paulista – Dr. Arnaldo de 2014

Lucas Costa
Vídeos:
Sem título (ação n. 01) , 2017
ação orientada para vídeo (3’6”)
Realizado na ocupação Projeto POSADA ³ – Centro Cultural Casa TORTA (Campinas-SP)

Sem título (ação n. 02) , 2017
ação orientada para vídeo (4′)
Realizado na ocupação Projeto POSADA ³ – Centro Cultural Casa TORTA (Campinas-SP)

Paulo Bruscky
Vídeo: Viagem numa Paisagem de Magritte II de 1979
Artista gentilmente cedido pela Galeria Nara Roesler

Rafaela Foz
Vídeo: Digressão de 2017

Rivane Neuenschwander
Vídeo: Erotisme de 2014
Artista gentilmente cedido pela Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel

 

 

 

 

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>