Sexta-feira, dia 15 de abril, as artistas Maristela Cabello, Anne Courtois, Claudia Brisa, o chefe DaP e curador Danillo Villa conversaram com público presente que pôde entrar em contato com as ideias que determinaram o recorte curatorial da exposição. Maristela Cabelo apontou como, em seu trabalho, algumas raízes que normalmente permanecem protegidas pela terra são expostas mostrando algumas fragilidades da estrutura familiar. Anne Courtois recuperou um pouco de sua biografia para falar de uma arquitetura feminina que se constitui nas tarefas domésticas cotidianas. Claudia Brisa creditou às trocas que se estabelecem entre as pessoas e lugares que conhece parte da estruturação de seus trabalhos. Danillo Villa destacou a necessidade de atenção cuidadosa às famílias de cada um, no sentido de relativizar possíveis modelos hegemônicos.DSC_1469Danillo Villa e as artistas Maristela Cabello. Anne Courtois e Cláudia Brisa respondendo as perguntas a respeito da curadoria e seus processos de trabalho.

DSC_1407

Anne Courtois observa o trabalho de Maristela Cabello.

DSC_1422

Anne Courtois e Danillo Villa

DSC_1456

O trabalho “A Crise da representação” de Cláudia Brisa.

DSC_1467

DSC_1451

Detalhe do trabalho da artista londrinense Christina Zorzeto.

DSC_1430

DSC_1440

Detalhe do trabalho de Leandro Muniz

DSC_1429

]

DSC_1410

DSC_1404

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>